Foi despedida? Nada de sair com uma mão na frente e outra atrás. Veja bem a que tem direito e tente negociar o que for melhor para si: subsídio de desemprego, trabalho em part-time ou até, se for o caso, a pré-reforma. A consultora de gestão Cláudia Fernandes, da Dinâmica Global, dá as dicas essenciais e simplifica as contas.

Se trabalha por conta de outrém terá sempre direito a:

1 – Indemnização no valor de: três dias de retribuição de referência por cada mês de trabalho (em contratos com um prazo inferior ou igual a 6 meses); ou 2 dias de retribuição base por cada mês de trabalho (em contratos com um prazo superior a 6 meses) . O valor da indemnização nunca deverá ser inferior a este valor;

2 – Dependendo da altura do ano em que se dá o despedimento, tem direito ao proporcional do Subsidio de Natal (se por exemplo o despedimento fosse a 31 de Julho de 2008, o valor seria (Retribuição Base X ( 7 / 12 );

3 – Subsidio de Férias e de ‘Férias Não Gozadas’ referentes ao ano em que se encontra;

4 – Subsidio de Férias e ‘Férias Não Gozadas’ referentes ao ano anterior (caso não tenham sido gozadas férias no ano corrente ou pela parte que faltou gozar);

5 – Subsídio de desemprego (este direito está dependente apenas de já ter um período mínimo de 12 meses de descontos para a segurança social feitos no período anterior ao despedimento).

– Despedimento voluntário ou com justa causa não dá direito a indemnização nem a subsídio de desemprego.

– Se se despedir ainda pode receber o subsídio de desemprego se o despedimento for por mútuo acordo (em princípio, a empresa terá de declarar estar em reestruturação ou em situação económica difícil).

– Despedimentos com justa causa também podem dar direito ao subsídio de desemprego assim como no caso de caducidade do contrato.

Como calculo o meu subsídio de desemprego?

O valor máximo que se pode receber de subsídio de desemprego é €1.222,23 por mês. Para fazer as contas é preciso:

1 – Multiplicar o vencimento base por 14. (no caso de ter recebido subsídio e férias e Natal, senão multiplique por 12).

2 – Divida depois por 360 e multiplique por 30 e obtém o valor mensal de referência.

3 – Multiplique o valor mensal de referência por 0,65 e tem o valor do subsídio de desemprego.

Siga-nos no Twitter!

Relacionados

Lifestyle

5 passos simples para acabar como o stresse no trabalho

Combata o stresse diário no escritório com passos simples, mas eficazes, como livrar-se da tralha acumulada na secretária ou beber mais água.

Lifestyle

Missão: encontrar trabalho novo

Estar à procura de emprego é em si mesmo um emprego. Isto significa que requer dedicação e disciplina. Antes de mais nada organize-se e depois meta mãos à obra!

Lifestyle

COMO GANHER DINHEIRO EXTRA… para superar a crise

Em tempo de guerra não se limpam armas! Fomos à procura de novas maneiras de ganhar mais uns tostões para complementar o seu salário em ano de recessão.

Lifestyle

"Eu sou compradora compulsiva!"

Compradores confessos revelam os seus pecados... ‘Espelho meu, espelho meu, haverá alguém mais consumista do que eu?'

Lifestyle

20 DICAS PARA VENCER A CRISE... E TER MAIS DINHEIRO

Os preços sobem e o dinheiro não estica. Ou, pelo menos, assim parece. Porque depois de pôr em prática estes conselhos, vai mudar de ideias!

Lifestyle

Descodificámos a crise!

O preço dos combustíveis estabilizou e as prestações do crédito habitação descem a olhos vistos. Parecem boas notícias. Então porque andam os economistas alarmados a falar em recessão, deflação e inflação?

Lifestyle

Amigos, amigos, despesas à parte

Saídas com os amigos que se revelam demasiado caras, colegas que se esquecem sempre da carteira e parentes a pedir dinheiro emprestado. São tudo situações mais comuns do que se pensa. Paula Bobone, especialista em etiqueta e boas maneiras, dá alguns conselhos para que saiba sair bem nestes casos, pela sua saúde financeira e pelas amizades.

Mais no portal

Lifestyle

5 dicas para "desligar" quando está em teletrabalho

Por vezes, trabalhar em casa torna difícil estabelecer limites. Saiba como dar a volta ao problema.

Moda

Os Stan Smith estão agora mais sustentáveis, mas com o mesmo estilo de sempre

Em prol da diminuição dos resíduos de plástico.

Moda

3 formas de incorporar cores néon em visuais para o dia a dia

A influencer Leonie Hanne mostra que cores néon são sempre uma aposta vencedora.

Moda

Esta vai ser a mala imprescindível de todas as estações

Conheça o modelo que conquistou as 'influencers'.

Diz Quem Sabe

Infeliz no trabalho? Saiba o que pode estar a paralisar e a prejudicar a sua carreira

Dez conselhos para fazer a mudança que deseja.

Saúde

As sestas têm este benefício inesperado para a saúde

Uma sesta por dia, nem sabe o bem que lhe fazia. Quem o diz (e comprova) é a ciência.

Lifestyle

Ora aqui está uma forma mesmo doce de mimarmos a nossa mãe

Várias opções para partilhar com a mulher das nossas vidas.

Finanças de A a Z

Bancos digitais: três coisas importantes que deve saber

Os bancos digitais estão a ganhar cada vez mais espaço no mercado e, por isso mesmo, são o tema central deste episódio da rubrica Finanças de A a Z.

Moda

Uma lingerie para quem se preocupa com o ambiente

Confira a nova coleção “Honest” da Women´s Secret

Moda

Julia Roberts é a imagem da felicidade neste novo vídeo da Chopard

Happy Sport 33 mm e Happy Sport the First são as novas propostas da marca

Nas Bancas

ACTIVA de maio: Mães em tempos de mudança

A ACTIVA de maio, com Madalena Brandão e os filhos na capa, já chegou às bancas.