Uma das prioridades das famílias é educar mais e melhor os filhos. E, no que toca à educação financeira, a regra não deve ser exceção; aliás, deve começar desde cedo e em família.

E porque o mês de outubro representa o mês da poupança, porque não pensarmos como é importante estarmos familiarizados com conceitos tão importantes como o dinheiro, a poupança, o orçamento, o planeamento financeiro, etc? É fundamental que este tema seja verdadeiramente colocado em cima da mesa, para tentar incutir alguma responsabilidade nos mais pequenos.

A educação financeira deve, sem dúvida, fazer parte do dia-a-dia dos mais novos de uma forma muito divertida e original. E porque não através de jogos como o Monopólio ou o Jogo da Vida? É importante que, com a ajuda dos pais, se tornem adultos mais responsáveis no que toca às decisões financeiras e, no futuro, sejam mais conscientes e independentes financeiramente. Que se tornem crianças mais atentas a gastos desnecessários e que saibam gerir bem o seu dinheiro.

E porque a educação financeira deve ser pensada desde cedo, aqui ficam algumas dicas de valores importantes que as crianças devem ter em consideração:

1. Ser a criança a receber o troco numa compra que faça com os pais, por exemplo, nas compras do supermercado, ou num café, e explicar-lhe o que representa aquele troco. As crianças devem perceber que quando pagamos dinheiro a mais, recebemos um troco e aprender a contá-lo para ver se está certo.

2. É fundamental a participação e o incentivo na criança para ela chegar lá, ou seja, conseguir comprar o que quer com o dinheiro que juntou. Este esforço deve ser acarinhado pelo pais como uma conquista! As crianças gostam que lhes digam….”Parabéns conseguiste juntar o dinheiro para o teu objetivo” ou “Força falta pouco para conseguires comprar o que tanto queres”. Desta forma, estará a incentivá-la a criar um hábito e a tomar o gosto desde pequeno(a), o que vai ajudar muito ao longo da vida numa melhor gestão do dinheiro.

3. Deixe o seu filho usar, por exemplo, um pequeno valor que tem no mealheiro numa compra de algo que ele goste e explique porque é importante juntar e que só desta forma é que conseguimos comprar o que queremos. Não esquecer que deve voltar a juntar até perfazer o montante que gastou.

4. Estimule a criança a ajudar quando é preciso, por exemplo, nas tarefas da casa, como arrumar o seu quarto, explicando que poderá receber uma moeda pela ajuda e apoiar a criança nessa atitude, dando sempre o exemplo.

5. Boas práticas financeiras em família são sempre bem-vindas e são um incentivo para as crianças verem nos adultos e fazer igual.

6. É importante a criança perceber a diferença entre bem essencial e supérfluo, para não gastar dinheiro em coisas que verdadeiramente não precisa ou não são saudáveis. Explicar a diferença entre gastar por gastar e precisar de gastar.

7. As crianças devem ter um mealheiro, onde vão juntando o dinheiro que recebem da família e em ocasiões especiais, como o Natal e os aniversários. Devem perceber a importância desse mesmo mealheiro para a concretização de objetivos; objetivos esses que deverão ser elas mesmos a estabelecer.

Sempre que achar por bem e o valor justificar, abra uma conta poupança associada à sua conta à ordem, com a finalidade de amealhar dinheiro para a criança. Pode e deve envolver a criança em todo o processo, pois ela vai-se sentir importante e é essencial para poder compreender a importância e valor do dinheiro, bem como da poupança e num futuro fazer toda a diferença, quando for ela ou ele a gerir o seu próprio dinheiro.

Já sabe, acompanhe estas e outras dicas aqui, em Activa.pt, e nas redes sociais: Instagram | Facebook | LinkedIn

Palavras-chave

Assine uma destas revistas e escolha um presente grátis. Estadas em hotéis, produtos de beleza e muitos outros. Aproveite. Assine aqui

Relacionados

Diz Quem Sabe

Dicas de poupança e investimento que não deve esquecer

Em tempos difíceis, é uma boa ideia colocar tudo em perspetiva, incluindo as finanças pessoais.

Finanças de A a Z

Clube do Livro Finanças de A a Z: "A Poupança no Feminino"

No novo episódio da rubrica Finanças de A a Z estreio um espaço mensal onde vou deixar algumas sugestões de livros úteis para a educação financeira de miúdos e graúdos.

Finanças de A a Z

Entenda como pode (e deve) investir mais em si

No novo episódio da rubrica Finanças de A a Z, partilho algumas mudanças de atitude que podem ajudá-la a investir mais em si.

Mais no portal

Beleza

Meio bob, meio pixie: eis o corte que promete fazer furor em 2022

Podemos estar num novo ano, mas o corte do momento veio direitinho da década de 1990.

Saúde

A importância deste suplemento para quem está grávida ou a tentar engravidar

Algo nem sempre receitado pelos médicos, mas que pode trazer inúmeros benefícios!

Moda

Truques de styling para usar calças largas com confiança

Uma tendência que, além de prática, é confortável e elegante.

Comportamento

Namoro online: 5 dicas para melhorar a experiência

Recomendados por uma terapeuta familiar.

BeYoga

BeYoga: Força e Determinação de Guerreiro

Desperte a guerreira que há em si, de uma forma vigorosa, activando toda a energia orgânica que flui em direção aos seus objetivos. Seja uma guerreira da paz e irradie firmeza para vencer todas as limitações. Sinta-se pronta para ultrapassar todos os obstáculos.

Lifestyle

Agora não é só loja: há brunch na Brigadeirando, no Lx Factory

E a marca tem algumas novidades à nossa espera.

Saúde

Vacina contra o cancro de pele testada com sucesso em ratos

Uma notícia que nos enche de esperança.

Comportamento

Esta é, provavelmente, a melhor dica para encontrar "o tal"

Um truque bastante simples e que é defendido por vários especialistas. Saiba do que se trata e mude a forma como olha para os relacionamentos.

Lifestyle

Estas duas dicas podem revolucionar a sua gestão financeira

E são bastante simples.

Saúde

Covid-19: Estudo explica a importância da terceira dose da vacina

Bem como das vacinas de mRNA.

Comportamento

3 motivos para o sexo (por vezes) causar apego emocional

Eis a explicação de uma especialista, mestre em Sexologia.

Beleza

4 hábitos aparentemente inofensivos que causam pontas espigadas

Saiba quais são e como pode proteger os fios.