coaching_LV.jpg
Angela-Gaehtgens (1).jpg

DR

ACTIVA | O Coaching é um tema que está muito na ordem do dia. Em poucas palavras, como é que o podemos definir?

Ângela Gaehtgens | Podemos definir Coaching como um processo de desenvolvimento e tomada de consciência que permite traçar objectivos e avançar rumo à sua concretização, aprendendo e descobrindo ao longo do caminho a melhor forma de os alcançar. Este processo materializa-se sempre numa conversa com um propósito.

ACTIVA | Que razões aponta para a área do Coaching ter vindo a crescer nos últimos anos?

AG | O Coaching está na moda por muitas e boas razões. Nesta área, o mundo que melhor conheço é o corporativo e, de facto, cada vez mais se integra Coaching nos programas de desenvolvimento de Liderança e, cada vez temos mais executivos e gestores de topo a recorrer a ele pelos benefícios que claramente um processo de Coaching proporciona. Contudo, esta maior consciencialização dos benefícios do coaching tem aberto espaço para uma certa banalização do termo assim como à oferta no mercado de outro tipo de serviços vendidos em seu nome. É por isso fundamental ter um processo cuidadoso e minucioso na hora da seleção. Recomendo sempre que ao procurarmos processos de coaching confirmemos que estamos perante profissionais devidamente credenciados por entidades competentes e dou como exemplo, a International Coach Federation.

ACTIVA | Em que é que o Coaching se distingue de outras áreas que visam a melhoria da performance pessoal e profissional de cada mulher?

AG | O Coaching leva a que, através de um processo de tomada de consciência, as mulheres (assim como os homens) possam verdadeiramente perceber como traçar objetivos em vista à concretização. Acima da questão do género, o Coaching é um processo inteiramente virado para a descoberta de novas possibilidades e para o futuro. Leva as pessoas a pôr a realidade em perspectiva e a lidar com desafios melhorando a sua eficácia e desempenho de modo a alcançar o seu pleno potencial. Apela à responsabilidade para todas as escolhas que fazemos na nossa vida.

ACTIVA | Qual o peso de ser uma mulher a liderar este projeto?

AG | O projeto da Escola de Coaching Executivo da Cegoc é coliderado por mim e pelo Paulo Martins. Somos uma dupla que se complementa na diferença e que traz para este projeto a riqueza da diversidade, que é uma característica verdadeiramente essencial nas organizações. Independente do género, o que realmente defendo é que em 2018, passar por um processo de Coaching será ainda mais crucial, como uma singular possibilidade para criar um espaço de reflexão e suporte à tomada de decisão para líderes cada vez mais “debaixo de água”, completamente absorvidos por um ambiente de trabalho tipo “learning on the fly”. No domínio da formação de coaches, a Cegoc adota um modelo de trabalho absoluta e originalmente pragmático, totalmente alicerçado na prática efetiva das 11 competências centrais de coaching da ICF, profissionalizante e de partilha completamente transparente e atual de know-how que vão habilitar mulheres e homens a ser cada vez melhores.

ACTIVA | Nunca antes se falou tanto da igualdade de género. Que contributo é que esta área (o coaching) pode trazer às jovens e mulheres no plano pessoal e profissional?

AG | E muito me agrada que assim seja, uma vez que este é um tema não apenas das mulheres, mas também dos homens. Só falamos dele porque vivemos numa sociedade em que existe ainda discriminação entre homens e mulheres. Quando a igualdade de género deixar de ser um tema, isso será sinónimo de termos alcançado, enquanto sociedade, um estágio de equidade e maturidade. O Coaching possibilita quer às mulheres quer aos homens entrar num processo de desenvolvimento e tomada de consciência que permite traçar objectivos e avançar rumo à sua concretização.

ACTIVA | Que tipo de pessoas poderá tirar maior benefício do acompanhamento de uma coach?

AG | As pessoas que pretendem mudar alguma coisa nas suas vidas beneficiarão do acompanhamento de um coach. Ouvimos muitas vezes dizer que sozinhos podemos chegar mais depressa, mas acompanhados chegamos mais longe. O Coaching envolve uma relação colaborativa e de parceria focada na conquista do objetivo declarado de forma clara que permite ao cliente ser desafiado e aceder de modo criativo a outras possibilidades de escolha. E chegar-se-á sempre mais longe e sempre com uma consciência aumentada e uma maior noção da responsabilidade pelas escolhas que fazemos quando estamos comprometidos com o processo de mudança.

ACTIVA | Para que áreas da vida é procurado maior apoio? Pessoal ou profissional?

AG | Onde está essa fronteira entre o lado pessoal e o lado profissional? O que é a vida das pessoas senão o resultado de um conjunto de áreas em que a área profissional é apenas uma delas? O processo de coaching permite traçar objetivos e avançar rumo à sua concretização, aprendendo e descobrindo ao longo do caminho a melhor forma de os alcançar. Olhar para as questões de uma forma diferente é muitas vezes um pequeno ponto de partida. Ao longo dos dois anos de existência da Escola de Coaching da Cegoc, é possível aferir que a tipologia de coaching mais requisitada, apesar de ter sido registado um crescimento significativo nos cursos “ACTP – Formação de coaches profissionais” e “CCE – Líder coach”, foi no domínio do Executive e Performance Coaching.

ACTIVA | Como é estruturado o programa de acompanhamento no que diz respeito ao múmero de sessões, tipologia, etc.?

AG | Na CEGOC, acreditamos que o coaching assenta no pressuposto que as pessoas têm, em si, os recursos necessários para responderem eficazmente aos desafios com que se deparam. O papel de um coach será o de criar o espaço necessário para que a sabedoria do seu cliente possa emergir. Não existe um programa de acompanhamento pré-definido. Tudo dependerá do tipo de coaching a desenvolver e de cada caso em particular.

ACTIVA | Quais os preços praticados?

AG | Os preços variam em função de cada processo e também da experiência e do grau de credenciação do coach. É longo o caminho para a sua certificação e ainda mais longo o da sua credenciação. Não estamos todos no mesmo nível nem nos mesmos patamares.

ACTIVA | Indique cinco bons motivos pelos quais as nossas leitoras devem aderir ao Coaching.

AG | A melhor forma de sentirmos e percebermos os seus benefícios será sempre vivendo o nosso próprio processo. Quando me perguntam o que é Coaching costumo responder com uma pergunta e um desafio: Existe alguma coisa que gostaria de mudar na sua vida? Se sim, atreva-se a dar esse passo. Ainda assim, deixo algumas possíveis razões: fazer uma mudança na carreira sem deixar de lado os sonhos; ser desafiada a sair da sua zona de conforto e ter mais momentos e assumir mais responsabilidade pelas suas escolhas; enfrentar as dificuldades quotidianas de forma mais efetiva e ir trabalhar mais feliz; conquistar o equilíbrio na sua vida sem culpa ou ressentimentos; para se preparar para cargos de liderança mais desafiadores e para a solidão inerente.

Mais no portal

Beleza e Saúde

Este óleo promete proteger a pele do rosto do frio

Com a chegada do outono, começamos a ter preocupações diferentes com a nossa pele.

Moda

Não vai acreditar no preço deste casaco

Uma solução cheia de estilo para acrescentar aos seus visuais de outono.

Lifestyle

O novo manifesto da Sport Zone é verdadeiramente inspirador

A marca partilha 5 histórias tocantes, nas quais o desporto é uma fonte de motivação diária.

Beleza e Saúde

Nem imagina o que a canábis pode fazer pela sua pele

Uma nova linha a descobrir.

Moda

Conheça os principais motivos para as mulheres não tirarem partido da imagem

No novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso, identifico as razões pelas quais muitas mulheres não se sentem felizes com a aparência e como ultrapassá-las com a ajuda da moda.

Beleza e Saúde

Diz quem sabe: é possível distinguir uma gripe de Covid-19?

Entenda a explicação, segundo um médico virologista.

Beleza e Saúde

Com esta solução, acabaram-se as idas ao cabeleireiro

Testei dois produtos cujos resultados são dignos de profissional. E quem não quer ter um "cabeleireiro" na própria casa?

Beleza e Saúde

10 formas de fortalecer a nossa saúde em menos de um minuto

Confira estas dicas eficazes (e rápidas) que devem fazer parte da sua rotina.

Lifestyle

Falafels de espinafres no forno: de comer e chorar por mais

A nutricionista Rita Pereira partilha esta receita, passo a passo, para uma refeição (ou um snack) vegetariano, saboroso e que só faz bem à saúde.

Celebridades

Emily Ratajkowski acusa fotógrafo de a assediar quando tinha 20 anos

Desde que a modelo revelou a história ao mundo, uma outra celebridade diz ter vivido um episódio semelhante com a mesma pessoa.

Lifestyle

Clube do Livro Finanças de A a Z: "A Poupança no Feminino"

No novo episódio da rubrica Finanças de A a Z estreio um espaço mensal onde vou deixar algumas sugestões de livros úteis para a educação financeira de miúdos e graúdos.

Lifestyle

Livro da semana: "A Quinta" inspira-se nos sacrifícios que mulheres fazem pelos que mais amam

Um livro de Joanne Ramos, publicado pelas Edições Saída de Emergência.