Sabia que todas as peças Pandora são criadas respeitando os recursos, o ambiente e as pessoas? Membro certificado do Conselho de Joalharia Responsável (RJC) desde 2012 e signatária do pacto global da ONU desde 2011, a Pandora adota agora uma mudança total nos seus métodos de produção.

A marca decidiu não produzir com metais de extração e apostou no ouro e prata reciclados, comprometendo-se a reduzir as emissões de carbono como um contributo para um ambiente melhor. Sendo a maior marca dejoalharia do mundo, a Pandora está empenhada em reduzir a sua pegada ecológica e em tornar-se um exemplo para a indústria em geral.

Além dos dois centros de produção na Tailândia serem instalações ecológicas, este ano, a Pandora terá energia elétrica 100% renovável nas instalações. Até 2025, tornar-se-á neutra em emissões de carbono em todas as operações, incluindo lojas, centros de distribuição e escritórios.

A Pandora aderiu também à iniciativa Science Based Targets (SBTi) – a principal colaboração corporativa de apelo à ação relativamente às alterações climáticas – e, em 2021, apresentará um plano para a redução das emissões de gases de efeito estufa em toda a sua cadeia de valor,em linha com o Acordo de Paris.

Além de tudo isto, todas as joias Pandora são desenhadas para perdurarem ao longo do tempo. Feitas à base de prata e ouro, podem ser eternamente recicladas, sem perder a qualidade. Em 2019, 71% da prata e do ouro destas peças de joalharia já eram provenientes de fontes recicladas. Atualmente, a Pandora está empenhada em, até2025, utilizar apenas prata e ouro reciclados nos seus designs.

“A necessidade de práticas comerciais sustentáveis é cada vez mais importante, e as empresas devem dar o seu contributo em resposta à crise climática e ao esgotamento de recursos naturais. Há muitos anos que a Pandora tem vindo a utilizar metais reciclados nos seus designs. Estamos agora preparados para o próximo passo e para deixarmos de usar ouro e prata extraídos.Este é um compromisso importante que contribuirá para uma melhoria do ambiente e que tornará as nossas peças de joalharia mais sustentáveis”, afirma Alexander Lacik, CEO da marca.

Importa ainda referir que o respeito pelos direitos humanos está presente ao longo de toda a cadeia de valor, baseando-se numa cultura de diversidade e inclusão. Na Tailândia, mais de 11 mil colaboradores trablham sob condições seguras e saudáveis e a marca estabeleceu ainda uma parceria com a UNICEF para educar crianças e jovens mulheres.

A Pandora angaria atualmente fundos para apoio aos programas da UNICEF de educação, igualda de género, sensibilização dos direitos das crianças, capacitação pessoal e envolvimento cívico.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

Moda

Mafalda Carvalho mostra os desfiles (e as emoções) do último dia de Portugal Fashion

Veja tudo o que aconteceu na Alfândega do Porto.

Lifestyle

A Pizzaria Luzzo é uma das pérolas da Graça

Da comida ao ambiente, tudo é pensado para proporcionar refeições (e momentos) super agradáveis.

Lifestyle

Esta câmara trendy foi concebida para tirar selfies

Ela permite tirar, imprimir e partilhar fotografias em movimento. Um sonho para a Geração Z.

Beleza

5 cortes de cabelo clássicos que nunca saem de moda

Em equipa que ganha não se mexe.

Moda

Bailarinas: como usar estes sapatos clássicos de formas contemporâneas

Inspire-se nestas estrelas das redes sociais para adicionar estes sapatos versáteis e elegantes aos seus próximos visuais de outono.

Saúde

Cuidados a ter com a saúde íntima feminina quando as temperaturas descem

Eis as dicas de um ginecologista e obstetra dos hábitos a adotar nesta altura do ano.

Comportamento

Advogada elege as 5 razões mais comuns para o divórcio

Curiosamente, a traição não é uma delas.

Moda

Be The Change: tecidos reciclados e produção responsável com o selo de qualidade Tezenis

Uma coleção de ‘underwear’ bonita, sustentável e mais amiga do ambiente.

Diz Quem Sabe

Pele sensível e pele sensibilizada: entenda as diferenças

E saiba quais os cuidados a ter.

Saúde

Como os cuidados para bebés podem aliar-se à sustentabilidade

Opções para os pais que procuram produtos que causem o menor impacto possível no meio ambiente.

Diz Quem Sabe

A dor crónica não é um problema individual – é um problema de saúde pública

Um artigo de opinião assinado por um grupo de especialistas da Escola de Medicina da Universidade do Minho, a propósito do Dia Nacional da Luta Contra a Dor (15 de outubro).