activa

Perfil

Moda

Este é o segredo para que os visuais de Meghan sejam do agrado da rainha

Este produto custa 30€ e tem o selo de aprovação da duquesa de Sussex.

Activa.pt

Max Mumby/Indigo

Meghan é conhecida por dominar as tendências de moda, mas houve um artigo com o qual teve de se familiarizar quando entrou para a família real: os collants nude.

É aí que entra a marca britânica Heist para 'salvar o dia' com propostas para todos os tons de pele, num design inovador sem costuras e cintura adaptável, que pode ser subida ou descaída.

"Estamos encantados com o facto de Meghan ser fã dos nossos collants, e uma de milhares de mulheres que apoiam a nossa marca," disse um porta-voz da Heist à revista 'PEOPLE'.

As estrelas alinharam-se quando a duquesa de Sussex fez uma aparição pública na qual usava collants nude demasiado claros. A gafe aconteceu três dias depois do casamento real, no Palácio de Buckingham.

Getty Images

A Heist deu conta e tentou enviar uma gift a box de produtos para o novo membro da realeza, que foi devolvida porque a família real não pode aceitar presentes. Contudo, a empresa celebrou quando descobriu que, pouco tempo depois, o palácio comprou uma seleção de collants que foram usados por Meghan. O porta-voz confirma que, desde então, a duquesa continuou a apostar na marca.

Samir Hussein

Apesar de as mulheres da família real não serem obrigadas a usar collants, esta é vista como uma alternativa respeitosa às pernas nuas, especialmente na presença de Isabel II. A arte está em fazer a peça parecer natural.

"Trabalhámos com 85 mil mulheres para desenvolver sete tons de nude para que toda a gente, incluindo Meghan, pudesse encontrar o seu par ideal," explica a Heist, que também promove o positivismo corporal e tem uma abordagem inclusiva.

Instagram

A coleção tem quatro modelos diferentes e Meghan usa o The Nude (P.V.P. 30€).

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!