Joana Barros_Michael Page.jpg

Luis Carvalho

Nos últimos anos, as redes sociais em geral  – e o Linkedin em particular –  converteram-se numa ferramenta muito útil para a pesquisa directa de candidatos, permitindo às organizações chegar a eles através da sua experiência, sector e empresa em que trabalham. E se o Linkedin é a rede profissional por excelência, não podemos esquecer que também as redes mais lúdicas podem ter uma forte influência na carreira profissional.

Mas como podem as redes sociais contribuir para a nossa evolução profissional e qual o comportamento que devemos ter no mundo digital?
 
Pesquisa – Actualmente, a pesquisa já não se realiza exclusivamente através da imprensa ou dos websites de emprego. Muitas empresas publicam ofertas no Linkedin e até mesmo no Facebook e Twitter. Siga as páginas oficiais das empresas de recrutamento ou das organizações que lhe interessam pois podem surgir oportunidades que se adequam ao seu perfil. Por outro lado, os anúncios são muitas vezes partilhados pelos utilizadores, pelo que deve ficar atenta às actualizações dos seus amigos e contactos para encontrar novos projectos.
 
Se foi chamada para uma entrevista de emprego, as redes sociais podem auxiliá-la a conhecer alguns dados sobre a empresa a que se candidata: notícias, prémios, eventos… Demonstrar, no decorrer da entrevista, que conhece bem a empresa a que se candidata prova o seu interesse em fazer parte da mesma e em conhecer a sua cultura e filosofia de trabalho.
 
Networking – As redes sociais e profissionais são um meio muito eficaz para a voltar a entrar em contacto com profissionais e conhecidos, que a poderão ajudar a conseguir novas oportunidades laborais. Contudo, deve ser criteriosa na escolha dos seus contactos. Uma grande rede de ligações não equivale, necessariamente, a uma rede de qualidade. Em especial no Linkedin, procure conectar-se com profissionais com quem trabalhou ou que têm algum tipo de ligação a si e que possam, de facto, contribuir para os seus objectivos.
 
Presença activa – O Linkedin tem a vantagem de permitir uma maior interacção entre recrutadores e candidatos. Neste contexto, pode diferenciar-se  através da publicação de posts relevantes no seu perfil (que ficarão visíveis para toda a sua rede de contactos) ou da participação em grupos de interesse para a sua área profissional. Os perfis nas redes sociais são uma excelente ferramenta para divulgar o seu conhecimento e as competências que foi adquirindo ao longo do seu percurso.
 
 
Marketing Pessoal Online – Para o fim, deixo um dos conselhos mais importantes: deve cuidar, com muita atenção, da sua imagem e reputação online. É vantajoso que consiga criar uma boa imagem online, desenvolvendo uma identidade digital que a diferencie de outros candidatos e que faça com que o seu percurso profissional sobressaia. O  maior perigo para um profissional é transmitir uma imagem que, de facto, não corresponde à realidade. Ao participar activamente nas redes sociais, deve ter a consciência da audiência alargada que tem acesso à sua informação e pensar sempre se aquele é o público adequado para determinado post ou opinião. E não nos podemos esquecer que o que colocamos na internet se torna automaticamente público e “eterno”. Os comentários pessoais devem ser bem escolhidos pois podem beneficiar ou prejudicar a sua imagem. Trata-se simplesmente de pensar que o seu perfil nas redes sociais pode ser visto por recrutadores, pelo que deve ter algum cuidado com a privacidade e com as opiniões em público.
 
Joana Barros
Departamento de Comunicação Michael Page

Palavras-chave

Relacionados

Lifestyle

Procurar trabalho: mantenha a atitude certa

Persistência, proatividade e flexibilidade são algumas das caracteristicas que os empregadores mais procuram nos candidatos a emprego. Na busca de novo posto de trabalho há que selecionar bem e mostrar confiança, diz o especialista José Quesada.

Lifestyle

Quanto tempo lhe custa uma hora no Facebook?

Um estudo recente contabilizou o tempo que passamos online e quanto é que isso nos custa, a nível de trabalho, lazer e família.

Lifestyle

Estudo revela que igualdade entre homens e mulheres ainda é uma meta a atingir

Segundo o estudo “When Women Thrive, Business Thrive” realizado pela empresa de consultoria Mercer, as mulheres ainda não têm as mesmas oportunidades que os homens, relativamente à progressão a nível profissional, e representam apenas 41% da força de trabalho, em todo o mundo. 

Mais no portal

Celebridades

Ben Affleck e Jennifer Lopez namoram em público

O casal já não esconde que reatou o namoro.

Lifestyle

Dê uma nova vida à casa de banho com estas 5 ideias

Dicas simples que podem fazer toda a diferença.

Beleza

Eis a tendência de manicure mais arrojada para este verão

Quem se atreve a experimentar?

Saúde

A nossa libido aumenta mesmo durante a ovulação?

Sempre ouvimos dizer que sim. Entenda se é verdade.

Saúde

Este alimento é capaz de reduzir o colesterol quase instantaneamente

Inclua-o na sua alimentação diária.

Saúde

Gravidez: casos leves de Covid-19 não prejudicam o bebé

As informações são reveladas por um recente estudo.

Beleza

Não vai acreditar nesta nova tendência de cores de cabelo

Uma opção para as mais aventureiras.

Moda

7 macacões perfeitos para o verão

De assinatura Zara.

Saúde

5 mitos acerca de pessoas ansiosas

Entenda algumas das características associadas à ansiedade e que não são verdade.

Moda

Verde pastel: estas fotos servem de inspiração para começar a vestir a cor do momento

A cor faz sucesso entre os Millennials e a Geração Z.