Esta quinta-feira, dia 9, foi feita história no mundo da moda. Pela primeira vez, foi apresentada uma coleção feita em parceria entre uma designer e um sistema de inteligência artificial (IA). O SuperStudio + em Milão, Itália, recebeu esta apresentação e a Activa esteve presente a assistir à “Fashion Flair”, o resultado final de uma parceria que poderá parecer improvável.

O desafio foi lançado pela Huawei, que decidiu combinar a IA de um smartphone com o toque humano e criativo de fashion designer Anna Yang, diretora de criação e fundadora da marca ANNAKIKI. Desta união surge uma coleção de 20 peças.

O desfile foi aberto pela portuguesa Maria Clara. Ao mesmo tempo que as manequins apresentavam as peças, eram fotografadas pelo smartphone Huawei P30 Pro, num espetáculo que combinava a novidade da coleção de moda com a câmara fotográfica deste dispositivo que foi desenvolvida em parceria com a Leica.

Os tons de azul, o cor de laranja forte e os metalizados marcaram esta coleção, tons que coincidem com os que são usados no próprio smartphone. As peças iam dos vestidos mais elaborados, come folhos ou penas, para peças práticas e urbanas, sempre com um toque de irreverência e originalidade. Criações que podem ser usadas desde um simples passeio pela cidade até a uma glamorosa passadeira vermelha.

295__ALF_IMG_20190509_205956.JPG

Uma seleção da coleção estará disponível para compra no site LuisaViaRoma.com. Atualmente estas peças encontram-se em pré-venda. Uma parte dos lucros das vendas será usada para financiar um projeto especial de apoio a jovens talentos numa das principais escolas de Design de Moda de Itália. A Huawei apoiará o encontro entre a moda e a tecnologia, disponibilizando o “Fashion Flair” para estudantes que se poderão inspirar nas roupas da aplicação e criar peças originais e inéditas.

Mas como é possível criar uma coleção de moda com auxílio da IA?

Para criar a coleção ‘Fashion Flair’, a Huawei desenvolveu uma aplicação original onde introduziu dezenas de milhares de imagens de moda dos últimos 100 anos, juntamente com um conjunto específico de imagens da coleção ANNAKIKI. Com série de filtros na aplicação, e através da IA no Huawei P30 e Huawei P30 Pro, a designer criou uma proposta, que foi então desenvolvida numa peça de vestuário final por Anna Yang. A aplicação, uma vez que todas as imagens foram processadas, tem a capacidade de criar propostas de outfits infinitas, apresentando aos designers inúmeras possibilidades criativas.

“Na Huawei, queremos combinar tecnologia com conhecimento, permitindo-nos ir além do que é humanamente possível, mas mantendo a autenticidade que o olho humano pode trazer”, afirma Isabella Lazzini, Diretora de Marketing e Retalho da Huawei CBG Itália. “A expressão artística baseia-se na inspiração que os criadores de conteúdo tiram das tendências e experiências que construíram ao longo de muitos anos. Com a Fashion Flair, usámos a IA para dar aos estilistas um ponto de partida alternativo para o desenvolvimento das suas roupas, tendências e experiências. Os designs da ‘Fashion Flair’ produzidos pela nossa IA são projetados para serem os pilares de construção para o próximo avanço criativo na moda”, acrescenta Isabella Lazzini.

“Para este projeto, experimentei algo que nunca tinha feito antes, inspirando-me na IA de um smartphone como ponto de partida para os meus projetos. A poderosa IA patente no Huawei P30 Pro tornou-se uma fonte de inspiração sempre presente que me permitiu desenhar roupas de uma maneira diferente. A criação com tecnologia tem sido extremamente estimulante e tenho a certeza de que, no futuro, a tecnologia terá um papel fundamental na moda no mundo, abrindo as portas a cenários novos que hoje só podemos imaginar”, refere Anna Yang.

Mais no portal

Beleza e Saúde

Esta é a atividade física que nos deixa com mais fome

Estudo concluiu que pessoas que a praticam ingerem mais calorias.

Celebridades

5 celebridades que taparam tatuagens relativas aos "ex"

Quando o amor chegou ao fim, estas caras conhecidas decidiram dar uma nova vida às memórias que tinham pintadas no corpo.

Beleza e Saúde

Coronavírus: Casados há 53 anos, morreram de mãos dadas, no mesmo dia

Falamos de um casal do Texas, de 80 e 79 anos, internados por pouco mais de uma semana.

Celebridades

Atriz portuguesa estreia-se como protagonista em série da Netflix

Após Nuno Lopes dar que falar em "White Lines", voltamos a vez uma cara portuguesa num papel de destaque no serviço de streaming.

Beleza e Saúde

O mundo é um lugar estranho, portanto experimentei fazer Reiki — e acabei em lágrimas

Aqui, a cura faz-se pelas mãos e, mesmo sem toques, é impossível não nos sentirmos tocados por esta experiência libertadora.

Lifestyle

Livro da semana: "Uma Gaiola de Ouro", uma história que é um grito feminista

Um livro de Camilla Läckberg, publicado pela Suma de Letras.

Inspirações

10 inventoras negras que tornaram as nossas vidas bem mais fáceis

Sem o espírito de inovação e de empreendedorismo de cada uma destas mulheres, estas 10 invenções poderiam nunca ter existido.

Lifestyle

Vídeo viral mostra como picar um dente de alho em 10 segundos

Quer a cozinha seja ou não o seu forte, esta técnica promete facilitar o processo.

Lifestyle

4 dicas de poupança financeira para mulheres empreendedoras

No primeiro episódio da rubrica Finanças de A a Z, deixo algumas sugestões para criar um negócio e potenciar o seu crescimento.

Celebridades

Em tempos de pandemia, foi assim que Khloé Kardashian celebrou o aniversário

O evento teve direito a máscaras personalizadas - mas não só.

Celebridades

"Arranjem um quarto" - Olivia Culpo responde à letra a comentário da mãe do namorado

A modelo publicou uma fotografia em que surge a beijar o companheiro e a resposta que deu à sogra já se tornou viral.

Inspirações

Normalizar corpos normais: o movimento que se tornou viral

Pessoas de todo o mundo têm partilhado imagens dos respetivos corpos, de modo a provar que é normal sermos diferentes.

€2,95 por edição 20% desconto  

Papel