D.R.

Eis a questão que todos gostaríamos de ver respondida: estar em quarentena com a cara metade tem de ser sinónimo de maior frequência de relações sexuais? Ora, como poderá imaginar, a resposta a esta questão é bastante pessoal. O que não significa que não haja um padrão.

A Vice Austrália decidiu falar com alguns casais e perceber se o tempo passado em casa os tem afetado de formas diferentes, se sentem mais (ou menos) desejo pelo outro e se as relações sexuais se alteraram, de alguma forma. Dois deles foram bastante explícitos a mostrar que não poderiam estar mais satisfeitos:

Letti, 24 anos, e Colby, 22

Estamos definitivamente a ter mais sexo. Acho que é por não estarmos tão desgastados com o trabalho. Também creio que a completa falta de compromissos sociais nos faz passar mais tempo a relaxar na cama, o que é um convite para a diversão. O sexo que temos tido é mais íntimo e mais intenso também, o que é ótimo para qualquer relação“, afirma Letti.

Quando o isolamento começou, estávamos a ter relações duas vezes por dia. Agora, diminuímos para dia sim, dia não, o que é mais frequente do que o nosso normal. Tem tido um efeito muito positivo na nossa intimidade porque temos respondido muito bem às necessidades um do outro durante a crise“, acrescenta Colby.

Michelle 29, Lazlo 46

Definitivamente, temos tido mais tempo para os tão necessários ‘pequenos-almoços na cama’ e ‘siestas’ da tarde. É bom que a intimidade esteja a acontecer de forma mais natural e orgânica, quando apetece a ambos e a qualquer altura do dia“, refere Lazlo.

Diria que estamos a ter melhor sexo, com mais liberdade e uma energia natural. Antes, estávamos demasiado ocupados para experimentar coisas novas. Mas agora descobrimos um novo significado para essa expressão“, diz Michelle.

Mas nem sempre é este o cenário.

Afinal, quão comum é o aumento da frequência das relações sexuais nesta altura?

Ora, em primeiro lugar, a resposta a esta questão depende dos hábitos pessoais de cada um, de questões como o número de filhos, a exigência do trabalho – mesmo em casa -, ou até a fase que o casal atravessa. E uma pesquisa recente explicou, de forma clara, o fenómeno do aumento da excitação e desejo durante a quarentena – bem como o da diminuição deste.

Verifica-se uma maior percentagem de pessoas que dizem masturbar-se mais agora, bem como ter mais sexo. Mas também há uma maior percentagem de pessoas que dizem não estar a ter qualquer comportamento sexual. E o aumento, neste último caso, é muito maior“, explica à Vox o investigador Justin Lehmiller, do Kinsey Institute, onde atualmente se conduz um estudo que procura perceber como a pandemia está a afetar as relações sexuais.

O especialista acrescenta ainda que isto sucede porque, quando enfrentamos a possibilidade da própria morte, temos tendência a mudar atitudes como forma de lidar com essa ameaça.

Algo que estamos a ver nos dados é que as pessoas estão a incluir mais atividades sexuais online que, provavelmente, nunca tinham feito antes, como forma de realização sexual e também conexão com outras pessoas“, diz.

Por fim, Lehmiller explicou que as pessoas com maior tendência a verificar um aumento do desejo sexual são as que têm uma imagem corporal positiva, que se sentem bem no próprio corpo. Agora, resta-nos esperar pelo final do estudo para analisar os dados concretos e entender o modo como passar mais tempo com o parceiro afeta cada casal, a nível sexual.

Palavras-chave

Mais no portal

Beleza e Saúde

Experiementei a receita de dois ingredientes que dizem ser muito saciante

Se o desafio envolve comida, não há como recusar, não é?

Lifestyle

2021 irá trazer uma boa dose de funk a Portugal

O próximo ano ficará marcado pela 1ª edição do Kondzilla Festival em Lisboa. Kevinho e David Carreira já estão confirmados.

Beleza e Saúde

7 motivos pelos quais não consegue ter um orgasmo

Se não é o seu caso, com certeza já ouviu as queixas de alguma amiga, certo? Entenda por que algumas mulheres sentem esta dificuldade.

Celebridades

Ex-namorada de Drake Bell acusa-o de violência doméstica

A atriz conta que o companheiro a chegou a arrastar pelas escadas de casa.

Celebridades

Angelina Jolie acredita que está a acontecer algo estranho no divórcio com Brad Pitt

Apesar de já estarem oficialmente divorciados, os dois ainda têm algumas questões a decidir, nomeadamente sobre os filhos e finanças.

Celebridades

Pippa Middleton não queria convidar Meghan para o casamento

Rumores de que a irmã de Kate sentia alguma inveja da companheira de Harry parecem ter sido confirmados numa obra recente.

Beleza e Saúde

Diz quem sabe: truques para comer gelados sem engordar

Não precisa de eliminar este tipo de alimento por completo, mas sim saber as melhores dicas para o consumir com moderação.

Celebridades

Chris Pratt e Katherine Schwarzenegger dão as boas-vindas ao primeiro filho

Chris Pratt e Katherine Schwarzenegger celebraram o primeiro aniversário de casamento em junho e assinalam agora a chegada do primeiro filho.

Moda

Estes são os ténis que vão dar um novo fôlego à sua corrida

O regresso de um clássico, em novas cores.

Celebridades

Simon Cowell no hospital após acidente de bicicleta

O jurado do 'America´s Got Talent' está no hospital.

Lifestyle

Unique Sushi Lab: onde comer é sempre uma (boa) surpresa

O restaurante que os amantes de sushi têm de conhecer e que ér capaz de converter mesmo os mais desconfiados em fãs da culinária japonesa. A culpa é do chef Johnny Keep.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel