1990s Blur.jpg

1990s Blur

A Ray-Ban celebra 75 anos de história e de espírito Never Hide: “atreve-te a ser tu próprio, a expressar a tua personalidade e o que pensas sem condicionamentos”. Resumidamente, ser fiel aos valores autênticos e únicos que constituem o ADN da Ray-Ban desde as suas origens em 1937, até aos dias de hoje.  Ícones e mitos do passado, mas também do presente  e do futuro: esta é a mensagem chave da campanha publicitária Ray-Ban Legends de comemoração deste aniversário. 

Com esta campanha, a Ray-Ban tem ainda o prazer de anunciar que ganhou 2 Leões de Ouro, no 59º Cannes Lions – Festival Internacional de Criatividade 2012.

História

Ao longo de sete décadas e meia, a Ray-Ban foi um meio valioso que impulsionou uma profunda transformação no mundo da música e das artes, forjando a ascensão da chamada cultura da celebridade (celebrity culture) e propiciando às estrelas do rock e do cinema o poder de influenciar a moda. De James Dean a Audrey Hepburn, sem deixar passar despercebido Michael Jackson, um par de Ray-Ban sempre se revelou um acessório indispensável para os ícones culturais que não se contentam em ser admirados, mas querem chamar à atenção a todas as custas. A Ray-Ban deixou uma marca indelével na história da cultura.

Anos 30: Tudo sobre a aviação

Enquanto os novos aviões permitiam que as pessoas voassem sempre mais alto e mais longe, muitos pilotos da Força Aérea dos Estados Unidos relatavam que o deslumbramento do sol causava-lhes frequentes dores de cabeça, além de vertigens devidas à altitude. Assim, para solucionar este problema, foi lançado um novo tipo de óculos, com lentes verdes que permitiam eliminar o deslumbramento devido aos raios solares sem obscurecer a visão. Nascia assim a marca Ray-Ban.

Esses novos óculos contra o deslumbramento foram colocados à venda ao público em 1937. As lentes originais contemplavam uma armação de plástico com a clássica forma Aviator.

Anos 40: Aviação e Muito Mais

A influência militar sobre a moda era inegável: as camisetas (t-shirt) regulamentares do Exército e da Marinha eram a principal mercadoria de moda nos anos 40, e os civis, em uma tentativa de imitar os pilotos, ostentavam óculos de sol cool e actuais. Ray-Ban havia feito o grande salto, passando da pura e simples função militar à estética da cultura pop – sem contudo sacrificar a tradicional eficiência inerente à marca.

Anos 50: O Glamour de Hollywood

Na esteira da Segunda Guerra Mundial, Hollywood tinha um impacto sempre mais influente sobre o que as pessoas usavam. O modelo Ray-Ban Wayfarer foi lançado em 1952 e, após ser admirado ornando o rosto de lendas do cinema como James Dean em Fúria de Viver, de 1955 e, posteriormente, Audrey Hepburn, em Boneca de Luxo, de 1961, os Ray-Ban Wayfarer tornam-se um dos acessórios de moda mais instantaneamente reconhecíveis de todos os tempos.

Anos 60: Revolução e Mudança

Abraçando o espírito de mudança e revolução daquela época, a Ray-Ban adaptou-se perfeitamente, acompanhando as mudanças dos tempos. Dos aproximadamente trinta modelos realizados no início da década, o catálogo alcança os 50 em 1969, incluindo modelos para homens, mulheres e crianças. Ray-Ban tornou-se líder mundial em óculos devido à sua reputação pela moda e qualidade, tanto dos próprios óculos como dos estojos, realizados em couro e vinil, que os protegiam quando não estavam sendo usados.

Anos 70: A estreia nos desportos

A Disco Music reinava soberana na década de 70, e a discoteca significava vestir para impressionar, o que muitas vezes incluía óculos de sol cool, também em ambientes fechados. Entrementes o mercado dos óculos ia adquirindo uma sofisticação sempre maior e se desenvolvia percorrendo dois caminhos diferentes: necessidades desportivas e acessórios de moda.

ANOS 80: Entre Palco e Ecrã Cinematográfico

O look de Michael Jackson torna-se imediatamente um ícone quando ele surge no Grammy de 1984, com um par de Ray-Ban Aviator. Mas foram os Ray-Ban Wayfarer, que ele escolheu para a épica turnê Bad, que se estendeu de 1987 a 1989 e se tornou a turnê mais frequentada na história.

Anos 90: Uma nova Era para Ray-Ba

Ray-Ban continua sendo, também nos anos 90, a marca preferida do cinema: os Ray-Ban Clubmaster realçam as feições de Denzel Washington em Malcolm X (1992) e de Tim Roth em Cães Danados (1992). Em 1997, Will Smith e Tommy Lee Jones envergam os Ray-Ban Predators em Homens de Negro, e, em 1998, a actuação de Johnny Depp é acompanhada por um par de Ray-Ban Shooter em Medo e Delírio em Las Vegas.

Anos 2000: Cultura e Comunicação

Ray-Ban reafirma sua liderança em facto de inovação e tecnologia, trazendo à luz um novo segmento no âmbito da colecção. A Colecção Ray-Ban Tech Carbon Fiber incorpora a qualidade extraordinariamente resistente, mas extremamente leve, da fibra de carbono.

Palavras-chave

Relacionados

Moda

Será que a Duquesa de Cambridge vai usar estes vestidos na próxima temporada?

A estilista do vestido de casamento de Catherine Middleton, Sarah Burton, à frente da casa Alexander McQueen, lança nova coleção muito ousada

Moda

Louis Vuitton apresenta as suas carteiras mais emblemáticas

As carteiras Neverfull, Saumur e Noé vestem-se também de Monogram Idylle

Moda

Nuno Baltazar abre Pop Up Store em Lisboa, de 11 a 17 de julho

No Espaço ModaLisboa pode encontrar peças da coleção de pronto-a-vestir e decoração, com a assinatura do criador nacional.

Moda

Chloë Sevigny volta a ser rosto de Miu Miu... 16 anos depois

A actriz é imagem da nova colecção da Miu Miu

Moda

Óculos de sol para deslumbrar no verão

Veja os óculos vintage de várias marcas que combinam com os nossos looks para o tempo quente

Mais no portal

Moda

Estas saias prometem fazer furor nas estações quentes

Apresentamos-lhe seis modelos que são ótimos investimentos tanto para a primavera como para o verão de 2021.

Lifestyle

Vamos falar sobre os deliciosos tacos japoneses do FishFish Sushi?

Às quartas-feiras, na compra de três tacos, o restaurante oferece um quarto. Uma oferta literalmente irresistível!

Body Shaper

O derradeiro plano para declarar guerra à celulite e à retenção de líquidos

O novo episódio da rubrica Body Shaper traz-lhe um plano de ataque, sublinhe-se, só com dicas caseiras.

Diz Quem Sabe

Questões a ponderar antes de avançar com uma mudança na vida profissional

A coach Lúcia Palma deixa alguns pontos a ter em conta antes de efetuar qualquer mudança neste campo.

Saúde

Os reajustes necessários para perder peso depois dos 40

Aconselhados por uma especialista.

Beleza

Base demasiado clara? Este truque do TikTok ajuda a resolver o problema

É bastante simples e económico.

Moda

Duvidamos que haja um vestido mais prático do que este

É só vestir e sair porta fora, sem pensar muito no styling.

Comportamento

Os 10 pilares de relacionamentos saudáveis

De acordo com um perito em relações amorosas, existem 10 alicerces de uma parceria que tendem a ser subestimados.

Celebridades

Ex-mulher de Travis Barker alega que o músico teve um caso com Kim Kardashian

Barker é o novo namorado de Kourtney Kardashian.

Diz Quem Sabe

O guia para criar uma selva urbana em casa

Um artigo de opinião assinado por José Luís Velasco, product manager da Gardenia, sobre os novos hábitos que se cultivaram e enraizaram em tempos de confinamento.

Comportamento

Como ser mais vulnerável num relacionamento (mesmo que isso a assuste)

O medo da rejeição faz-nos levantar a guarda e, por conseguinte, perdemos coisas boas como a intimidade e a conexão.

Diz Quem Sabe

O couro cabeludo também precisa de proteção solar

O Dr. Carlos Portinha, coordenador Clínico do Grupo Inspary, explica que o cancro da pele pode ser uma das consequências da exposição do couro cabeludo aos raios solares.