Depois da #BlackOutTuesday, a grande questão é: o que podemos continuar a fazer para ajudar na luta antirracismo?

De recordar que o hashtag faz referência a um movimento global, que decorreu na passada terça-feira, 2 de junho, em forma de protesto contra o racismo e a violência policial nos Estados Unidos da América – e em todo o mundo. 

Enquanto procurava respostas, encontrei um bom ponto de partida na página de Instagram de Liliana Marques, autora do blogue Just Llily, que tem sido uma voz bastante ativa na rede social desde que as imagens do assassinato de George Floyd chocaram o mundo. A jovem adaptou uma série de sugestões que já circulam lá fora para português.

“Posts semelhantes já foram feitos em inglês, mas acho que há pouco material em português. Vou continuar a tentar adaptar conteúdo para português mas, sobretudo, para a realidade em Portugal. Este país também é racista e está na hora de expor os problemas e falar sobre soluções”, começou por escrever. “Estou a tentar o meu melhor para usar esta plataforma para amplificar o movimento, discutir o problema e expor soluções. Se cada um fizer o que pode, estaremos no bom caminho”.

Paulo Pascoal, que entrevistei recentemente sobre o impacto além-fronteiras do homicídio de Floyd, fez uma publicação semelhante. Tal como Liliana, o ator também já usava a sua plataforma para consciencializar os seguidores sobre questões sociais que dizem respeito a todos, e um dos posts explica como é que as pessoas brancas podem ajudar.

“O Artur Santoro fez este manual carinhosa e incisivamente direcionado a pessoas brancas que desejam estar de facto inseridas na luta antirracista (eu readaptei-o para Portugal). É didático, é simples, e é óbvio para muitos de nós. Espalhem para quem não for”, lê-se na legenda.

Se demonstrou o seu apoio a este movimento, é sinal de que acredita na mudança. Mas são necessárias ações concretas – e todos os dias. Lembre-se: não basta não ser racista, há que ser antirracista. Abaixo, listamos algumas entidades que lutam pela equidade racial em Portugal:

SOS Racismo: associação sem fins lucrativos que propõe uma sociedade mais justa, igualitária e intercultural, onde todos, nacionais e estrangeiros com qualquer tom de pele, possam usufruir dos mesmos direitos de cidadania;

Consciência Negra: organização criada com o intuito de lutar contra o racismo, a xenofobia e a violência policial;

Djass – Associação de Afrodescendentes: organização sem fins lucrativos constituída com a missão de defender e promover os direitos dos negros e afrodescendentes em Portugal, e de combater o racismo em todas as suas formas e dimensões, reivindicando políticas e práticas de igualdade;

Rádio Afrolis: é um audioblogue dedicado à expressão cultural de afrodescendentes a viver em Lisboa.

Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR): no nosso País, é o órgão especializado no combate à discriminação racial.

European Network Against Racism – ENAR: uma rede de organizações não-governamentais que trabalham para combater o racismo em todos os países-membros da União Europeia e representa mais de 700 ONGs na EU. Assume-se como determinada a combater o racismo, a discriminação racial, a xenofobia a intolerância relacionada, para promover a igualdade de tratamento entre os cidadãos da União Europeia e os nacionais de países terceiros.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Relacionados

Mulheres Inspiradoras

Quem é Ella Jones? Conheça a nova presidente da Câmara de uma cidade americana marcada pelo racismo

Ella Jones será a primeira pessoa negra a liderar Ferguson, uma cidade que se tornou símbolo de protestos antirracismo em 2014, após a morte de um jovem de 18 anos pela polícia.

Celebridades

O discurso emocionado de Meghan sobre o racismo nos Estados Unidos

A duquesa de Sussex deixou uma mensagem aos alunos finalistas do liceu que frequentou em Los Angeles e emocionou-se falar de George Floyd e de outras vítimas de racismo na América.

Celebridades

Paulo Pascoal: "Temos de deixar de ver os negros como 'os outros'"

Falámos com o ator Paulo Pascoal sobre o significado do assassinato de George Floyd, nos Estados Unidos, e o impacto que este teve (e continua a ter) em todo o mundo.

Mais no portal

Saúde

Os motivos para o IMC ser um método ultrapassado para avaliar o peso e a saúde

Trata-se de um sistema falho e, como tal, não deve ser a única referência para determinar se uma pessoa é (ou está) "saudável".

Moda

Este truque de styling deixa os cadigãs mais elegantes

É simples, mas faz uma grande diferença.

Pera Doce

Já conhece o Otro lado do luxo?

O que têm em comum a perfumaria de nicho, o design e a arquitetura, a alfaiataria de luxo e o chef Vitor Sobral? Foi isso mesmo que fomos descobrir no primeiro restaurante do grupo OTRO.

Celebridades

Adele dita as próximas tendências da estação com look outonal perfeito

Das cores, passando pelos tecidos, às silhuetas, a cantora acertou em cheio.

Celebridades

Kourtney Kardashian e Travis Barker estão noivos

Veja as fotografias do momento em que o músico pediu a empresária em casamento.

Beleza

Seda ou cetim? A melhor opção de fronha para cabelos afro

Deixar tecidos como o algodão de lado faz maravilhas pelos cabelos com textura durante a noite.

Moda

Mafalda Carvalho mostra os desfiles (e as emoções) do último dia de Portugal Fashion

Veja tudo o que aconteceu na Alfândega do Porto.

Lifestyle

A Pizzaria Luzzo é uma das pérolas da Graça

Da comida ao ambiente, tudo é pensado para proporcionar refeições (e momentos) super agradáveis.

Lifestyle

Esta câmara trendy foi concebida para tirar selfies

Ela permite tirar, imprimir e partilhar fotografias em movimento. Um sonho para a Geração Z.

Beleza

5 cortes de cabelo clássicos que nunca saem de moda

Em equipa que ganha não se mexe.

Moda

Bailarinas: como usar estes sapatos clássicos de formas contemporâneas

Inspire-se nestas estrelas das redes sociais para adicionar estes sapatos versáteis e elegantes aos seus próximos visuais de outono.