iStock-459023643.jpg

kizilkayaphotos

O YouTube anunciou que vai apertar as restrições em relação a vídeos com armas de fogo.

O serviço de streaming de vídeos, que pertence ao Google, fez saber através de um comunicado que vai banir vídeos que promovam a fabricação ou venda de armas de fogo e dos seus acessórios como, por exemplo, munições. O plano foi desenvolvido com o acompanhamento de um especialista nos últimos quatro meses e vai entrar em vigor já em abril.

A empresa já tinha banido vídeos que ensinam a disparar armas mais rápido, uma técnica que foi usada por um atirador que matou 58 pessoas em Las Vegas no outono de 2017. A nova mudança surge numa altura em que o YouTube e outras plataformas enfrentam um escrutínio crescente depois do massacre em Parkland, Flórida, em que 17 pessoas foram mortas no Liceu Marjory Stoneman Douglas.

Dias depois do ocorrido, um vídeo que promovia uma conspiração infundada sobre um dos sobreviventes tornou-se tendência no site, o que levou a uma repressão desse tipo de conteúdos.

Já nas bancas!

Assine a ACTIVA e receba dois coffrets da Rituals Assine já

Relacionados

Já preparou a sua casa para receber a primavera?

Os dias mais quentes pedem algumas alterações no seu lar.

Diogo Noronha recria a última ceia de Jesus Cristo para o canal História

A produção especial gastronómica dedicada à Páscoa estreia hoje, às...

EUA: cidade de São Francisco bane a venda de pele animal

É a terceira e maior cidade do país a fazê-lo.

Mais no portal

ASSINE 1 ANO (12 edições) POR 30€ E RECEBA 30€ EM OFERTAS

Assine Já!