Um novo estudo acaba de associar as colorações de cabelo permanentes, bem como os alisamentos químicos a um maior risco de cancro da mama. Os resultados foram publicados no International Journal of Cancer e os cientistas responsáveis pela sua compilação pertencem aos National Institutes of Health (NIH) e ao National Institute of Environmental Health Sciences.

Ora, além das pessoas que pintaram o cabelo e que se submeteram a algum tipo de alisamento químico, aquelas que tinham aplicado este último a alguém também revelaram ter maior risco de desenvolver um tumor mamário maligno. As mulheres negras mostraram maior tendência a desenvolver a doença quando usavam este tipo de produtos.

Os investigadores analisaram dados de 46709 mulheres entre os 35 e os 74 anos de idade, descobrindo que – consoante fatores demográficos, saúde e estilo de vida -, as que tinham usado regularmente estes químicos no ano anterior tinham uma probabilidade 9% maior de desenvolver cancro da mama, comparando com as que não os usavam. No caso das mulheres negras, usar coloração permanente foi associada a um risco 45% maior. Quando usado a cada cinco ou oito semanas (ou mais regularmente), a percentagem aumentava para os 60%.

Note-se que, no que toca a colorações semi-permanentes ou temporárias, o estudo não encontrou qualquer ligação conclusiva. No caso dos alisamentos químicos, o risco de desenvolver cancro mamário fixou-se em mais 18% do que quando não eram submetidas a este processo, mas os investigadores concluíram que este resultado tinha de ser analisado em mais estudos.

Ainda assim, o co-autor Dale Sandler, afirmou: “Estamos expostos a muitas coisas que podiam, potencialmente, contribuir para o risco de cancro da mama, e é pouco provável que um único fator justifique este risco. Embora seja cedo para fazer uma recomendação firme, evitar estes químicos pode ser uma forma de as mulheres diminuirem o risco.”

Paul Pharoah, professor na Universidade de Cambridge, garantiu ainda que, embora estes resultados sejam interessantes, não mostram um aumento significativo do risco nem provam que esta seja uma relação causal, afirmando que “as mulheres que já usaram tais produtos no passado não devem preocupar-se com os riscos“.

Recorde-se que o Serviço Nacional de Saúde aponta o histórico familiar, a idade, a densidade mamária, bem como o estilo de vida como fatores que contribuem para o aparecimento da doença.

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Moda

10 artigos da Zara que vão arrasar em qualquer destino de férias

Estes visuais prontos a usar prometem fazer furor nos seus dias de descanso.

Comportamento

Como lidar com a frustração sexual?

Existem várias causas para a insatisfação com a vida íntima, que pode afetar a qualidade de vida em geral.

Moda

Saiba como fazer uma mala de férias sem complicações

No episódio de hoje da rubrica Imagem de Sucesso, deixo algumas dicas para escolher os derradeiros essenciais de viagem.

Moda

Encontrámos as Havaianas perfeitas para dar brilho ao verão

Se é fã da famosa marca brasileira e gosta de dar um toque de brilho a tudo o que faz, vai delirar com esta novidade.

Lifestyle

6 dicas para viajar de carro tranquilamente com crianças

"Estou com fome! Quanto chegamos? Preciso de fazer xixi!" Viajar com crianças durante um longo período de tempo pode ser um verdadeiro pesadelo.

Beleza e Saúde

Afinal, o que é uma "depressão de baixo grau"?

Recentemente, Michelle Obama fez um desabafo sobre a sua saúde mental. Entenda o que se passa com a antiga Primeira-dama dos Estados Unidos.

Celebridades

Michelle Obama admite que sofre de uma "depressão de baixo grau"

A pandemia aliada a todo o clima de tensão que se vive nos Estados Unidos afetou a saúde mental da antiga Primeira-dama do país.

Celebridades

Daisy Coleman, de documentário da Netflix sobre abuso sexual, morre aos 23 anos

O caso da jovem, que se tornou uma defensora das vítimas de violação, é retratado numa série documental do serviço de streaming.

Lifestyle

Estes podem ser os motivos para continuarmos a ver filmes para adolescentes

Sim, tenho mais de 30 anos e por vezes vejo (e revejo) filmes com histórias para adolescentes. Mas sei que não sou a única!

Celebridades

O interior do frigorífico de Selena Gomez revela muito sobre a cantora

A estrela norte-americana mostrou o que armazena neste eletrodoméstico, bem como no congelador.

Beleza e Saúde

5 produtos de skincare que testei há um ano e agora fazem parte da minha rotina

O mais barato custa menos de 3 euros.

Moda

Criei 5 visuais diferentes com uma peça de roupa que todas temos no roupeiro

Por vezes - e falo por experiência própria -, só precisamos de um pouco de originalidade para não nos cansarmos daquilo que vestimos.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel