Sabe o que fazer em caso de sismo?

Portugal é uma zona sísmica onde existem várias falhas na crosta terreste, que originam fenómenos geológicos como os sismos. Em Novembro de 1755, Lisboa e toda a zona sul do país foi afectada por um grande terramoto que destruiu a capital portuguesa e provocou milhares de mortos.

Mas uma catástrofe deste nível dá-se não só devido à intensidade do sismo, mas também devido à vulnerabilidade das construções e da população. Hoje em dia já há construções capazes de resistir as sismos mas estaremos nós preparados para agir em situação de emergência?


Antes de um sismo

– Informe-se sobre as causas e efeitos possíveis de um sismo na sua zona; aborde o assunto em família;
– Faça um plano de emergência da sua casa: garanta que todos sabem o que fazer se ocorrer um sismo e combine um ponto de encontro para o caso da família se separar em situação de emergência
– Organize um kit sismo: uma lanterna, um rádio portátil e pilhas de reserva para ambos, bem como um extintor e um estojo de primeiros socorros. Junte ainda garrafas de água de plástico e latas de conserva para cerca de três dias
– Identifique os locais mais seguros, distribuindo os seus familiares por eles: vão de portas interiores, cantos de paredes mestras, debaixo de mesas e camas sólidas. Mantenha uma distância de segurança em relação a objectos que possam cair ou estilhaçar. Também é importante conhecer os locais mais perigosos para os evitar! Afaste-se das janelas, espelhos, candeeiros, móveis e outros objectos que possam tombar. Não utilize elevadores e afaste-se de saídas para a rua.
– Fixe as estantes, os vasos e floreiras às paredes da sua casa. Coloque os objectos pesados, ou de grande volume, no chão ou nas estantes mais baixas.
– Ensine todos os familiares a desligar a electricidade e cortar a água e o gás e tenha à mão, em local acessível, os números de telefone de serviços de emergência.


Durante um sismo

– Abrigue-se! Procure vão de uma porta interior, nos cantos das salas ou debaixo de uma mesa ou cama para se abrigar.
– Mantenha-se afastado de janelas e espelhos e tenha cuidado com a queda de candeeiros, móveis ou outros objectos.
– Se estiver na rua, dirija-se para um local aberto, com calma e serenidade, longe do mar ou cursos de água. Mantenha-se afastado dos edifícios, dos postes de electricidade e outros objectos que lhe possam cair em cima, como muros, chaminés ou varandas.
– Se estiver a conduzir, apre a viatura longe de edifícios, muros, postes e cabos de alta tensão e permaneça dentro dela.

Depois de um sismo

– Mantenha-se calma e conte com a ocorrência de possíveis réplicas.
– Não se precipite para as escadas ou saídas e nunca utilize elevadores.
– Não fume, nem acenda fósforos ou isqueiros, pois podem ocorrer fugas de gás.
– Corte a água e o gás e desligue a electricidade. Se precisar de luz ou energia use lanternas e pilhas.
– Ligue o rádio e cumpra as recomendações que forem difundidas.
– Limpe de imediato produtos inflamáveis que tenham sido derramados, como por exemplo, álcool ou tintas.
– Evite passar por locais onde existam fios eléctricos soltos.
– Não utilize o telefone, excepto em caso de extrema urgência: feridos graves, fugas de gás ou incêndios.
– e muito importante! Não circule pelas ruas para observar o que aconteceu, deixe-as livres para as viaturas de socorro.

Já passou por uma experiência de sismo? Conte-nos a sua história ou diga-nos o que é necessário ter em atenção nestas situações!

Mais informações em: http://www.cvarg.azores.gov.pt/Cvarg/Main/

Foto: Reuters

Relacionados

Lifestyle

Campanha de incentivo ao uso do preservativo feminino - Veja o spot

Governo pretende que as mulheres tenham "uma nova atitude" e procurem informação junto dos profissionais de saúde. A campanha decorre entre 29 de Março e 3 de Maio na televisão e salas de cinema

Lifestyle

Violência no namoro

Violência dentro do casamento é tema, infelizmente, bem conhecido. Mas ultimamente, vários estudos mostram que a violência começa no namoro. É urgente mostrar aos adolescentes que gostar de alguém não é fazer sofrer

Lifestyle

Seis meses para cuidar do recém-nascido

Os futuros pais e mães portugueses poderão dedicar mais tempo aos seus filhos recém-nascidos.

Lifestyle

Mais 51 milhões poderão perder o emprego até 2010

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) estima que até 2010 a crise económico-financeira terá destruído cerca de 51 milhões de postos de trabalho.

Mais no portal

Diz Quem Sabe

Resiliência: a habilidade que nos permite resistir e reconstruir-nos

Um artigo de opinião assinado pela coach Lúcia Palma sobre a importância da resiliência e como construí-la.

Celebridades

Shia LaBeouf proibiu FKA Twigs de manter contacto visual com outros homens

A cantora relatou alguns momentos "desesperantes" da relação.

#VozActiva

Joana Seixas: "Tenho a certeza de que vou acabar a viver no campo"

Joana Seixas, a protagonista da ACTIVA de fevereiro, abre o coração sobre a relação que tem com a natureza no #VozActiva deste mês.

Celebridades

As histórias de oito celebridades que já foram sem-abrigo

Antes de terem a sua primeira grande oportunidade, estes famosos chegaram a não ter onde viver.

Saúde

Os cuidados a ter com os animais de estimação durante a pandemia

Estas medidas assegurem a saúde e o bem-estar de toda a família neste período de confinamento.

Beleza

Cabelos encaracolados: esta escova está a tornar-se viral

Veja por si mesma.

Comportamento

5 brinquedos sexuais para aproveitar este São Valentim sem limites

Para casais, solteiros, ou simplesmente para deixar um amigo feliz.

Moda

Katie Holmes, Gigi Hadid e Alexa Chung adoram estes sapatos

Estas são apenas algumas das celebridades que estão rendidas a este modelo prático e confortável.

Moda

A tendência denim que vamos ver por todo o lado

Seja para uma sessão de fotografias em casa ou para ir trabalhar, se for o caso, atente nesta nova moda.

Saúde

Afinal, o sushi é ou não saudável?

O enigma resolvido, segundo alguns especialistas.

Comportamento

Afinal o que é uma vida sexual normal?

Especialistas analisaram o assunto e apresentam conclusões.

Diz Quem Sabe

Dicas úteis para um confinamento mais tranquilo com crianças em casa

Aqui ficam algumas sugestões da Dra. Carla Chambel, especialista em imunoalergologia, para tornar este tempo conturbado mais fácil para todos.