A cerimónia de entrega dos Prémios ACTIVA Mulheres Inspiradoras 2020 decorreu na passada quinta-feira, 27 de maio, no Teatro Tivoli. Uma iniciativa que reconhece o trabalho de figuras de destaque em várias áreas, da Ciência ao Desporto.

Um dos momentos momentos mais marcantes do evento foi protagonizado por Ana Rocha de Sousa, distinguida na categoria Artes. Ao aceitar o galardão, a realizadora fez um poderoso discurso sobre violência sexual, usando um episódio traumático pelo qual passou em 1995, quando tinha apenas 17 anos, como ponto de partida.

A atriz começou por dizer que “não existe uma mulher que não tenha tido medo de atravessar um parque escuro à noite, ou qualquer outro sítio mais óbvio de perigo eminente” e sublinhou que não é possível manter esse estado de alerta 24 horas por dia.

“Existe sempre um momento em que baixamos a guarda”, afirmou. “E, um dia, também eu baixei a guarda e não devia. Culpei-me. Até porque era tão ingénua, própria da tenra idade, que, mesmo avisada com estranheza do perigo, achei ser impossível. Hoje, falo para meninas, adolescentes, recém mulheres. O perigo não está apenas nos lugares óbvios. Protejam-se. Seja perante a casualidade do homem anónimo escondido nas dunas. Seja perante o cantor famoso que acham conhecer e parece tão seguro porque vos encantou com palavras líricas e bonitas. Foi em 1995 a história que não vos posso contar“, continuou. “Arrependo-me de muito pouco na vida, mas lamento ter guardado a história que tenho cravada por contar. A ti, menina, mulher, adolescente, eu digo: não tens culpa. Lembra-te e repete: não tens culpa. A ti, tenho imenso para dizer que pode ajudar. Escreve-me, se te fizer algum sentido o que acabo de contar“.

A atriz confortou os pais das vítimas, lembrando que “é preciso aceitar que a vida nem sempre nos permite estar, proteger e prevenir”. De seguida, deixou algumas palavras ao críticos do movimento contra abusos sexuais #Metoo, que começa a ganhar alguma expressão em Portugal.

“Aos inconsequentes que reviram os olhos a estas meninas-mulheres que falam, estas que se chegam à frente, parem imediatamente de se enfadar. Isto não é para brincadeiras. Não são jogos de brincar. Parem já de exigir detalhes a quem, por lei, não os pode revelar. Mais ainda: parem de viver como se alguém no seu perfeito juízo queira ser notícia com isto ou ter o rosto colado a estas dores; a estas tristezas. Saibam que a culpa, a vergonha, nos é imensamente dura e que a última coisa de que precisamos é cobrança, acusação, mais dor ou qualquer réstia de julgamento“.

Por fim, e num ato de coragem, a realizadora dirigiu-se diretamente ao seu abusador.

“A ti, assediador, violador. Sejas tu um outro, uma patrão, um homem da duna ou um cantor famoso. Fui ensinada a desejar o bem. O bem te desejo. Não pretendo nunca destruir a vida de ninguém. Jamais. Quero acreditar que passados mais de 25 anos és outra pessoa. Esperemos que sejas diferente e muito melhor. Quero acreditar que deixaste de fazer uso da tua fama para assediar e aliciar teenagers para o teu universo sexual, violento, louco e promiscuo. Quero acreditar que fui a única a ser forçada a crescer bruscamente sozinha na vergonha da minha culpa. Que assim tenha sido. Oxalá que assim seja. Repito: nem sou capaz de te desejar mal. Compreendo que só uma alma muito dorida, perdida e atormentada faz o que tu sabes que me fizeste. Ouve bem: nunca mais voltes a fazer. Nunca mais voltes a fazer“.

Ana Rocha de Sousa completou o discurso com uma frase que, a seu ver, lembra aquilo que é mais importante: “Nós somos magoados por pessoas, mas também são as pessoas que nos salvam”, disse, tendo recebido uma ovação de pé do público. 

O momento fez com que Maria de Belém Roseira, membro do júri, se dirigisse ao público no final do evento, na qualidade de antiga Ministra para a Igualdade, inspirada pelo significado das palavras de Ana Rocha de Sousa.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba mais 6 meses grátis. Garanta uma boa leitura durante as suas férias e relaxe. Conheça todas as opções e não perca esta oportunidade. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Pensar demais cansa mesmo? Novo estudo defende que sim e explica porquê

Pensar demais cansa mesmo? Novo estudo defende que sim e explica porquê

Paredes de Coura abre com Lemon Lovers debaixo de chuva ininterrupta

Paredes de Coura abre com Lemon Lovers debaixo de chuva ininterrupta

O visual inesperado de Letizia em Palma de Maiorca

O visual inesperado de Letizia em Palma de Maiorca

Ganha uma consola Nintendo Switch

Ganha uma consola Nintendo Switch

Joana Seixas revela que a ficção imitou a realidade:

Joana Seixas revela que a ficção imitou a realidade: "Eu e a minha irmã tivemos bebé no mesmo dia"

Receita de Lírio, tomate biológico e ponzu, por Hugo Rocha

Receita de Lírio, tomate biológico e ponzu, por Hugo Rocha

Espanha: proibido regular o ar condicionado para menos de 27 graus

Espanha: proibido regular o ar condicionado para menos de 27 graus

Comédia e misoginia na nova série

Comédia e misoginia na nova série "A League of Their Own"

Pilot Technology: a condução autónoma da Xiaomi já tem nome e está a evoluir a bom ritmo

Pilot Technology: a condução autónoma da Xiaomi já tem nome e está a evoluir a bom ritmo

Infantas Leonor e Sofia destacam-se com vestidos de estilos diferentes

Infantas Leonor e Sofia destacam-se com vestidos de estilos diferentes

Agenda para pais e filhos: agosto é tempo de diversão

Agenda para pais e filhos: agosto é tempo de diversão

Chakall fala sobre o fim da relação de nove anos com Tâmara Castelo

Chakall fala sobre o fim da relação de nove anos com Tâmara Castelo

Ainda vamos a tempo de salvar a Amazónia? Ponto de não retorno pode estar ao virar da esquina

Ainda vamos a tempo de salvar a Amazónia? Ponto de não retorno pode estar ao virar da esquina

Doze meios aéreos combatem incêndio na serra da Estrela

Doze meios aéreos combatem incêndio na serra da Estrela

Eduardo Carpinteiro e João Serôdio vencem terceira etapa do Campeonato de Portugal de Novas Energias

Eduardo Carpinteiro e João Serôdio vencem terceira etapa do Campeonato de Portugal de Novas Energias

Tal mãe, tais filhas: Carolina Patrocínio e as filhas fazem o mesmo penteado

Tal mãe, tais filhas: Carolina Patrocínio e as filhas fazem o mesmo penteado

Feitas de fibra

Feitas de fibra

A internacionalização como meta para os empresários

A internacionalização como meta para os empresários

Sónia Jesus sobre o noivo:

Sónia Jesus sobre o noivo: "Aproveitamos as visitas para trocar miminhos"

A diversidade importa

A diversidade importa

As figuras da PRIMA 17

As figuras da PRIMA 17

Ele (a)fundou uma das maiores startups de sempre. Agora volta com uma nova ideia

Ele (a)fundou uma das maiores startups de sempre. Agora volta com uma nova ideia

Estilista Zac Posen está noivo

Estilista Zac Posen está noivo

Catarina Furtado dá nas vistas com top de 'glitter' e calças brancas

Catarina Furtado dá nas vistas com top de 'glitter' e calças brancas

Os 'truques' que os animais usam para se arrefecerem no verão

Os 'truques' que os animais usam para se arrefecerem no verão

A história do Ballett Gulbenkian

A história do Ballett Gulbenkian

Córneas feitas a partir de pele de porco devolvem a visão a 14 pessoas cegas

Córneas feitas a partir de pele de porco devolvem a visão a 14 pessoas cegas

Boris é o preferido

Boris é o preferido

Raquel André: Uma Língua Portuguesa afiada

Raquel André: Uma Língua Portuguesa afiada

Fogo na serra da Estrela

Fogo na serra da Estrela "leva" fumo e cheiro a queimado até Espanha

JL 1350

JL 1350

Streaming em Portugal: Netflix ainda lidera e luta pelo segundo lugar aquece

Streaming em Portugal: Netflix ainda lidera e luta pelo segundo lugar aquece

Se acha que esta crise é igual às outras, não está a prestar atenção

Se acha que esta crise é igual às outras, não está a prestar atenção

Bloco de partos da Maternidade Alfredo da Costa fechado ao exterior até às 09:00 de terça-feira

Bloco de partos da Maternidade Alfredo da Costa fechado ao exterior até às 09:00 de terça-feira

O

O "tubarão do imobiliário" na capa de Agosto da EXAME

Conduzimos o Nissan Ariya em Estocolmo

Conduzimos o Nissan Ariya em Estocolmo

A Smiley faz 50 anos e está por todo o lado

A Smiley faz 50 anos e está por todo o lado

"No meu silêncio construí um mundo inteiro": Cristina Ferreira reflete sobre os seus objetivos

Hospital de Beja com Urgência Obstétrica/Ginecológica encerrada até quarta-feira

Hospital de Beja com Urgência Obstétrica/Ginecológica encerrada até quarta-feira

Três vinhos em boa conta

Três vinhos em boa conta

Vestido rosa

Vestido rosa

Ikea: novidades de outono

Ikea: novidades de outono