Situações de crise fazem-nos repensar as nossas atitudes e a relação com o dinheiro não é exceção. Nestas alturas, prometemos que vamos rever o orçamento, que vamos mudar hábitos e que vamos começar a poupar para estarmos mais prevenidos.

O problema começa no fator como porque não basta ter a intenção. É necessário ter as ferramentas e os conhecimentos para sermos os nossos principais gestores financeiros.

Pode parecer uma tarefa difícil, mas com dedicação é possível. O primeiro passo, e também o mais importante e difícil, é a mudança de mentalidade. Não basta querer, é necessário agir, informar-se e definir uma estratégia que permita poupar a curto prazo, para imprevistos, e a longo prazo, por exemplo, poupar para a reforma.

A estratégia deve ser definida consoante o objetivo. Para uma poupança a curto prazo podemos adotar uma estratégia mais criativa, como por exemplo guardar diariamente todas as moedas que tivermos ao final do dia ou fazer mealheiro de moedas de 2€. Vai ficar surpreendido com o valor que vai conseguir poupar no final de alguns meses.

Mas, vamo-nos focar na poupança a longo prazo que normalmente implica um investimento. E por isso mesmo, aquela que requer melhores conhecimentos e um maior envolvimento da sua parte para que consiga aumentar o património.

No investimento, o objetivo é ter sucesso a médio/longo prazo. Não se podem esperar resultados imediatos, elevados e consecutivos para não surgir a frustração. Nestes investimentos, a gestão das emoções tem um papel fundamental.

Quando se opta por investir num produto financeiro é muito importante conhecer todas as suas características e ler os contratos até ao fim. Um investimento não é um jogo, por isso, devemos assumir as rédeas das nossas decisões e tomá-las em consciência. Se tivermos dúvidas, devemos falar com profissionais independentes que possam dar opiniões isentas e credíveis e que nos guiem na tomada de decisões importantes. Mas, não se esqueça, o dinheiro é seu e a decisão final também.

Se é uma pessoa muito impaciente e nervosa provavelmente estes investimentos não são para si. Quando optamos por investimentos a longo prazo devemos conseguir ser realistas, não querendo mais do que aquilo que o investimento nos pode dar, devemos manter a calma, sobretudo quando os resultados não são tão imediatos ou tão bons quanto o esperado, devemos ser disciplinados, cumprindo o plano inicialmente estabelecido e, sobretudo, devemos dar tempo ao tempo, daí se tratarem de investimentos a longo prazo.

Muito importante também é não investir tudo no mesmo cavalo. Ou seja, quanto mais diversificado for o nosso investimento, menor é o risco. Estranho? Ao investir todas as suas poupanças num único produto é provável que o lado emocional se sobreponha ao racional. Ao comprar diferentes produtos permite ter uma carteira diversificada e menos sujeita ao risco único.

Deixamos ainda uma última dica. O passado não é garantia de futuro. Ou seja, se um produto foi muito bom no passado ou se algum amigo teve resultados positivos com um ativo, isto não significa que o futuro será igual. O mercado está em permanente evolução, pelo que o mais importante é investir com base na informação do presente.

Para mais informações e dicas sobre como alcançar o sucesso financeiro faça o download gratuito do e-book Guia do Investimento e torne-se um investidor consciente e informado.

Palavras-chave

Relacionados

Beleza e Saúde

Diz quem sabe: Endometriose e infertilidade estão associadas?

A relação entre os dois problemas e os tratamentos possíveis.

Lifestyle

Diz quem sabe: como se tornar a melhor versão de si mesmo nos novos tempos

Confira as dicas desta 'coach' e aposte no desenvolvimento e crescimento pessoal.

Lifestyle

Diz quem sabe: deve resgatar poupanças em tempo de crise?

"É fundamental perceber os prós e contras de se usufruir das mesmas de forma antecipada ou em tempo de crise", afirma João Morais Barbosa.

Mais no portal

Beleza e Saúde

Diz quem sabe: os alimentos e o Feng Shui

Entenda esta relação, que pode ajudar-nos a entender quais os tipos de alimentos que devemos privilegiar.

Moda

Este truque de styling é uma arma secreta para parecer mais alta

No novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso, partilho um segredo simples que alonga as pernas de uma forma natural.

Lifestyle

ACTIVA de outubro: olhar para dentro

Já nas bancas.

Beleza e Saúde

7 sinais que podem indicar que já esteve infetado com covid-19

Sabe identificar os avisos que o seu organismo lhe dá?

Lifestyle

Experimentei um pequeno-almoço com menos de 200 calorias

Três ingredientes fazem desta uma receita saborosa e muito fácil de preparar (até no microondas).

Celebridades

Será que já nasceu a bebé de Gigi Hadid?

Eis os motivos que têm feito os fãs acreditar que sim.

Celebridades

Júlia Palha mostra como o soutien certo pode elevar a autoestima

A embaixadora da Intimissimi revela como escolhe soutiens, qual a sua peça preferida e como usar uma lingerie para deixar um visual sensual e divertido

Moda

10 malas à prova de chuva

Quando a meteorologia é incerta, há que fazer escolhas seguras.

Celebridades

Michelle Obama lembra quando o irmão foi acusado de roubar a própria bicicleta

O incidente ocorreu com dois agentes da polícia de Chicago.

Celebridades

A surpreendente origem do nome "Beyoncé"

A mãe da artista revelou um facto inesperado acerca da filha.

Celebridades

Cardi B e Offset vão divorciar-se

Foi a artista quem avançou com os documentos.

Beleza e Saúde

As três grandes tendências de cabelos para as estações mais frias

A Schwarzkopf Professional lança uma nova coleção para reiventar os seus fios.