Crédito à habitação: vantagens de renegociar o crédito

-Negoceie o spread. "É a melhor solução", como realça João Fernandes, da DECO, principalmente porque alguns créditos contraídos há mais de dez anos apresentam spreads de 2,5%, o que é completamente desactualizado para o contexto actual: "negoceie junto do seu banco, alegando que, como já amortizou uma parte da dívida e a garantia do banco se manteve a mesma (a sua casa), o risco para a instituição é menor". Se o seu banco levantar dificuldades, procure outras instituições de crédito e avalie as suas propostas, sendo que alguns deles pagam parte dos custos que advém da liquidação antecipada do empréstimo. Mas atenção: faça as contas entre o que poupa com o novo spread e esse valor.



-Alargue o período de anos do empréstimo: em Portugal há bancos que chegam a emprestar dinheiro a cinquenta anos, desde que a idade de um dos preponentes não ultrapasse os oitenta anos no final desse período. Porém, como alerta João Fernandes, da DECO, "isto diminui as prestações mas, no final do empréstimo, terá pago mais juros, pelo que deve ser encarada como uma solução de necessidade".



-Pague só juros durante alguns anos, ou seja, estabeleça um período de carência de capital. Isto significa que pode requerer ao banco o estabelecimento de um período (entre os cinco e os dez anos), durante o qual só paga os juros do empréstimo, sendo o restante capital solvido nos anos seguintes. Isto pode implicar custos administrativos a cobrar pela instituição, além de acarretar, como é óbvio, prestações mais elevadas findo o período de carência.



-Peça para pagar uma percentagem do capital no último ano do contrato – É outra das soluções possíveis e consiste em transferir cerca de 30% do valor do empréstimo para uma última e única tranche. É a solução indicada para quem tem expectativa de melhorar a sua vida financeira dentro de alguns anos, reunindo o capital necessário para proceder ao pagamento sem sacrifício.



– Amortize o empréstimo. Segundo a DECO, sempre que possível convém amortizar antecipadamente o seu crédito habitação. Ao fazê-lo, mesmo que as taxas de juro continuem a subir, pode-se abater o aumento da prestação mensal. No entanto, há que ter em conta as penalizações que o banco pode cobrar.

Siga-nos no Twitter!

Relacionados

Lifestyle

Crédito à Habitação: o que deve fazer antes de pedir um

Caso se prepare para solicitar um empréstimo, há algumas questões que deve considerar.

Lifestyle

Formas de poupar dinheiro o ano inteiro

Quando o objectivo é poupar todos os gastos são repensados. Se o fizer ao longo do ano verá que consegue resultado efectivos. Basta apenas um pouco de disciplina e gestão no seu orçamento.

Lifestyle

Luso-descendente é uma das mulheres mais influentes do mundo

Maria da Conceição Ramos, uma luso descendente, e actual Directora-Executiva do grupo bancário ABSA, é a nona mulher mais influente do mundo empresarial.

Lifestyle

COMO GANHER DINHEIRO EXTRA… para superar a crise

Em tempo de guerra não se limpam armas! Fomos à procura de novas maneiras de ganhar mais uns tostões para complementar o seu salário em ano de recessão.

Lifestyle

"Eu sou compradora compulsiva!"

Compradores confessos revelam os seus pecados... ‘Espelho meu, espelho meu, haverá alguém mais consumista do que eu?'

Lifestyle

Descodificámos a crise!

O preço dos combustíveis estabilizou e as prestações do crédito habitação descem a olhos vistos. Parecem boas notícias. Então porque andam os economistas alarmados a falar em recessão, deflação e inflação?

Lifestyle

20 DICAS PARA VENCER A CRISE... E TER MAIS DINHEIRO

Os preços sobem e o dinheiro não estica. Ou, pelo menos, assim parece. Porque depois de pôr em prática estes conselhos, vai mudar de ideias!

Lifestyle

Amigos, amigos, despesas à parte

Saídas com os amigos que se revelam demasiado caras, colegas que se esquecem sempre da carteira e parentes a pedir dinheiro emprestado. São tudo situações mais comuns do que se pensa. Paula Bobone, especialista em etiqueta e boas maneiras, dá alguns conselhos para que saiba sair bem nestes casos, pela sua saúde financeira e pelas amizades.

Lifestyle

Viagens a preço de chuva

Marque as suas férias sem sair de casa. Conheça os melhores sites para comprar as passagens de avião e reservar o hotel, a preços fantásticos.

Lifestyle

"Só penso em compras!"

Fomos investigar as razões por trás do impulso incontrolável para fazer compras. E você, sofre deste mal?

Mais no portal

Pera Doce

Afinal, de que nos fala 'Nomadland', o filme que conquistou os Golden Globes?

Uma incursão honesta e realista na nova tribo dos nómadas modernos, aqueles que foram deixados para trás.

Fora da Caixa

Quebra vs Queda: entenda o que se passa com o seu cabelo

Sabia que perdemos, em média, até 100 fios de cabelo por dia?

Diz Quem Sabe

6 mitos e verdades sobre a endometriose

Março é o mês mundial da consciencialização para esta doença que afeta uma em cada 10 mulheres e pode causar infertilidade

Celebridades

Entrevisa de Oprah a Meghan e Harry traz revelações 'chocantes'

Parece que a famosa apresentadora teve bastante liberdade na escolha de questões - e as respostas podem surpreender.

Comportamento

Estudo revela que maior desafio à parentalidade é mesmo a pressão social

As conclusões são de um estudo realizado pela Kantar a pedido da Nestlé.

Beleza

A tendência de manicure que temos de exerimentar

Perfeita para chamar a primavera!

Diz Quem Sabe

Uma viagem à origem das origens do beachwear

É preciso conhecer o passado para entender como chegámos aos modelos que são populares hoje em dia.

Mulheres Inspiradoras

Ana Leovy: "sempre fui mais atraída pela imperfeição das formas"

A artista mexicana foi desafiada para criar três peças para a coleção cápsula da Mango que assinala o Dia da Mulher.

Comportamento

Casais: é aceitável discutir à frente dos filhos?

Uma dúvida de muitos, respondida por uma especialista.

Saúde

Existe um limite seguro para a ingestão de bebidas alcoólicas?

Saiba o que diz a ciência sobe este assunto.

Beleza

Cindy Crawford mantém este truque de beleza desde os 19 anos

A modelo tem 55 anos.

Moda

A febre dos collants com padrões veio para ficar

Aqui ficam algumas tendências de modelos "trendy" que pode comprar agora e usar nas próximas temporadas.