Atualmente, existem evidências de que o COVID-19 está a disseminar-se a nível global e foi caracterizado como uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde. Isto exige medidas de contenção para todos e por todos. Seja cuidadoso, seja prático, seja cauteloso, seja generoso. Aceda a informação fidedigna e científica nos sites credenciados a nível nacionais e internacionais. Boatos e rumores só espalham o pânico e não ajudam no controlo da situação viral.

A Europa está a passar por uma transmissão prolongada e sustentada de doenças respiratórias causadas pelo novo coronavírus COVID-19. Pessoas com idade superior a 65 anos e pessoas de qualquer idade com doenças crónicas e/ou com alterações do sistema imunitário correm um risco aumentado de doença grave, nomeadamente quando se desenvolve pnemonia.

Por tudo isto, o Centers for Disease Control and Prevention recomenda que os viajantes evitem todas as viagens não essenciais para os países especificados na Europa: Áustria; Bélgica; República Checa; Dinamarca; Estónia; Finlândia; França; Alemanha; Grécia; Hungria; Islândia; Itália; Letónia; Liechtenstein; Lituânia; Luxemburgo; Malta; holanda; Noruega; Polónia; Portugal; Eslováquia; Eslovénia; Espanha; Suécia; Suíça; Mónaco; San Marino e Cidade do Vaticano.

Os viajantes devem evitar o contato com pessoas doentes e lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Não existindo agua e sabão disponível, devem utilizar um desinfetante para as mãos à base de álcool que contenha pelo menos 60% de álcool, ou até álcool a 70%. É especialmente importante limpar as mãos depois de utilizar a casa de banho; antes de comer; e depois de tossir, espirrar ou assoar o nariz.

Os viajantes que retornam dos países especificados na Europa devem ficar em casa por 14 dias após o regresso da viagem, monitorar a sua saúde, vigiar a temperatura, presença de tosse e/ou dificuldade respiratória e isolamento social. No caso da presença de sintomas ou suspeita de contato com caso de COVID-19 confirmado contacte a linha de SNS24 808 24 24 24.

A Linha de SNS24 está capacitada para dar respostas a estas situações a acautelar as idas aos hospitais dos casos suspeitos de forma proteger também os profissionais de saúde. Use a Linha de SNS24 para a triagem dos seus sintomas e não para informações, para isso foi criado o microsite da DGS com toda a informação disponível https://covid19.min-saude.pt/

O CDC recomenda que os viajantes evitem todas as viagens não essenciais para os países especificados listados acima. Pode haver acesso limitado a cuidados médicos adequados nas áreas afectadas, pode haver necessidade de quarentena e não ser possível o seu regresso quando planeado. A disseminação generalizada e sustentada de uma doença respiratória causada pelo COVID-19 foi relatada nesses países.

Cada país está a agir conforme as suas acções governamentais e dos seus ministérios da saúde, como por exemplo: Portugal suspendeu os voos para o norte de Itália e a Região Autónoma dos Açores indica quarentena a todos os que cheguem às ilhas independentemente da proveniência. A consulta do portal das comunidades portuguesas além de efectuar sempre o seu registo quando viaja, pode ajudá-lo assim como o contacto com a Embaixada de Portugal.

Se passou algum tempo nos países especificados acima nos últimos 14 dias:

– Fique em casa por 14 dias a partir do regresso da viagem, vigie a sua saúde e pratique o isolamento social (significa ficar fora de sítios com aglomerados de pessoas, evitar reuniões de grupo e manter a distância (aproximadamente 2 metros) dos outros quando possível.

– Se você ficar com febre (38 ° C ou superior), tossir ou tiver problemas para respirar

– Procurar aconselhamento contacte a linha de SNS24 808 24 24 24

– Informe o seu médico sobre sua viagem recente e seus sintomas.

– Evite o contato com outras pessoas.

– Não viaje enquanto estiver doente.

Os profissionais de saúde devem obter um histórico detalhado das viagens das pessoas com febre ou sintomas respiratórios agudos. Se houver suspeita de que um viajante tenha COVID-19, devem ser tomadas as medidas do plano de contingência do estabelecimento de saúde.

Foi criada uma linha pela DECO «Dúvidas sobre viagens COVID-19», disponível pelo número telefónico 21 371 02 82, pretende oferecer aos consumidores esclarecimento jurídico (e não sobre saúde) aos viajantes que, perante o atual surto provocado pelo novo coronavírus, querem esclarecer dúvidas acerca de viagens agendadas e de eventuais cancelamentos.

Encontra-me em:
Blogue: https://travellingnursecm.blogspot.com/?m=1
Facebook: https://m.facebook.com/saudeemviagem
Instagram: @saudeemviagem

Palavras-chave

Mais no portal

Moda

10 artigos da Zara que vão arrasar em qualquer destino de férias

Estes visuais prontos a usar prometem fazer furor nos seus dias de descanso.

Comportamento

Como lidar com a frustração sexual?

Existem várias causas para a insatisfação com a vida íntima, que pode afetar a qualidade de vida em geral.

Moda

Saiba como fazer uma mala de férias sem complicações

No episódio de hoje da rubrica Imagem de Sucesso, deixo algumas dicas para escolher os derradeiros essenciais de viagem.

Moda

Encontrámos as Havaianas perfeitas para dar brilho ao verão

Se é fã da famosa marca brasileira e gosta de dar um toque de brilho a tudo o que faz, vai delirar com esta novidade.

Lifestyle

6 dicas para viajar de carro tranquilamente com crianças

"Estou com fome! Quanto chegamos? Preciso de fazer xixi!" Viajar com crianças durante um longo período de tempo pode ser um verdadeiro pesadelo.

Beleza e Saúde

Afinal, o que é uma "depressão de baixo grau"?

Recentemente, Michelle Obama fez um desabafo sobre a sua saúde mental. Entenda o que se passa com a antiga Primeira-dama dos Estados Unidos.

Celebridades

Michelle Obama admite que sofre de uma "depressão de baixo grau"

A pandemia aliada a todo o clima de tensão que se vive nos Estados Unidos afetou a saúde mental da antiga Primeira-dama do país.

Celebridades

Daisy Coleman, de documentário da Netflix sobre abuso sexual, morre aos 23 anos

O caso da jovem, que se tornou uma defensora das vítimas de violação, é retratado numa série documental do serviço de streaming.

Lifestyle

Estes podem ser os motivos para continuarmos a ver filmes para adolescentes

Sim, tenho mais de 30 anos e por vezes vejo (e revejo) filmes com histórias para adolescentes. Mas sei que não sou a única!

Celebridades

O interior do frigorífico de Selena Gomez revela muito sobre a cantora

A estrela norte-americana mostrou o que armazena neste eletrodoméstico, bem como no congelador.

Beleza e Saúde

5 produtos de skincare que testei há um ano e agora fazem parte da minha rotina

O mais barato custa menos de 3 euros.

Moda

Criei 5 visuais diferentes com uma peça de roupa que todas temos no roupeiro

Por vezes - e falo por experiência própria -, só precisamos de um pouco de originalidade para não nos cansarmos daquilo que vestimos.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel