Numa altura em que o mundo combate uma pandemia, são muitas as questões que se levantam – e que nunca nos tinham passado pela cabeça.

Enquanto muitos de nós estamos recolhidos em casa e a respeitar o distanciamento social, há pessoas que não têm esse privilégio. E mesmo quem pode optar pelo regime de teletrabalho dá por si em certas circunstâncias, como uma ida ao supermercado ou à farmácia, em que sair à rua é uma necessidade. Nesses casos, durante este período delicado, é importante saber como proceder no regresso. 

Já sabemos que lavar as mãos durante 20 segundos (ou mais) é essencial, tal como desinfetar o telemóvel, as chaves de casa e os cartões de crédito, etc. Mas pouco se fala sobre o que se deve fazer às roupas que usamos na rua.

De acordo com o Centro para Prevenção e Controlo e de Doenças (CDC, na sigla original) dos Estados Unidos, os vírus da gripe morrem com temperaturas acima dos 75ºC, bem como com alguns produtos, incluindo o cloro, a água oxigenada, o álcool e detergentes. Neste momento, não há razão para não acreditar que os mesmos não serão bons aliados na luta contra o novo coronavírus. Por esse motivo, o CDC recomenda que as roupas usadas no exterior sejam lavadas à temperatura mais quente possível (recomendada para o material, de modo a não as danificar) e, de seguida, deve deixá-las secar completamente.

A entidade também recomenda que as pessoas limpem e desinfetem – são dois processos diferentes – quaisquer superfícies onde as peças de vestuário, lençóis e toalhas tenham estado armazenados como, por exemplo, o cesto da roupa suja. E mais: se for possível, forre o recipiente com um saco de plástico, que deve deitar fora sempre que fizer máquinas de roupa.

Em declarações ao site Refinery29, o professor de microbiologia e imunologia Charles Gerba, da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, disse que os coronavírus são transmitidos de uma superfície para uma pessoa com mais facilidade se essa superfície for dura, como o aço inoxidável, do que macia, como o tecido. Contudo, sublinha que isso não significa que os tecidos não “agarrem” os vírus.

Assim sendo, é melhor prevenir do que remediar.

Palavras-chave

Relacionados

Beleza e Saúde

As grávidas correm riscos específicos com a pandemia do coronavírus?

Saiba o que dizem os estudos mais recentes.

Beleza e Saúde

Aprenda a desinfetar o seu telemóvel em 6 passos

Esta é uma prática que deve ser feita, pelo menos, duas vezes por semana.

Beleza e Saúde

Coronavírus: 3 notícias falsas que andam a correr o mundo

Num cenário de crise de global da saúde pública, a desinformação pode ser a nossa maior inimiga.

Mais no portal

Moda

10 artigos da Zara que vão arrasar em qualquer destino de férias

Estes visuais prontos a usar prometem fazer furor nos seus dias de descanso.

Comportamento

Como lidar com a frustração sexual?

Existem várias causas para a insatisfação com a vida íntima, que pode afetar a qualidade de vida em geral.

Moda

Saiba como fazer uma mala de férias sem complicações

No episódio de hoje da rubrica Imagem de Sucesso, deixo algumas dicas para escolher os derradeiros essenciais de viagem.

Moda

Encontrámos as Havaianas perfeitas para dar brilho ao verão

Se é fã da famosa marca brasileira e gosta de dar um toque de brilho a tudo o que faz, vai delirar com esta novidade.

Lifestyle

6 dicas para viajar de carro tranquilamente com crianças

"Estou com fome! Quanto chegamos? Preciso de fazer xixi!" Viajar com crianças durante um longo período de tempo pode ser um verdadeiro pesadelo.

Beleza e Saúde

Afinal, o que é uma "depressão de baixo grau"?

Recentemente, Michelle Obama fez um desabafo sobre a sua saúde mental. Entenda o que se passa com a antiga Primeira-dama dos Estados Unidos.

Celebridades

Michelle Obama admite que sofre de uma "depressão de baixo grau"

A pandemia aliada a todo o clima de tensão que se vive nos Estados Unidos afetou a saúde mental da antiga Primeira-dama do país.

Celebridades

Daisy Coleman, de documentário da Netflix sobre abuso sexual, morre aos 23 anos

O caso da jovem, que se tornou uma defensora das vítimas de violação, é retratado numa série documental do serviço de streaming.

Lifestyle

Estes podem ser os motivos para continuarmos a ver filmes para adolescentes

Sim, tenho mais de 30 anos e por vezes vejo (e revejo) filmes com histórias para adolescentes. Mas sei que não sou a única!

Celebridades

O interior do frigorífico de Selena Gomez revela muito sobre a cantora

A estrela norte-americana mostrou o que armazena neste eletrodoméstico, bem como no congelador.

Beleza e Saúde

5 produtos de skincare que testei há um ano e agora fazem parte da minha rotina

O mais barato custa menos de 3 euros.

Moda

Criei 5 visuais diferentes com uma peça de roupa que todas temos no roupeiro

Por vezes - e falo por experiência própria -, só precisamos de um pouco de originalidade para não nos cansarmos daquilo que vestimos.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel