Quando o tema de conversa é sustentabilidade, não há como negar que a indústria da moda é uma das grandes vilãs.

De acordo com a Confederação de Indústria Britânica (CBI, na sigla em inglês), só em 2019 foram vendidas 114 mil milhões de peças de vestuário. Desse total, mais de 70% vão parar a aterros sanitários ou incineradores. Cerca de 8% dos gases com efeito de estufa globais são emitidos a cada ano pelas indústrias de vestuário e calçado. E, só para contextualizar, em média, não usamos 30% do que temos no guarda-roupa.

São números que dão que pensar, principalmente se adicionarmos a questão – problemática, diga-se de passagem – das condições laborais na indústria da moda, que mantém uma fórmula que combina o consumo desenfreado com a exploração da mão de obra.

Dito isto, a rubrica Fashion Tips desta semana é um pouco diferente, mas traz um tema sobre o qual é importante pensar e agir. Veja no vídeo quais são os motivos para ser primordial abraçarmos a sustentabilidade na moda.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal