Mais um dia de modalisboa e a chuva sem parar de cair um minuto, depois de muita volta lá me decidi o que vestir, só sabia que uma coisa não podia faltar… uma gabardine!




Alexandra Moura













Foi a primeira colecção fácil de compreender, onde se percebia a existencia de uma história e as peças apresentavam uma coerência entre si.

Foi o estampado muito abstracto em tons fogo e terra o que mais marcou o desfile, aplicado em todos os tipos de peça. A contrastar com os padrões fortes, Alexandra Moura escolheu tons mais neutros como o preto, o bege e o azul claro, para confeccionar desde os vestidos mais leves, a calças, camisas e casacos.

Uma com um enorme cuidado nos detalhes: as pregas para fora, as aberturas nas costas, os detalhes em cabedal… os pequenos pormenores que fazem um colecção destacar-se.




Cia. Marítima









A marca de fatos de banho apresentou este ano uma colecção com padrões muito diversos e pouco coerentes, sendo que eu pessoalmente não gostei de nenhum. Os biquinis voltaram à sua forma mais tradicional, mas os fatos de banhos revelaram-se menos decotados à frente e mais abertos nas costas. Adorei o fato de banho preto que aparece na imagem tinha umas costas lindas, das restantes peças não encontrei nada que se destaca-se.







Luís Buchinho











Uma colecção muito invernosa onde apenas os materiais faziam lembrar o verão. Os tons brancos, pretos, cinza, castanho e tijolo que dominaram a passerelle de Luís Buchinho, em tecidos texturados, finos e alguns estampados. Mais uma vez voltou a trabalhar os pequenos detalhes drapeados, as assimetrias e as sobreposições, no entanto nesta colecção fê-lo de uma forma mais clean do que o habitual.




Ana Salazar






Mais uma vez Ana Salazar apresenta uma colecção maioritariamente preta, onde os fechos, os atilhos, o cabedal e a renda ( cabedal cortado a laser) tiveram um lugar de destaque. A colecção trabalhou muito as assimetrias e a mistura de materiais. Apresentou dois tipos de estampados abstractos, o primeiro um pouco riscado ( a fazer lembrar canas de bambo) em duas cores diferentes, verde e vermelho; e um outro estampado mais esfumado em tons de rosa e cinza. Pessoalmente não costumo gostar do trabalho desta designer e este ano mais uma vez não gostei, talvez seja problema meu, não sei… só sei que não gosto de todo…



http://cronicasdebaunilha.blogspot.com






Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal