Sara Arrais

Sara Arrais tem 28 anos, vive em Paris, onde exerce Medicina Dentária, e, recentemente, aventurou-se no mundo da moda, com o lançamento da Kalimera Collection. Trata-se de uma marca de swimwear minimalista, sustentável e 100% portuguesa que chega para colmatar algumas lacunas do mercado.

Os modelos são intemporais e versáteis, bem como marcados pela qualidade, para que possam durar vários anos. Em entrevista com a Activa, Sara revelou como os diferentes interesses que tem se completam, bem como todo o “trabalhoso” processo de criação da marca, que exigiu a realização de vários cursos.

E se, em grego, Kalimera significa bom dia, em português acrescentamos bem-vinda. Afinal, não há melhor receção do que esgotar um dos modelos da coleção em menos de 24 horas, ainda em pré-lançamento. Conheça o percurso inspirador de Sara, cujo desejo é que, num futuro próximo, a marca vá além fronteiras e seja recebida com um good morning ou um bonjour.

Viagens, fotografias, moda e medicina – como é que estes quatro elementos se juntam?

São, na verdade, as minhas quatro áreas de maior interesse! Depois de terminar o curso de Medicina Dentária, há mais de cinco anos, fui para Paris, onde exerço actualmente. Criei um blog de viagens onde dava dicas, sugestões de roteiros e partilhava fotografias. Com o passar do tempo, senti necessidade de expressar aquilo que ia absorvendo dos lugares, pessoas e culturais que fui conhecendo. Daí surgiu a ideia de criar uma marca, aliada ao blog. O swimwear vem das minhas origens: cresci à beira-mar, em Aveiro, e o biquíni, a praia, o mar, sempre fizeram parte da minha vida.

Existe ainda a ideia de que uma pessoa que exerce medicina só se interessa por assuntos da área das ciências?

Sinto que ainda existe, mas cada vez menos. Já lá vai o tempo em que se tinha apenas um emprego durante a vida. Considero que a nossa área de formação não deve definir aquilo que somos ou impor limites aos nossos interesses. Claro que há um distanciamento enorme entre a Medicina Dentária e a moda de praia… à primeira vista ninguém entende o porquê deste meu interesse por um negócio que não tem nada a ver com a minha área de formação.

De onde surgiu o nome Kalimera?

O nome Kalimera Collection tem origem no nome do blog Kalimera Concept. Esta palavra quer dizer “bom dia” em grego, mas não só. Transmite boa energia e positivismo, que era o que queria passar para quem acompanhava o blog. Achei que fazia sentido transitar a ideia para a marca, e acho que resultou. 

Como foi o processo de criação da marca?

Trabalhoso. Tive que pesquisar muito, perguntar, informar-me. Fiz vários cursos online durante o primeiro confinamento, em 2020. Não tendo formação na área, nem ninguém conhecido que tivesse criado uma marca, não foi fácil. Mas acho que nesta área, ao contrário da Medicina Dentária, a intuição tem um peso significativo. A tentativa-erro é uma constância, aprende-se muito todos os dias.

Qualquer um pode criar uma marca? Que conselhos daria a um jovem empreendedor?

Claro que sim! Acho que cada um de nós é uma marca por si só. Uma marca é algo que diferencia, que se destaca pelos seus valores, características e autenticidade. Tal como as pessoas. Tenho dois conselhos a dar. Não é que me tome por alguém que pode aconselhar, mas são dois motos para mim. O primeiro, é que nunca vai estar tudo como queremos, se esperarmos que esteja tudo impecável para lançar, nunca mais o vamos fazer. Tudo isto é um processo contínuo… “feito é melhor do que perfeito!”. O segundo conselho é focar-nos naquilo que queremos fazer, ter ou onde queremos estar daqui a um, dois, cinco anos e tentar perceber se o que estamos a fazer hoje contribui, de alguma forma, para o nosso objectivo. Se fizermos tudo igual todos os dias, nada vai mudar daqui a um, dois ou cinco anos…

O que é que esta vem trazer de novo ao mercado de swimwear?

A Kalimera Collection é uma marca sustentável, responsável e produzida em Portugal. Focamo-nos na qualidade e funcionalidade das peças. Concebemos modelos intemporais que podem ser usado durante muito anos e em várias ocasiões: na praia, na vida quotidiana, numa festa, num jantar com as amigas. O design minimalista permite facilitar o bronzeado e a cliente pode conjugar as peças da forma que quiser, ou seja, pode escolher um modelo de top e outro de cueca, com tamanhos diferentes entre eles.

Quais as principais inspirações durante o processo criativo?

A colecção Breeze nasce do amor pela praia, por casa. E da vontade de partilhar esse amor. Das ondas do mar e do calor da areia, surge a paleta de cores: bluewave, blue daisy, white shell, vacay garden e terracota. Os dois padrões florais surgem do poder do feminino, do antigo, são inspiradas nas minhas avós. A colecção traduz-se em linhas simples e cortes retro, onde a elegância e o compromisso com os corpos femininos são comuns em todas as peças.

Quais os princípios de sustentabilidade da marca?

Como marca, acreditamos que a sustentabilidade é um processo que se vai construindo. Estamos conscientes que é impossível ser-se 100% sustentável, mas damos o melhor no que está ao nosso alcance para tal. As nossas peças são resistentes ao cloro e aos óleos bronzeadores. Têm proteção UV e são ultra-suaves – garantindo o melhor ajuste e durabilidade.  A partir da utilização de econyl – um material criado a partir de redes de pesca e outros desperdícios do mar -, procuramos oferecer qualidade, intemporalidade e, ao mesmo tempo, responsabilidade.

Optámos por produzir de forma ética, com os melhores materiais eco-responsáveis e estabelecemos parcerias com fornecedores locais que compartilham os mesmos valores que nós. Acreditamos que podemos fazer a diferença na Terra e é por isso que criamos peças intemporais de alta qualidade que vais poder usar por muitos anos. O nosso packaging é plastic-free, fizemos questão de usar papéis com certificação ambiental, e as caixas são o mais pequenas possível, para haver o mínimo desperdício.

Qual tem sido o feedback ao lançamento?

Tem sido incrível. Não estávamos a contar com um feedback tão positivo. Um dos nossos modelos esgotado em menos de 24 horas, ainda durante o pré-lançamento. Dá-nos mais força e motivação para continuar a trabalhar e a crescer.

Pretendem alargar a coleção a peças ou acessórios além do swimwear?

Sim! É algo que queremos muito fazer… numa próxima colecção, quem sabe!

Quem são as pessoas que vestem Kalimera?

A Kalimera é ideal para a mulher ousada e moderna. Uma mulher que adora sentir-se segura na praia e fora dela. Uma mulher que valoriza conforto, qualidade e estilo ao mesmo tempo. Uma mulher elegante que inspira os outros com sua força, liberdade e independência, e que também se preocupa com o mundo ao seu redor.

Quais os grandes objetivos para o futuro?

Queremos que a Kalimera se torne uma referência no swimwear em Portugal, no que toca a qualidade e sustentabilidade.

Palavras-chave

Mais no portal

Imagem de Sucesso

As regras de estilo para escolher "looks" mais frescos sem descurar a elegância

Este é o tema do novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso.

Diz Quem Sabe

Ervilha amarela: uma nova alternativa aos alimentos de origem animal?

Um artigo de opinião assinado pela nutricionista Ana Leonor Perdigão.

Diz Quem Sabe

Tudo o que precisa de saber sobre a reabilitação oncológica

Um artigo de opinião assinado pelo médico Énio Pestana, do Hospital CUF Cascais, sobre este tipo de cuidados.

Saúde

Podcast: Sandra Gomes Silva responde às nossas questões sobre vegetarianismo

Os prós e os contras de um tipo de alimentação que leva em conta preocupações éticas e ambientais. Afinal, precisamos mesmo da carne para sermos saudáveis?

Saúde

O vegetarianismo melhora a vida sexual? Eis o que diz a Ciência

Não podemos subestimar o poder de uma dieta à base de plantas.

Mulheres Inspiradoras

Tem mesmo de conhecer estas ambientalistas portuguesas

Aqui ficam alguns exemplos de mulheres que renovam diariamente o compromisso de conservação e preservação ambiental.

Beleza

Conheça as grandes vantagens dos champôs sólidos

Preparámos também uma lista de produtos que pode incluir na sua rotina de cuidados capilares.

Nas Bancas

Como salvar as suas plantas

Na ACTIVA Verde, já em banca, os conselhos para escolher e cuidar das suas plantas.

Nas Bancas

Este casal mostra-nos como é viver "fora da rede"

Uma casa de madeira foi o início da mudança.

Nas Bancas

Receitas (de chef): desperdício zero

Sabia que está a deitar fora uma das melhores partes dos seus legumes?

Comportamento

A sustentabilidade chegou ao sexo

Conheça quatro formas de ajudar a salvar o planeta entre quatro paredes.