Nos últimos anos, a área da saúde e bem-estar tem estado, cada vez mais, “na moda”. Vendem-se livros de autoajuda, promove-se a meditação e nunca tanto se ouviu falar de mindfulness. Isto é, da “atenção plena”, que, no fundo, resume a prática de prestarmos atenção ao presente, libertando-nos de preocupações passadas ou futuras.

Pois bem, esta foi mais uma semana dedicada a tentar reduzir a minha tendência a preocupar-me com coisas que não consigo controlar. Após ter passado uma semana a meditar diariamente, pela manhã, tive #cartabranca para adotar um novo hábito que promete acalmar a mente. Desta vez, fi-lo à noite, antes de dormir.

Mas antes de vos contar do que falo, preciso de fazer um breve comentário. Apesar de sempre ter tido o meu quê de ansiosa, e de procurar formas de diminuí-lo, nunca dei grande crédito a estas “fórmulas mágicas” de que tanto se fala. Afinal, experimentei algumas e voltei sempre à estaca zero, tempos depois.

Recentemente – e muito devido a estes desafios semanais – mudei o discurso. Porquê? Porque acredito verdadeiramente que nunca funcionaram comigo porque eu nunca o permiti. Isto é, nunca lhes dediquei o tempo devido para que se tornassem, de facto, hábitos. E se eu não os consigo manter na minha rotina, como é que posso esperar resultados?

Como na maioria das questões, a consistência é chave. E creio que é esse o grande segredo por trás de todos os hábitos com grandes promessas a longo prazo. Afinal, sou a única culpada por ser ansiosa e, ainda por cima, querer resultados para ontem. Mas ninguém é perfeito, não é verdade? E acho que mereço uma segunda oportunidade. Ou terceira. Ou…vocês entendem.

O hábito

Falemos do que importa. Ao longo desta semana – e mesmo nos dias em que o sono quase falou mais alto -, comprometi-me a fazer uma lista com as coisas boas (pelo menos, três) que me tinham acontecido ao longo do dia. Uma espécie de lista de gratidão.

O objetivo desta rotina é tornar-nos, precisamente, mais atentos ao presente, àquilo que vivemos no dia-a-dia, e menos preocupados com o que já aconteceu ou pode vir a acontecer. Ah, e, claro, mais gratos pelas pequenas coisas.

Esta revelou-se uma tarefa nem sempre fácil. Lembrarmo-nos de coisas que nos fizeram sentir bem ao longo do dia revela-se desafiante, precisamente porque, por norma, não estamos a prestar atenção. Mas há forma de dar a volta.

No meu caso, o que fiz foi tentar não escrever por escrever. Dediquei uns segundos ou minutos a cada tópico que escrevia na lista, para os “sentir” verdadeiramente (se é que isto vos faz sentido). Quis tentar apreciar aquilo pelo que estava grata e não apenas escrever algo “clichê”.

O feedback é que esta pode ser uma experiência bastante gratificante. Não estamos habituados a pensar (e, sobretudo, a aproveitar) nas coisas que nos fazem sentir bem, pelo que fazer esta lista conscientemente nos mostra que temos muito a agradecer.

E mesmo quando tivemos um dia menos bom e parece que não nos conseguimos lembrar de nada, há sempre algum pormenor que “podia ter sido pior”. Esteve sol? Comemos algo de que gostamos? Ouvimos aquela música que adoramos? Temos saúde? Temos família e amigos com quem contar? Há sempre alguma coisa. E essa é a maior beleza de prestar atenção (com olhos de ver).

Contem-nos, pelas redes sociais, quais os melhores hábitos que já adotaram nas vossas rotinas. Houve algo que transformasse a vossa vida ou vos libertasse do stress? Usem a hashtag #cartabranca e identifiquem a ACTIVA. Bom resto de semana e até dia 19, que vou aproveitar uns dias de férias!

Palavras-chave

Mais no portal

Mais Notícias

Ligações felizes em Barcelona

Ligações felizes em Barcelona

Hospital de Almada pediu desvio de doentes não críticos para outros hospitais

Hospital de Almada pediu desvio de doentes não críticos para outros hospitais

Legislação de proteção dos solos está

Legislação de proteção dos solos está "na gaveta" há sete anos

Decskill chega aos 500 consultores

Decskill chega aos 500 consultores

Bully de João Félix agride dirigente da FIFA à cotovelada

Bully de João Félix agride dirigente da FIFA à cotovelada

Portugal faz bem: matéria natural

Portugal faz bem: matéria natural

Livros: Os melhores de 2022

Livros: Os melhores de 2022

Rota do Vinho de Talha: Uma viagem no Alentejo, de copo na mão

Rota do Vinho de Talha: Uma viagem no Alentejo, de copo na mão

Tendências: couro

Tendências: couro

João Galamba assegura que agricultura conta com 90 ME em apoios desde 2021

João Galamba assegura que agricultura conta com 90 ME em apoios desde 2021

Loja da Costa Nova no Porto

Loja da Costa Nova no Porto

Passatempos: vê o que podes ganhar este mês!

Passatempos: vê o que podes ganhar este mês!

Atitude, arrojo e inovação: Recorde os

Atitude, arrojo e inovação: Recorde os "looks" de Letizia na entrega dos prémios Francisco Cerecedo

Como cresceu Archie, o filho mais velho do príncipe Harry e de Meghan Markle

Como cresceu Archie, o filho mais velho do príncipe Harry e de Meghan Markle

Dão Nobre e outros senhores: Vinhos da nossa alegria

Dão Nobre e outros senhores: Vinhos da nossa alegria

Girl Talk: este País não é para nós

Girl Talk: este País não é para nós

Máxima da Holanda surpreende com visual em tons de cinzento e preto em entrega de prémio em Amesterdão

Máxima da Holanda surpreende com visual em tons de cinzento e preto em entrega de prémio em Amesterdão

VISÃO Se7e: Os dias em modo Natal

VISÃO Se7e: Os dias em modo Natal

Manifestação no Campus de Justiça em solidariedade com ativistas em julgamento

Manifestação no Campus de Justiça em solidariedade com ativistas em julgamento

Abra as portas ao Natal e vista a casa a rigor

Abra as portas ao Natal e vista a casa a rigor

Porque é que numa maratona se correm exatamente 42,195 quilómetros?

Porque é que numa maratona se correm exatamente 42,195 quilómetros?

Adepta da Croácia é a “bomba” sexy do Mundial

Adepta da Croácia é a “bomba” sexy do Mundial

Wrapped do Spotify: conheça os artistas, músicas, álbuns e podcasts mais ouvidos em 2022

Wrapped do Spotify: conheça os artistas, músicas, álbuns e podcasts mais ouvidos em 2022

Primeiro contacto: Toyota bZ4X, o elétrico com garantia de um milhão de quilómetros para a bateria

Primeiro contacto: Toyota bZ4X, o elétrico com garantia de um milhão de quilómetros para a bateria

Em “Sangue Oculto”: Olavo pede o divórcio a Vanda

Em “Sangue Oculto”: Olavo pede o divórcio a Vanda

JL 1360

JL 1360

As maiores fortunas de Portugal na capa da EXAME de Dezembro

As maiores fortunas de Portugal na capa da EXAME de Dezembro

Pastelaria Versailles: 100 anos de histórias, sabores e algumas novidades

Pastelaria Versailles: 100 anos de histórias, sabores e algumas novidades

JL 1361

JL 1361

Urgência Geral do Hospital de Setúbal com constrangimentos até às 20:00 de hoje

Urgência Geral do Hospital de Setúbal com constrangimentos até às 20:00 de hoje

VISÃO Júnior, uma prenda de Natal original

VISÃO Júnior, uma prenda de Natal original

As 5 linguagens do amor. Como um best-seller com 30 anos continua a dar que falar e um teste que pode fazer

As 5 linguagens do amor. Como um best-seller com 30 anos continua a dar que falar e um teste que pode fazer

Charlene e Charlotte, acompanhadas dos gémeos Gabriella e Jacques, dão início às celebrações de Natal no Mónaco

Charlene e Charlotte, acompanhadas dos gémeos Gabriella e Jacques, dão início às celebrações de Natal no Mónaco

PCP diz que PS quis eleições para começar política de constrangimentos para o povo

PCP diz que PS quis eleições para começar política de constrangimentos para o povo

Universidade de Évora e Cruz Vermelha testa com sucesso baterias de segunda vida em cenário de catástrofe

Universidade de Évora e Cruz Vermelha testa com sucesso baterias de segunda vida em cenário de catástrofe

Clara de Sousa confeciona deliciosos bolos de azeite. Veja a receita!

Clara de Sousa confeciona deliciosos bolos de azeite. Veja a receita!

O centenário de Saramago

O centenário de Saramago

Esta Iguana move-se no universo das novelas gráficas

Esta Iguana move-se no universo das novelas gráficas

Cientistas de Coimbra criam ferramentas inteligentes para prevenir erros informáticos

Cientistas de Coimbra criam ferramentas inteligentes para prevenir erros informáticos

VOLT Live: Reparação de baterias em carros elétricos

VOLT Live: Reparação de baterias em carros elétricos

Diana Pereira: “Vivo este amor de forma mais consciente e madura”

Diana Pereira: “Vivo este amor de forma mais consciente e madura”

Universidade de Évora e Cruz Vermelha testa com sucesso baterias de segunda vida em cenário de catástrofe

Universidade de Évora e Cruz Vermelha testa com sucesso baterias de segunda vida em cenário de catástrofe