Elvira Fortunato é a vencedora da 34ª edição do Prémio Pessoa, uma iniciativa conjunta do jornal “Expresso” e da Caixa Geral de Depósitos que distingue personalidades portuguesas com papel significativo nas Artes, Ciência ou Cultura.

Em quase 35 anos, é a terceira vez que uma mulher cientista recebe o galardão – precederam-lhe Maria do Carmo Fonseca (2010) e Maria Manuel Mota (2013) – e a sexta em que o prémio vai para as mãos de alguém do sexo feminino. A conquista deixou Elvira duplamente feliz, conforme contou no programa da Rádio Renascença “As Três da Manhã”.

“É um prémio na área da ciência e, hoje em dia, vivemos num mundo em que a ciência é fundamental. Penso que o cidadão comum percebeu a importância que a ciência tem e a importância de investir em ciência. Em segundo lugar, o prémio foi atribuído na mesma semana em que se assinalou o Dia Internacional da Mulher”.

Licenciada em Engenharia dos Materiais e doutorada nas áreas de Microeletrónica e Optoeletrónica, Elvira Fortunato construiu uma longa e premiada carreira na investigação científica. Foi pioneira na investigação europeia da eletrónica transparente, nomeadamente transístores, memórias, baterias, ecrãs, antenas e células solares, e é considerada a “mãe” do transístor de papel.

O projeto que desenvolveu com o marido, o cientista e investigador Rodrigo Martins, iniciou um novo campo na área de eletrónica de papel e tornou viável microchips baratos e recicláveis. Por conseguinte, considera que esta foi a inovação de que fez parte que teve “impacto maior não só na comunidade científica, mas também na sociedade em geral”, afirmou no programa “Esta Manhã”, da TVI. O júri do Prémio Pessoa concorda.

“A ideia de usar o papel como um material eletrónico abriu portas, em 2016, para futuras aplicações em produtos farmacêuticos, embalagens inteligentes ou microchips recicláveis, ou até páginas de jornal ou revistas com imagens em movimento”, sublinhou o painel, num anúncio online, no passado dia 11 de março.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa já felicitou Elvira Fortunato, considerando que o prémio é “um reconhecimento merecido”, e o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, afirmou que a cientista é “um exemplo para todas as jovens sobre o papel das mulheres na ciência e no avanço das ciências e tecnologias dos materiais”.

Embora as descobertas da investigadora portuguesa tenham corrido o mundo, permaneceu em Almada – a cidade onde nasceu, cresceu, estudou e leciona na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Em declarações à RTP, a professora catedrática pede persistência aos jovens que queiram vingar na carreira científica e que “sigam os seus sonhos”.

Palavras-chave

Relacionados

Vídeos

Conversas Inspiradoras com Carmo Sousa Lara: “Os padrões do corpo cegam-nos”

A nossa primeira Conversa Inspiradora é sobre o corpo. O corpo da mulher real. O corpo que ainda é poucas vezes capa de revista.

Mulheres Inspiradoras

Sandra Brasil lidera investigação sobre inteligência artificial em doenças raras

Saiba um pouco mais sobre o percurso e trabalho desta investigadora portuguesa.

Mulheres Inspiradoras

Filipa Jardim da Silva: a psicóloga que em plena pandemia não quis ficar parada

A profissional fundou a Academia Transformar, com o objetivo de ultrapassar as barreiras físicas e temporais entre nós e o desejo de operar uma mudança positiva nas nossas vidas.

Mais no portal

Moda

Fomos espreitar as propostas da Primark e estes são os nossos 10 acessórios preferidos

Os acessórios must-have para os dias de calor

Moda

Quem disse que não há lugar para fatos num armário de primavera?

Dos tons neutros aos mais vibrantes; das silhuetas justas às oversized, é impossível resistir a estes 10 conjuntos coordenados.

Beleza

Cabelos: três tendências inspiradas nas Deusas do Olimpo

Confira as sugestões Jean Louis David.

Lifestyle

Aos fins de semana, há 'brunch' na Doca de Santo

Com vista para o Tejo.

Moda

Uns ténis para quem não tem medo de brilhar debaixo dos holofotes

Os novos ténis da marca Puma em colaboração com Dua Lipa

Celebridades

Harry aterra no Reino Unido sem Meghan e reencontra-se com o irmão

A propósito do funeral do avô, Philip.

Moda

Estas cinco combinações de cores são a definição de luxo

Quer dar mais cor ao seu guarda-roupa? Então, inspire-se nestes visuais que encontram equilíbrio em apostas inesperadas.

Moda

Parfois: 10 artigos imperdíveis em promoção

Confira as sugestões que selecionámos.

Saúde

Um beijo, três consequências para a saúde oral

O Dia do Beijo celebra-se anualmente a 13 de abril, e Portugal não foge aos festejos. Aqui ficam três consequências (boas e más) deste gesto de carinho na saúde oral.

Body Shaper

A receita caseira que combate três grandes preocupações estéticas das mulheres

No novo episódio da rubrica Body Shaper, partilho uma massagem que ajuda a eliminar a celulite, a má circulação e a retenção de líquidos.

Saúde

CDC declara racismo ameaça à saúde pública

A agência americana focou-se no impacto deste a nível físico e emocional.