Realizaram-se na passada quinta-feira, dia 27, os Prémios Activa Mulheres Inspiradoras 2020. Uma cerimónia apresentada por Marta Atalaya que destacou o que de mais relevante se faz no nosso país no que toca a Artes, Ciência, Desporto, Negócios, Solidariedade e Sustentabilidade, com o apoio da Seat, Endesa, da Filorga e da Pantene.

Reveladas todas as vencedoras, nesta edição, distinguiu-se a cientista Elvira Fortunato com o Prémio Carreira. Cientista, professora catedrática da Faculdade de Ciências e Tecnologia, vice-reitora da Universidade Nova de Lisboa, Elvira Fortunato é ainda diretora do Instituto de Nanoestruturas, Nanomodelação e Nanofabricação, e do CENIMAT, Centro de Investigação de Materiais.

Foi pioneira da eletrónica de papel no mundo e uma referência internacional na eletrónica de transparência. É a criadora do primeiro transístor de papel e também do primeiro ecrã do mundo totalmente transparente com materiais sustentáveis. Com mais de 500 publicações científicas, e mais de 20 prémios e distinções internacionais, em 2021 foi distinguida com o Prémio Pessoa 2020, e ganhou o WFEO GREE Women in Engineering Award, o maior prémio internacional de engenharia que distingue o trabalho desenvolvido por mulheres engenheiras em todo o mundo.

Embora as descobertas da investigadora portuguesa tenham corrido o mundo, permaneceu em Almada – a cidade onde nasceu, cresceu, estudou e leciona na Universidade Nova de Lisboa. No discurso de agradecimento, sublinhou a importância da Ciência, dos investigadores e de trabalhar em equipa nos tempos que correm. Além disso deixou uma mensagem a todos os jovens, independentemente do sexo, que tenham a ambição de vingar nesta área: “sigam sempre os vossos sonhos e que a profissão que um dia escolherem para desempenharem seja, acima de tudo, feita com muita paixão”.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal