As preocupações com a nutrição e alimentação estão cada vez mais presentes no dia-a-dia das pessoas. Seguir as recomendações da roda dos alimentos e ter um estilo de vida que inclua atividade física é fundamental para uma melhor qualidade de vida.

À medida que envelhecemos vamos perdendo massa muscular, e, a partir dos 50 anos, perdemos, todos os anos, 1% de músculo, o que pode afetar a força e a mobilidade – e a nossa qualidade de vida. Todos nós ambicionamos um envelhecimento saudável que nos permita manter a atividade física e independência, mas para isso é preciso entender como a alimentação nos pode ajudar.

A proteína, por exemplo, é um nutriente muito importante no organismo e tem um papel especialmente importante nos nossos músculos. É um mito pensar que à medida que envelhecemos, não precisamos de comer tanto. As necessidades energéticas até podem ser menores, mas as necessidades proteicas são maiores. Isto significa que não é suficiente comer só uma sopa ao jantar ou umas bolachas e um chá.

Em todas as refeições, deve haver uma porção proteica, sendo que os alimentos mais ricos em proteínas são: Carne, peixe e ovos e os produtos lácteos. As leguminosas e a soja são também importantes fontes de proteína, sobretudo para regimes vegetarianos ou com restrições de fontes proteicas não animais.

O que acontece muitas vezes é que as pessoas quando envelhecem perdem o apetite, aliado ao facto de aumentarem as dificuldades de mastigar corretamente. Por isso, os primeiros alimentos que deixam de comer em primeira instância são talvez os que mais precisam, como a carne e o peixe. Para além disso aumentam depois o seu consumo em alimentos doces, como as bolachas e bolos que contribuem de forma negativa para a sua saúde.

Para além da massa muscular, os ossos são muito importantes e nesse sentido é muito importante atingir as doses recomendadas de Vitamina D e Cálcio. A Vitamina D é mais difícil de atingir com a alimentação e por isso muitas vezes é recomendado o recurso à suplementação. Se saltarmos refeições ou deixarmos de comer a quantidade certa de carne, peixe, ovos e lacticínios é natural sentirmo-nos mais cansados, sem energia e sem força e até ficarmos mais vezes doentes.

Para garantirmos todas estas necessidades, o recurso a um suplemento nutricional, rico em proteínas, vitaminas e minerais pode ser uma ajuda importante para quem ambiciona um envelhecimento saudável, ativo, e sem comprometer a força e vitalidade de sempre.

É importante esclarecer todas as questões junto do médico ou nutricionista para um aconselhamento individualizado e adaptado às necessidades especificas de cada um

Palavras-chave

Mais no portal

Diz Quem Sabe

Resiliência: a habilidade que nos permite resistir e reconstruir-nos

Um artigo de opinião assinado pela coach Lúcia Palma sobre a importância da resiliência e como construí-la.

Celebridades

Shia LaBeouf proibiu FKA Twigs de manter contacto visual com outros homens

A cantora relatou alguns momentos "desesperantes" da relação.

#VozActiva

Joana Seixas: "Tenho a certeza de que vou acabar a viver no campo"

Joana Seixas, a protagonista da ACTIVA de fevereiro, abre o coração sobre a relação que tem com a natureza no #VozActiva deste mês.

Celebridades

As histórias de oito celebridades que já foram sem-abrigo

Antes de terem a sua primeira grande oportunidade, estes famosos chegaram a não ter onde viver.

Saúde

Os cuidados a ter com os animais de estimação durante a pandemia

Estas medidas assegurem a saúde e o bem-estar de toda a família neste período de confinamento.

Beleza

Cabelos encaracolados: esta escova está a tornar-se viral

Veja por si mesma.

Comportamento

5 brinquedos sexuais para aproveitar este São Valentim sem limites

Para casais, solteiros, ou simplesmente para deixar um amigo feliz.

Moda

Katie Holmes, Gigi Hadid e Alexa Chung adoram estes sapatos

Estas são apenas algumas das celebridades que estão rendidas a este modelo prático e confortável.

Moda

A tendência denim que vamos ver por todo o lado

Seja para uma sessão de fotografias em casa ou para ir trabalhar, se for o caso, atente nesta nova moda.

Saúde

Afinal, o sushi é ou não saudável?

O enigma resolvido, segundo alguns especialistas.

Comportamento

Afinal o que é uma vida sexual normal?

Especialistas analisaram o assunto e apresentam conclusões.

Diz Quem Sabe

Dicas úteis para um confinamento mais tranquilo com crianças em casa

Aqui ficam algumas sugestões da Dra. Carla Chambel, especialista em imunoalergologia, para tornar este tempo conturbado mais fácil para todos.