@sabiinadesign

A melhor maneira de planear o futuro é concebê-lo. Embora isto seja aplicável a muitos estilos de vida, é certamente verdadeiro quando se trata de arquitetura das casas.

A chave para a remodelação bem-sucedida de uma casa é a proteção desta contra o futuro. Para assegurar que o imóvel está preparado para as próximas décadas, devemos ter em mente as necessidades de mudança que existirão, aos mais diversos níveis.

O consumo de energia é um dos aspetos cada vez mais relevantes. As novas construções e reabilitações integram eficiência nos seus projetos, mas também trabalham para reduzir a pegada de carbono, por exemplo, com sistemas de recolha de água da chuva ou isolamento de janelas para reduzir o consumo de energia, particularmente em edifícios mais antigos.

O multiuso é também uma aposta clara. A conversão das divisões em espaços polivalentes para aproveitar ao máximo a área da casa ou espaços facilmente adaptáveis são fantásticos para acompanhar a evolução das necessidades das famílias, ao longo dos anos. Os futuros habitantes apreciarão a flexibilidade e a possibilidade de refletir sobre os potenciais de cada espaço.

A disposição construída a pensar na acessibilidade é também um fator importante na conceção da casa, a pensar no futuro. Ter em conta que os membros da família ou convidados poderão tornar-se menos móveis, o que poderá levar a uma consideração inicial sobre o acesso direto pelo jardim, por exemplo, ou até a considerar a largura das portas e espaços em plano aberto. Não só são normalmente mais luminosos, como também permitirão a todos podem desfrutar do espaço, independentemente da mobilidade.

O cenário envolvente é igualmente um fator a considerar. A remodelação da casa pode possibilitar incluir um novo jardim, árvores ou até mesmo vinhas. Pensar cuidadosamente no espaço exterior antes de iniciar o paisagismo é muito importante, pois não é só casa que precisa de estar preparada para o futuro. Em áreas já quentes e secas, é provável que a água se torne um problema, e árvores que consomem muita água (como o eucalipto) irão gastar este valioso recurso. Boas apostas para climas áridos são os cedros e os ciprestes ou plantas mais pequenas como as suculentas, incrivelmente resistentes e de baixo consumo de água.

Finalmente, a vertente tecnológica é outros dos aspetos a considerar. É difícil prever que tecnologia será desenvolvida e aplicada no futuro, mas os profissionais aconselham o planeamento considerando sempre a disponibilidade eletrónica e o acesso a dados em todas as divisões. De igual modo, a possibilidade de integrar características de casa inteligente é fundamental, potenciando uma futura alteração dos quartos ou a integração da mais recente tecnologia.

A smart home é uma das indústrias do futuro. A casa inteligente pode ser utilizada de muitas maneiras: na cozinha com os eletrodomésticos; na sala de estar com os sistemas de som e aparelhos de entretenimento; na regulação do aquecimento e da iluminação.; e até mesmo na segurança do lar, com instalações de alarme, fecho de portas e extintor de incêndios, facilmente controlados por uma aplicação através do smartphone ou possibilitando uma transmissão ao vivo do interior da casa na ausência dos seus habitantes.

Refletir sobre as habitações e prepará-las para o futuro é fundamental. É certo que é um pouco mais de planeamento do que uma simples mudança de cor interior, mas seguramente, as alterações valerão a pena, a longo prazo.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

Saúde

7 sinais físicos que indicam que está mais stressado do que pensa

Esteja atento ao que o seu corpo lhe diz.

É só uma sugestão

O meu antes e depois de usar a nova base da Make Up Factory

A coleção Light Weight promete uma aplicação leve, de acabamento luminoso e que se funde naturalmente com a nossa pele. E cumpre!

Saúde

A aparência das palmas das mãos pode indicar se tem cancro

Esteja atenta.

Celebridades

Médico legista afirma que Gabby Petito foi assassinada

As autoridades já confirmaram que o corpo encontrado pertence à blogger.

Lifestyle

Quer passar umas férias na casa de Winnie the Pooh?

Uma casa inspirada no Winnie the Pooh, da Disney, no Bosque dos Cem Acres, disponível no Airbnb

Moda

10 casacos para usar na próxima estação

Conheça estas sugestões de diferentes estilos.

Saúde

Os bebés devem ou não usar sapatos?

Veja a explicação de um ortopedista.

Celebridades

Morreu o ator que deu vida a Stanford Blatch, em "O Sexo e a Cidade"

Willie Garson tinha 57 anos.

Comportamento

Diferenças comuns que podem colocar a sua relação em perigo

De acordo com uma psicóloga.

Lifestyle

“Y: O Último Homem” estreia hoje no Disney+

Um drama de 10 episódios baseado na banda desenhada da DC Comics.