@darjabarannik

O nosso grupo contribui para a medicina ortopédica há mais de 90 anos.

Atualmente, estão disponíveis procedimentos não cirúrgicos que favorecem a resposta biológica, isto é, a reação do corpo, à agressão e à doença, aumentando a capacidade de reparar, reduzindo a degeneração dos tecidos e a dor. Estes tratamentos, designados ortobiológicos, podem adiar ou mesmo evitar cirurgias e próteses, promovendo o bem-estar e a qualidade de vida.

A evidência científica tem trazido, nos últimos tempos, boas notícias sobre a validade destes tratamentos. A viscossuplementação – injeções intra-articulares de ácido hialurónico (substância que lubrifica a articulação e melhora a viabilidade das células cartilagíneas) e os Fatores de Crescimento/Plasma Rico em Plaquetas (PRP) são praticamente indolores e sem contraindicações importantes. No entanto, é importante salientar que existem variados tipos de PRPs, com qualidades e resultados muito diferentes. O mesmo se passa com a viscossuplementação.

A nossa equipa utiliza protocolos terapêuticos próprios, fruto da sua intensa pesquisa científica no sistema locomotor (mais de 200 publicações internacionais e 20 livros). A avaliação e diagnóstico precisos são essenciais para um tratamento eficaz.

Estas soluções médicas que, regularmente, beneficiam atletas, estão agora disponíveis para a população jovem e, sobretudo, para as idades mais avançadas.

A realidade dos nossos dias é a era da Medicina Regenerativa. Hoje, temos cada vez melhores condições para devolver às pessoas a mobilidade livre de dor e a alegria de viver!

Os textos nesta secção refletem a opinião pessoal dos autores. Não representam a ACTIVA nem espelham o seu posicionamento editorial.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Mais no portal