Estava eu no carro no meio do transito infernal quando fui surpreendida pela voz do Zé Coimbra (sou viciada no café da manhã da rfm)a dizer que hoje era o DIA DOS SOLTEIROS!

Realmente já se inventa dias para tudo… mas o dia de hoje ao contrário de muitos outros dias de qualquer coisa, não achei ridículo. Talvez por ser também o meu dia ( é verdade sou uma irremediável solteira, muito provavelmente destinada a ficar para tia), mas sobretudo porque acho que é um dia cheio de contradições.








Porquê? Bem, em primeiro lugar porque é um dia a ser celebrado de maneiras completamente opostas pelos homens e pelas mulheres. Calculo que os homens que ouviram a notícia na rádio tenham ficado radiantes por ainda pertencerem ao grupo dos solteiros, essa condição que tanto estimam e se pudessem prolongavam até ao fim dos seus dias. Claro que depois aparecemos nós as eternas chatas com montes sonhos e planos que chamam sempre um par de calças ao barulho e lhes estragam os planos de terem uma casinha só para eles onde possam ver todos os jogos de futebol sem ninguém os chatear…

Foi esta espécie, as rabo de saias portanto, que ficou chocada com a ideia de celebrar este dia; quer dizer não chegava já o facto de se estar sozinha, ainda houve um caramelo qualquer que decidiu inventar um dia que recorda a solteirisse (sempre indesejada, sim porque quando dizemos que estamos bem sozinhas é mentira, somos só nós a tentar convencer-nos que isso é verdade) das mulheres!!! Não se faz! É que isto é coisa para deixar qualquer uma de trombas o dia todo…










Outra contradição deste dia é sem dúvida a forma como ele é passado: Os homens todos sorridentes de certo que vão passar o dia a chatear os amigos casados e lembrar-lhes como era bom ser solteiro… depois de gozarem bem o pratinho que foi fazer inveja aos homens sérios deste país (sérios talvez seja uma palavra um pouco forte para atribuir a um homem, ahahah) até aposto que das duas uma: ou combinam um programa de homens (daqueles que mete sempre minis e futebol) ou então vão aproveitar o melhor do seu estado civil: a arte do engate! Claro que também podem sempre fazer uma coisa e depois outra, se souberem aproveitar bem o ser solteiro.










As mulheres por sua vez têm também várias possibilidades:



1ª- Deprimir, curtir a fossa! Mas se é para curtir a fossa façam o favor de a curtir como deve de ser, com tudo a que têm direito! Quero ver: muitos lenços de papel molhados pelas lágrimas, uma enxurrada de frases como "porque é que ninguém gosta de mim?", "sou tão feia", "tenho tanto azar", etc., o facebook dos ex`s abertos com as fotografias dos mesmos a passar, o facebook das actuais namoradas dos ex`s também abertos com as fotografias a correr sempre acompanhadas sonoramente por uma série de comentários maldosos, falar como se não houvesse amanhã sobre os bons momentos que se viveram acompanhados de muitos soluços. E agora não me recordo assim de mais nada mas se estes itens forem preenchidos, já é uma boa fossa!



2ª- Decidir que não se passa nem mais um dia solteira! Esta é uma hipótese muito trabalhosa, já que requer que se passe o dia inteiro a dar injecções de auto-estima a nós próprias (desde passar o dia a pensar "sou linda" até perguntar às nossas amigas todas "estou linda?"); depois precisamos de escolher muito bem onde vamos por em prática o plano para mudar de estado civil, esta é uma tarefa complicadissima porque temos de ter em conta muita coisa, mas sobretudo temos de ter em conta quem é que queremos encontrar e quem queremos desesperadamente evitar (este pode ser um exercício mental verdadeiramente esgotante); após o sitio escolhido vem a parte mais complicada de todas: FICAR LINDA (a pressão é tanta para ficar linda que dá medo só de pensar!); claro que depois disto tudo ainda temos que fazer o plano dar certo ( o que NUNCA acontece e se por acaso acontecer não vai dar bom resultado a longo prazo).

Conclusão: não escolham esta hipótese e se escolherem por favor no final de tudo, quando se depararem com o insucesso, dêem umas boas gargalhadas às custas da situação.



3ª- Enterrar-se em trabalho. É obrigatório fazer tudo e mais alguma coisa que o chefe pede, comer em dois minutos, ficar até mais tarde no escritório e evitar qualquer conversa com colegas principalmente com as que optaram por uma das hipóteses anteriores, caso não se consiga não dirigir palavra a nenhuma chorona ou solteira em missão a única coisa a fazer é desvalorizar completamente o nosso estado civil e fingir que estamos óptimas assim!



4ª- a quarta e ultima hipótese, aquela que eu recomendo vivamente. É a resignação… aceitar que realmente ninguém nos pega e que quem quer pegar nunca interessa, aceitar que já não à príncipes ou se há, já alguém os fisgou a todos, aceitar que estamos sozinhas e não adoramos mas que a vida continua sem se importar minimamente com os desgostos alheios. Depois da aceitação vem a compreensão, ou seja começar a pensar nas coisas boas de estar sozinha (é verdade, não são muitas as vantagens mas existem) aqui ficam algumas:

– poder flirtar no transito sem nos pesar a consciência

– ir ao cabeleireiro e não sofrer o desgosto de o mais que tudo não perceber que curtamos quase 4 dedos do nosso amado cabelo

– ir às comprar sem ouvir comentários do género "mais uma loja?!", "mas essas calças não são iguais às outras que tinhas vestidas?", "para quê mais uns sapatos se já tens 20 pares?!"

– Puder vestir altura que se quiser de saia sem "aquele" olhar de desagrado em cima de nós

– ir ao cinema e ver todas as comédias românticas que estão em cartaz

(Estas são só algumas das vantagens, se se lembrarem de mais digam.)



Por todos estes motivos o melhor a fazer é mesmo aproveitar a solteirisse para nos dedicarmos a nós e ao que queremos para nós. Entregarmos o corpo e a alma a projectos novos e mimarmo-nos sem restrições.








Em suma ser solteira tem muito que se lhe diga mas não é o fim do mundo… e o dia dos solteiros foi inventado justamente para nos lembrar disso por isso temos mais é que aproveitar porque não são todos os dias que são o nosso dia!



P.s: aposto tudo o que quiserem em como foi um homem que inventou o dia dos solteiros!

Palavras-chave

Mais no portal

Imagem de Sucesso

As regras de estilo para escolher "looks" mais frescos sem descurar a elegância

Este é o tema do novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso.

Diz Quem Sabe

Ervilha amarela: uma nova alternativa aos alimentos de origem animal?

Um artigo de opinião assinado pela nutricionista Ana Leonor Perdigão.

Diz Quem Sabe

Tudo o que precisa de saber sobre a reabilitação oncológica

Um artigo de opinião assinado pelo médico Énio Pestana, do Hospital CUF Cascais, sobre este tipo de cuidados.

Saúde

Podcast: Sandra Gomes Silva responde às nossas questões sobre vegetarianismo

Os prós e os contras de um tipo de alimentação que leva em conta preocupações éticas e ambientais. Afinal, precisamos mesmo da carne para sermos saudáveis?

Saúde

O vegetarianismo melhora a vida sexual? Eis o que diz a Ciência

Não podemos subestimar o poder de uma dieta à base de plantas.

Mulheres Inspiradoras

Tem mesmo de conhecer estas ambientalistas portuguesas

Aqui ficam alguns exemplos de mulheres que renovam diariamente o compromisso de conservação e preservação ambiental.

Beleza

Conheça as grandes vantagens dos champôs sólidos

Preparámos também uma lista de produtos que pode incluir na sua rotina de cuidados capilares.

Nas Bancas

Como salvar as suas plantas

Na ACTIVA Verde, já em banca, os conselhos para escolher e cuidar das suas plantas.

Nas Bancas

Este casal mostra-nos como é viver "fora da rede"

Uma casa de madeira foi o início da mudança.

Nas Bancas

Receitas (de chef): desperdício zero

Sabia que está a deitar fora uma das melhores partes dos seus legumes?

Comportamento

A sustentabilidade chegou ao sexo

Conheça quatro formas de ajudar a salvar o planeta entre quatro paredes.