O surto de coronavírus está a abalar as indústrias da moda e do calçado de formas sísmicas. 

A suspensão de atividades na China, um país importante a nível global não só como um motor de vendas, mas também como um dos principais núcleos de produção, os constrangimentos no fabrico em Itália e, consequentemente, a queda acentuada nas visitas a showrooms e das encomendas estão a ter prejuízos incalculáveis. 

Mas, dito isto, há outra questão que se levanta: como é que a pandemia (e as suas consequências sociais) vai afetar aquilo que vestimos?

O mundo da moda parece ser a última coisa em que devíamos pensar durante uma crise global de saúde pública. Mas a observação da mudança de atitudes e estilos de vida num cenário marcado pela instabilidade pode guiar designers, marcas e retalhistas no processo de adaptar as suas abordagens para o resto do ano. É um mal necessário numa altura em que é muito provável que as pessoas reduzam ou mudem drasticamente os seus hábitos de consumo – e em que o fornecimento e o fabrico, provavelmente, serão limitados.

Rag & Bone: jumpsuit em malha e xaile da coleção de (outono 2020)
Getty Images

No fundo, a moda é incrivelmente emocional e numa crise da vida real, o público quer sentir algum conforto – um cobertor de segurança metafórico, mas também num sentido literal.

Será que a malha confortável e os populares conjuntos em caxemira vão tornar-se as principais tendências? Os robes e as sweatshirts com capuz vão ganhar um novo apelo? Agora que estamos recolhidos em casa, é possível que as marcas comecem a apostar nos slippers, uma vez que os stilettos e as sandálias de plataforma não têm serventia?

Nos últimos anos, as tendências de moda começaram a mudar dos “booms” de streetwear e athleisure para formas mais profissionais de vestir. As passarelas mais recentes, das coleções de outono/inverno 2020, não viram desfilar vários ténis e sweaters com capuz, mas sim fatos, botas e agasalhos em couro, que, dadas as circunstâncias atuais, não têm a mesma repercussão junto do público.

Altuzarra: visual em malha e calçado em pelo (outono 2020)
Getty Images

Apesar de o conforto ter sido um tema predominante há alguns anos, apenas alguns designers lhe deram protagonismo nas propostas para a próxima temporada.

Na Semana da Moda de Paris, perante uma preocupação crescente com a disseminação do coronavírus, Joseph Altuzarra combinou decotes elegantes e silhuetas vintage femininas com malhas suntuosas e slippers em pelo sintético. No contexto de uma crise em curso, a sua coleção ganhou ainda mais relevância.

No que ao calçado diz respeito, a tendência das botas práticas teve um timing perfeito. Esta não será uma era de lantejoulas, tecidos acetinados e outras frivolidades. As solas em borracha podem ser limpas com mais facilidade e as já populares solas grossas dão um mote apocalítico que pode empoderar as mulheres, com a sua silhueta estilo armadura.

Stella McCartney: casaco em pelo e botas práticas em borracha (outono 2020)
Getty Images

Na vida real, as pessoas começam a navegar pelas estratégias de teletrabalho, incluindo reuniões virtuais em diferentes aplicações, e uma das maiores dúvidas de moda prende-se com o que devemos vestir como parte de cima. Como resposta, vem-nos à cabeça um retrato de Phoebe Philo.

Na imagem, registada por David Sims em 2010, a designer cobre a boca com uma camisola de gola alta em malha grossa. Confortável, prática e, ainda assim, profissional, a peça é bem capaz de se tornar uma das mais omnipresentes durante o período de isolamento. O seu design também proporciona uma sensação de proteção, mesmo que seja simbólica.

Phoebe Philo

E, apesar de não as podermos ver durante teleconferências, também é seguro apostar que as sandálias forradas com pelo sintético vão fazer um regresso triunfal. Isto porque, nestas alturas, o conceito do conforto como o derradeiro luxo vai ganhar todo um novo significado.

As sandálias forradas com pelo sintético de Phoebe Philo para a coleção de primavera 2013 da Céline
Getty Images

Palavras-chave

Relacionados

Lifestyle

Inditex doa 10 mil máscaras e oferece-se para fabricar material essencial no combate ao Covid-19

O grupo que detém marcas como a Zara, Bershka ou Stradivarius anunciou que está a produzir materiais hospitalares para ajudar no combate ao Covid-19.

Moda

9 visuais tipo pijama para ficar em casa com estilo

Mal podemos esperar para poder usá-los em público.

Moda

Estas camisas e blusas são ideias para fazer videoconferências

Se está a trabalhar de casa e continua a ter reuniões, este shopping é para si.

Mais no portal

Beleza e Saúde

Os melhores vernizes nude para cada tom de pele

É mesmo o que esta altura do ano pede.

Moda

Eiza González dá lição de estilo (acessível) para ocasiões casuais

A atriz foi fotografada a passear em Los Angeles com um visual confortável, que queremos recriar já!

Moda

Alerta tendência: o verde está em alta neste outono

A cor está em todo o lado - e ainda bem. Conheça as nossas sugestões de peças que valorizam qualquer guarda-roupa.

Lifestyle

JÚNIOR Fest: Vem aí mais uma edição do festival para os mais novos

Este ano, o festival da VISÃO Júnior vai até tua casa! Conta connosco para te divertires no dia 14 de novembro.

Lifestyle

Afinal, treinar de manhã faz mesmo a diferença?

Experimentei acordar uma hora mais cedo que o habitual para treinar. Eis o que senti que mudou.

Beleza e Saúde

O Dia Mundial da Psoríase (re)lembra a importância de quebrar o estigma

A data comemorativa assinala-se a 29 de outubro.

Moda

Este é o body que procurávamos esta estação

E custa apenas 19,90 euros.

Moda

40 peças marcantes da coleção de outono-inverno da Zara

Vestidos originais e inspiração nos visuais masculinos.

Moda

Conheça as peças da coleção de joias de Angie Costa e da Anjewels

Brincos, anéis e fios inspirados na moeda americana.

Lifestyle

20 filmes de Halloween para quem não gosta de terror

Quem disse que os filmes recomendados para esta data tinham de assustar? Nada disso!

Beleza e Saúde

Queda de cabelo sazonal: vamos combatê-la neste outono?

Nós explicamos-lhe como, passo a passo.