Como vos contei há uns tempos, ganhei uma certa rotina de treino durante a quarentena. Disse-vos, também, que já regressei ao ginásio. Contudo, como a maioria das pessoas (creio), sinto alguma dificuldade em treinar antes do trabalho. Isto porque me falta a motivação para largar o meu colchão uma hora mais cedo.

Quando morava em Lisboa, costumava fazer a minha caminhada matinal até ao ginásio e ia treinar bastante cedo. Sempre adorei! Para mim, as manhãs sempre foram mais produtivas do que os finais de dia. Contudo, com algumas mudanças de rotina, foi-me sendo difícil acordar mais cedo e as idas ao ginásio foram ficando para o pós-trabalho.

Esta semana, decidi dedicar cerca de meia hora ao exercício físico logo após acordar, para ver que diferenças notava no meu dia. Porém, em vez de ir ao ginásio, optei por fazê-lo em casa para não atrasar trabalho. Não vou mentir e dizer que foi facílimo acordar antes do habitual – deixei o despertador tocar quase meia hora – e admito que, quando pus os pés fora da cama, quase me arrependi.

Estava tão cansada que tudo o que me apetecia era voltar para debaixo dos lençóis e não ir transpirar em frente da televisão. Mas fui – e só tenho a agradecer a esta rubrica semanal por isso. Caso contrário, talvez não tivesse tido motivação para tal. Pode-se dizer que tive #cartabranca para ser uma pessoa mais saudável.

Bom, procurei um treino intenso e fiz 15 minutos de cardio que me deixaram de rastos. Depois, encontrei um vídeo de exercícios menos “pesados” e complementei o primeiro treino com outros 15 minutos, mas mais calmos. Posso dizer-vos que, assim que comecei a transpirar, o cansaço com que me tinha levantado já era. Senti-me desperta e cheia de energia.

Passada esta meia hora – que voou -, fui tomar banho. E que diferença! Nada paga o cansaço (bom) depois de um treino, complementado com um duche. Vesti-me e sentei-me à frente do computador com o meu pequeno-almoço. As principais mudanças? O primeiro impacto foi sentir bastante mais fome que o habitual. Isto porque decidi não comer nada antes do treino, apenas fui bebendo água.

Depois, senti-me mais atenta e produtiva. O facto de ter feito exercício, tomado banho e vestido algo que não um pijama ou fato de treino fizeram toda a diferença. Não posso falar por todas as pessoas, obviamente, mas, pela minha experiência, gastar energia logo pela manhã acaba por me deixar sempre com muito mais energia ao longo do dia.

Acima de tudo isto, sinto-me, sem dúvida, mais alegre. As pequenas tarefas, sejam profissionais ou domésticas, ganham outra leveza. No fundo, sinto-me mais “capaz” ao longo do dia, sempre que as minhas manhãs são movimentadas. E não podia fazer nada senão aconselhar-vos a dar (ou voltar a dar) uma chance a esta rotina.

A que horas costumam treinar e quando se sentem mais produtivas? Contem-nos as vossas experiências nas redes sociais. Identifiquem a ACTIVA e utilizem a hashtag #cartabranca. Até para a semana e bons treinos!

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

Moda

Esta mala Parfois é um verdadeiro 'must-have'

E está disponível em duas cores.

Comportamento

10 ferramentas essenciais para qualquer relação funcionar

Saiba como tirar o melhor partido da vida a dois.

Celebridades

Amy Schumer remove o útero e o apêndice devido a endometriose

A atriz partilhou a própria história nas redes sociais.

Celebridades

Ashley Graham está grávida de gémeos

A modelo revelou o sexo dos bebés num vídeo que apanhou os fãs de surpresa.

Lifestyle

Packs anti-experiência: uma forma de ajudar quem precisa

A PAR e FNAC juntaram forças no apoio aos refugiados de Cabo Delgado. Ajudar a causa é fácil: adquirir um dos packs Anti-Experiência que já estão à venda nas lojas.

Moda

Iris Apfel: a influencer centenária cria coleção para a H&M

Mulher de negócios, um verdadeiro ícone de estilo, designer de moda e decoradora de interiores, Iris ´uma mulher verdadeiramente inspiradora.

Moda

A coleção-cápsula que celebra o 'athleisure' como nunca viu antes

Pela mão do designer francês Monsieur Christian Lacroix.

Moda

Intimissimi lança novidades para o outono/ inverno

Conheça as novas peças da marca italiana.

Saúde

Zero comportamentos de risco: ilustradora Clara Não ajuda na sensibilização dos jovens para o VIH

No ZEROVIH.PT os jovens podem encontrar informação sobre a infeção e respostas às perguntas mais frequentes em caso de diagnóstico.

Moda

Conheça a coleção de outono Parfois

Da roupa aos acessórios.