Esta semana, tive #cartabranca para cuidar de mim – mais precisamente, do meu cabelo. E para falar deste assunto tão “sensível” para a maioria das mulheres, creio que também devo explicar um pouco daquela que é, desde que me lembro, a minha relação com o mesmo.

Sempre tive muitos caracóis. Assim que comecei a entrar na adolescência, o famoso rabo de cavalo tornou-se o meu penteado de eleição. Nunca me consegui sentir confortável com o cabelo ao natural – o que, diga-se, é um grande limitador de criatividade.

Foi na altura em que estava na secundária que tomei a decisão de fazer um alisamento e fiquei muito, muito contente. Poder deixar o meu cabelo secar naturalmente sem a mínima preocupação? O paraíso. Desde então, repeti o procedimento duas vezes – a última, em 2018.

Na quarentena, aproveitei para não usar muito o secador ou placa de alisamento no cabelo e fui tentando perceber se havia alguma forma de gostar um bocadinho mais daquilo que tenho (os caracóis nunca mais regressaram, mas tenho umas ondas com o problema de sempre: demasiado volume).

A conclusão? Nada. Ainda não encontrei nada – um ingrediente, um produto, uma espuma – que me faça sentir confortável no momento em que saio de casa com o cabelo ainda húmido. E é por isso mesmo que o artigo de hoje tem um lugar especial nos meus desafios semanais.

Um investimento que vale muito a pena

Se contabilizarmos todas as idas ao cabeleireiro, todos os alisamentos (ou procedimentos do género), todos os penteados que deixamos nas mãos de profissionais que sabem, de facto o que fazem, a conta será, provavelmente, elevada. Porém, a Dyson lançou a solução ideal para um resultado digno de cabeleireiro – mas em casa.

Chama-se Dyson Airwrap e é um modelador multifuncional. Numa caixa que, por si só, já nos deixa maravilhadas, encontramos vários acessórios que prometem encaracolar, ondular, alisar e secar os fios de cabelo. Além disto, não é usado calor extremo, de modo a evitar danos no cabelo.

E se este resumo é aliciante, o melhor é mesmo a técnica usada para ondular o cabelo. Ao contrário da maioria dos produtos no mercado, este usa o efeito Coanda – um fenómeno físico que ocorre quando um fluxo de ar de alta velocidade está próximo de uma superfície arredondada.

Traduzindo: quando aproximamos uma mecha de cabelo do modelador, enrolando apenas a ponta, ele faz o restante trabalho por nós. Isto é, à medida que o vamos aproximando desde a ponta já enrolada até à raíz, o cabelo vai-se enrolando automaticamente. Depois, é só esperar uns segundos e largar para uma onda de efeito natural.

A minha experiência

Como expliquei, o meu cabelo é volumoso, tem ondas e, de momento, tenho-o comprido (já naquele ponto em que começa a dar demasiado trabalho). No primeiro dia em que usei o airwrap, demorei – sem querer mentir – mais de duas horas a alisá-lo e a (tentar) fazer ondas.

No segundo dia, percebi que é mesmo uma questão de hábito. Já com o cabelo mais liso – mas, ainda assim, não aquele “liso de cabeleireiro” – demorei cerca de 20 minutos a fazer ondas. Claramente, não ficaram perfeitas – e, infelizmente, o meu cabelo não as segura durante muito tempo -, mas não desisti.

À terceira tentativa, apercebi-me que a minha distração tinha levado a taça – afinal, está escrito em todo o lado que, para melhores resultados, o cabelo deve estar húmido (plot twist: o meu não estava). Tive uma conversa breve comigo mesma e segui em frente. Desta vez, usei o airwrap depois do banho. E que diferença!

O resultado que consegui foi bastante melhor, comparativamente aos restantes dias, mas ainda havia algo a incomodar-me: o volume. Atenção, não era um volume feio, mas sim aquele volume que conseguimos num cabeleireiro, se for esse o nosso pedido. Neste caso, foi apenas uma questão de gosto pessoal – e gostos de cabelo não se discutem!

No último dia de teste, decidi tentar algo diferente, para um resultado mais à minha medida: antes de usar o airwrap, alisei o cabelo com o Dyson Corrale. Ora, falo do “único alisador de cabelo com tecnologia de placas flexíveis” e que, ainda por cima, pode ser usado sem cabos (sim, isto significa que pode andar pela casa ou ficar no sofá enquanto estica o cabelo).

Resultado: o desafio não poderia ter terminado de melhor forma. Em primeiro lugar, fiquei surpreendida com o brilho incrível com que este alisador deixa o cabelo e, em segundo, as ondas que consegui depois, com o airwrap, eram mesmo o que pretendia: algo bastante discreto e natural (embora fosse preciso usar laca para durarem mais tempo, no meu caso).

Em jeito de resumo, não sou nenhuma profissional. Porém, o que percebi, com estes dois produtos, foi que, com a prática, tudo se consegue. E se, em quatro dias, aperfeiçoei (só um bocadinho) a minha técnica, mal posso esperar pelos resultados que vou conseguir daqui a um mês.

Ah, e não tenho dúvidas de que, no dia em que decidir voltar a cortar o cabelo pelos ombros, o processo será muito mais rápido e “perfeito” – afinal de contas, é muito trabalhoso alisar e fazer ondas sozinha num cabelo comprido. Nessa altura, voltarei a falar-vos e contar-vos-ei os penteados que já experimentei.

Para já, fiquem com um breve vídeo da minha “evolução”, ao longo desta semana:

Contem-nos, nas redes sociais, quais os vossos penteados e técnicas de eleição, identifiquem a ACTIVA e utilizem a hashtag #cartabranca. Até para a semana!

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

Diretores do Hospital de Ponta Delgada voltam atrás e vão tentar

Diretores do Hospital de Ponta Delgada voltam atrás e vão tentar "reconstruir" as escalas

Como um clube português quer tornar o futebol mais

Como um clube português quer tornar o futebol mais "verde"

Natal: Presentes essenciais

Natal: Presentes essenciais

Abra as portas ao Natal e vista a casa a rigor

Abra as portas ao Natal e vista a casa a rigor

Mesa com tecnologia inovadora foi premiada

Mesa com tecnologia inovadora foi premiada

"Sangue Oculto": Carolina assume a identidade de Beni

Catarina Furtado recebe prémio e conta como vai ser o seu Natal

Catarina Furtado recebe prémio e conta como vai ser o seu Natal

Eleições para Conselho Geral e Supervisão da ADSE com abstenção de 96%

Eleições para Conselho Geral e Supervisão da ADSE com abstenção de 96%

Congresso mundial debate em Lisboa

Congresso mundial debate em Lisboa "pandemia" de diabetes que afeta um em cada 10 adultos

Atitude, arrojo e inovação: Recorde os

Atitude, arrojo e inovação: Recorde os "looks" de Letizia na entrega dos prémios Francisco Cerecedo

Carolina Norton de Matos, irmã da atriz Bárbara Norton de Matos, está noiva de Cameron Hudson

Carolina Norton de Matos, irmã da atriz Bárbara Norton de Matos, está noiva de Cameron Hudson

PR dá posse a seis secretários de Estado incluindo novo adjunto do PM

PR dá posse a seis secretários de Estado incluindo novo adjunto do PM

Girl Talk: este País não é para nós

Girl Talk: este País não é para nós

5 momentos a não perder neste Natal em Lisboa

5 momentos a não perder neste Natal em Lisboa

Wall&gami: fazer da arte do origami uma peça de decoração

Wall&gami: fazer da arte do origami uma peça de decoração

E ainda... Saramago

E ainda... Saramago

As maiores fortunas de Portugal na capa da EXAME de Dezembro

As maiores fortunas de Portugal na capa da EXAME de Dezembro

Mortandade de bivalves na ria Formosa ameaça sustentabilidade da amêijoa

Mortandade de bivalves na ria Formosa ameaça sustentabilidade da amêijoa

Saiba como escolher a máquina de secar roupa

Saiba como escolher a máquina de secar roupa

Tendências: couro

Tendências: couro

EXAME 464 - Dezembro de 2022

EXAME 464 - Dezembro de 2022

Pastelaria Versailles: 100 anos de histórias, sabores e algumas novidades

Pastelaria Versailles: 100 anos de histórias, sabores e algumas novidades

Exame Informática TV 791: auriculares sem fios, o impressionante Odyssey Ark e smartphones recondicionados

Exame Informática TV 791: auriculares sem fios, o impressionante Odyssey Ark e smartphones recondicionados

Agenda pais e filhos para dezembro

Agenda pais e filhos para dezembro

Está com Covid-19? Saiba o que fazer de acordo com as novas regras

Está com Covid-19? Saiba o que fazer de acordo com as novas regras

Como cresceu Archie, o filho mais velho do príncipe Harry e de Meghan Markle

Como cresceu Archie, o filho mais velho do príncipe Harry e de Meghan Markle

Eco-Rally de Lisboa: os elétricos passaram pela capital

Eco-Rally de Lisboa: os elétricos passaram pela capital

Lancia ‘renasce’ como marca 100% elétrica

Lancia ‘renasce’ como marca 100% elétrica

Bully de João Félix agride dirigente da FIFA à cotovelada

Bully de João Félix agride dirigente da FIFA à cotovelada

Universidade de Évora e Cruz Vermelha testa com sucesso baterias de segunda vida em cenário de catástrofe

Universidade de Évora e Cruz Vermelha testa com sucesso baterias de segunda vida em cenário de catástrofe

Universidade de Évora e Cruz Vermelha testa com sucesso baterias de segunda vida em cenário de catástrofe

Universidade de Évora e Cruz Vermelha testa com sucesso baterias de segunda vida em cenário de catástrofe

Esta Iguana move-se no universo das novelas gráficas

Esta Iguana move-se no universo das novelas gráficas

12 Mercados de Natal, de Lisboa a Sintra, com sugestões de presentes para toda a família

12 Mercados de Natal, de Lisboa a Sintra, com sugestões de presentes para toda a família

Musk: implantes de chips no cérebro estão a 6 meses de distância. E ele quer um

Musk: implantes de chips no cérebro estão a 6 meses de distância. E ele quer um

JL 1361

JL 1361

O centenário de Saramago

O centenário de Saramago

Livros: Os melhores de 2022

Livros: Os melhores de 2022

Ela já fez antivírus, dissecou malware e agora avisa: “Para deixar um país de joelhos basta um cibercriminoso”

Ela já fez antivírus, dissecou malware e agora avisa: “Para deixar um país de joelhos basta um cibercriminoso”

VISÃO Júnior de dezembro de 2022

VISÃO Júnior de dezembro de 2022

As diferenças no Natal de Lourenço Ortigão e Kelly Bailey

As diferenças no Natal de Lourenço Ortigão e Kelly Bailey

Máxima da Holanda surpreende com visual em tons de cinzento e preto em entrega de prémio em Amesterdão

Máxima da Holanda surpreende com visual em tons de cinzento e preto em entrega de prémio em Amesterdão

Em “Sangue Oculto”: Beni descobre todas as mentiras de Vanda

Em “Sangue Oculto”: Beni descobre todas as mentiras de Vanda