FAZFIGURA_10.jpg

Há 45 anos abriu as portas, mas de vetusto não tem mesmo nada. A luz de Lisboa invade o Faz Figura, restaurante que de outros tempos mantém apenas a vista para o Panteão e para Santa Apolónia. A decoração, a carta e as inovações apresentadas tornam este um lugar avant-garde no campo da restauração em Lisboa – e ideias não faltam da parte do chef Pedro Dias para ir cada vez mais longe.

DSC_7977.JPG

A ACTIVA foi trocar dois dedos de conversa com o mentor deste espaço, antigo jornalista da TSF e da SIC, que, em 2005, adquiriu o restaurante com a família. Em 2018, foi rebatizado com o nome Portugal Wine & Food by Faz Figura – e não foi por acaso. Com entusiasmo, Pedro Dias partilhou as ideias que já estão no terreno e tudo o mais que desenhou para o futuro. O que se tornou fácil compreender pelas suas palavras foi que, além de um restaurante, este é um projeto que, através de uma rede de parceiros nacionais, na área da agricultura, agropecuária, produção vinícola e hotelaria, entre outras, pretende dar a conhecer e permitir explorar a história do nosso património gastronómico. E se alguns dos produtos dos parceiros já podem ser adquiridos numa loja que funciona no espaço do restaurante – como, por exemplo, a aguardente da Lourinhã – no futuro a ideia é levar as pessoas a irem aos próprios locais e conhecer em primeira mão, através de degustações, estadias, visitas a adegas, entre outras propostas, o nosso património. Porque comer não é apenas comer.

Bacalhau de Cura Tradicional.JPG

Se falarmos de comida, então Pedro Dias – que começou à volta dos tachos com a avó quando era criança – faz valer a máxima ‘cada conto acrescenta um ponto’. Há uma história por detrás de cada ingrediente, prato, forma de preparação. É essa multiplicidade que o chef quer trazer para o Faz Figura. “O nosso menu é dinâmico, de raiz portuguesa e muda com frequência, atendendo à sazonalidade e às característicos dos produtos“, começa por explicar. Por isso, pode haver surpresas e pratos novos todos os dias. Mais ou menos ‘residentes’ estão, nas entradas, os Pimentos Doces Recheados com Mousse de Bacalhau e Azeite de Coentros ou os Cuscos Transmontanos com Camarão Salteado. Nos pratos, destaque para o Polvo do Algarve em Crosta de Milho com Vinagrete de Cebola Roxa, Batata e Grelos, o Bacalhau de Cura Tradicional ETG com Farinheira de Estremoz DOP e Esparregado de Grelos, o Borrego de Castelo Branco em Crosta de Ervas com Cuscos de Açafrão, a Perna de Pato com Foie Gras e Arroz Carolino de Laranja ou a Bochecha de Vitela Mirandesa DOP Estufada com Especiarias

Cuscos Transmontanos com Camarão Salteado.JPG

A comida chega acompanhada por um lado high tech colocado ao serviço dos clientes e da experiência que podem daí retirar. E aí está o projeto – quase a sair do forno – de uma app que explique o que se está a servir, principalmente aos muitos estrangeiros que por ali passam. Modernos e funcionais – e já perfeitamente instalados – estão os dispensadores de vinho a copo. E sim, o vinho é muito acarinhado por este lado – logo na entrada, em que o bar surge emoldurado por uma escultura composta por cerca de 900 garrafas – mas também na forma como é apresentado.

Faz Figura .jpg

“Não é tanto a questão da carta. Uma boa carta de vinhos não é uma carta estilo lista telefónica, em que o cliente tem de vir uma hora mais cedo para ler aquilo. O importante é pensar no vinho certo para a pessoa ter a experiência certa. Ser “bem casado” com o que se tem no prato. Então tenho de ter o tipo de vinhos que potencia isso e isso levou-nos a apostar no vinho a copo”, explica Pedros Dias.

As máquinas dispensadoras de vinho a copo – mediante a aquisição de um cartão que pode ser recarregado – permitem escolher entre 48 opções. Se quiser pode fazê-lo num regime completamente self service. E todos os vinhos estão disponíveis para prova gratuita.

“Fazemos um esforço por sermos moderados na política de preços. São escolhidos a dedo pela qualidade e é difícil meter em 48 slots uma realidade que é tão abrangente, com equilíbrio de castas, regiões e por aí fora,” explica ainda, ao mesmo tempo que mostra, nos ecrãs táteis e na app desenvolvida, como de forma intuitiva foi possível criar um guia informativo e lúdico que explica muito sobre vinhos.

Certo é que as ideias na cabeça de Pedro Dias parecem não ter fim e é com os olhos no futuro que desenha outras formas – porque não um roadshow que percorra o país de norte a sul? – de continuar a valorizar aquela que é uma das gastronomias mais ricas do mundo, em que com pouco se faz mesmo muito.

Faz Figura

Rua do Paraíso 15B, 1100-395 Lisboa

O restaurante abre de terça-feira a domingo, das 12h00 às 23h30, e à segunda-feira, entre as 19h30 e as 23h30

Não é obrigatório reservas mas é aconselhado: clique aqui.

Mais no portal

Moda

10 artigos da Zara que vão arrasar em qualquer destino de férias

Estes visuais prontos a usar prometem fazer furor nos seus dias de descanso.

Comportamento

Como lidar com a frustração sexual?

Existem várias causas para a insatisfação com a vida íntima, que pode afetar a qualidade de vida em geral.

Moda

Saiba como fazer uma mala de férias sem complicações

No episódio de hoje da rubrica Imagem de Sucesso, deixo algumas dicas para escolher os derradeiros essenciais de viagem.

Moda

Encontrámos as Havaianas perfeitas para dar brilho ao verão

Se é fã da famosa marca brasileira e gosta de dar um toque de brilho a tudo o que faz, vai delirar com esta novidade.

Lifestyle

6 dicas para viajar de carro tranquilamente com crianças

"Estou com fome! Quanto chegamos? Preciso de fazer xixi!" Viajar com crianças durante um longo período de tempo pode ser um verdadeiro pesadelo.

Beleza e Saúde

Afinal, o que é uma "depressão de baixo grau"?

Recentemente, Michelle Obama fez um desabafo sobre a sua saúde mental. Entenda o que se passa com a antiga Primeira-dama dos Estados Unidos.

Celebridades

Michelle Obama admite que sofre de uma "depressão de baixo grau"

A pandemia aliada a todo o clima de tensão que se vive nos Estados Unidos afetou a saúde mental da antiga Primeira-dama do país.

Celebridades

Daisy Coleman, de documentário da Netflix sobre abuso sexual, morre aos 23 anos

O caso da jovem, que se tornou uma defensora das vítimas de violação, é retratado numa série documental do serviço de streaming.

Lifestyle

Estes podem ser os motivos para continuarmos a ver filmes para adolescentes

Sim, tenho mais de 30 anos e por vezes vejo (e revejo) filmes com histórias para adolescentes. Mas sei que não sou a única!

Celebridades

O interior do frigorífico de Selena Gomez revela muito sobre a cantora

A estrela norte-americana mostrou o que armazena neste eletrodoméstico, bem como no congelador.

Beleza e Saúde

5 produtos de skincare que testei há um ano e agora fazem parte da minha rotina

O mais barato custa menos de 3 euros.

Moda

Criei 5 visuais diferentes com uma peça de roupa que todas temos no roupeiro

Por vezes - e falo por experiência própria -, só precisamos de um pouco de originalidade para não nos cansarmos daquilo que vestimos.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel