@gerihirsch

Muitas teorias existem no que diz respeito à primeira impressão que criamos nas outras pessoas. Já ouvi falar em sete minutos, muito pouco tempo para criarmos ou não uma boa impressão e empatia com alguém… E chega a ser assustador, não concorda comigo?

Depois, outros factores entram nesta assustadora equação: a forma como nos vestimos, o nosso tom de voz, a nossa postura corporal, os nossos gestos. Mais uma vez: muito pouco tempo, principalmente em situações de grande impacto nas nossas vidas como, por exemplo, a ida a uma entrevista de emprego, ou até um evento de networking que pode mudar a nossa vida, se conhecermos “A” pessoa certa.

Sei que muitas de nós não têm essa consciência. De facto, uma “entrada em grande”, em qualquer âmbito que seja, pode significar um desfecho positivo para quem tem essa “coragem de entrar em grande” em determinada situação.

Ora, uma boa impressão prepara-se, treina-se tantas e tantas vezes até se tornar normal em nós esta construção de uma empatia quase automática com as outras pessoas. É uma competência que todas podemos e devemos adquirir, para que não nos arrependamos mais tarde de não ter dado o nosso máximo nesta ou naquela oportunidade que só surgiu uma vez.

Como se pode então trabalhar no sentido de causar uma boa impressão? Seguem algumas ideias que poderá colocar em prática:

  1. Recordar os seus pontos fortes. Escrever, ler, sempre que a tendência seja focar nas suas inseguranças e medos. E recordar sempre que se esteja a preparar para os seus 7 minutos de boa impressão.
  2. Preparar bem, o que vai dizer, fazer, bem como a forma como se vai apresentar fisicamente. Recordo que a mensagem verbal (aquilo que efectivamente dizemos) é só uma pequena parte da equação. Tudo o resto são factores não verbais, que felizmente podemos controlar, treinando.
  3. Ter sempre em mente o resultado final, como se quer sentir após a sua “entrada em grande”, e o que deseja obter após essa primeira impressão/empatia. Visualize, e retenha essa informação para si, confiante de que o resultado vai ser esse.
  4. Aceitar o que somos, como somos. Aceitar as nossas diferenças, e não comparar nunca com as pessoas que vamos encontrar. Comparar diminui.

Uma pergunta que muito nos assusta, e que deixo aqui em jeito de reflexão: O que dizem sobre si quando sai da sala? Isso sim, é fruto do seu investimento (ou não) numa primeira boa impressão, numa “entrada em grande”. E essa boa impressão é aquela que muito provavelmente vai prevalecer.

Próximas acções de formação:

Academia online de desenvolvimento pessoal e profissional – RISING ACADEMY, já a aceitar inscrições. Mais informação aqui.

Palavras-chave

Relacionados

Sucesso Pessoal e Profissional

Novo ano, novas estratégias eficazes para atingir objetivos

Na rubrica Sucesso Pessoal e Profissional deste mês, falamos de recomeços. E haverá altura melhor para pôr objetivos em prática do que o Ano Novo?

Sucesso Pessoal e Profissional

Será que 2021 vai correr bem? A resposta só depende de si

Para ajudar-vos a entrar no espírito certo, a rubrica Sucesso Pessoal e Profissional deste mês deixa cinco dicas para que o novo ano seja fantástico

Sucesso Pessoal e Profissional

Desenvolvimento pessoal e profissional: 10 dicas fundamentais para quem deseja crescer

A rubrica Sucesso Pessoal e Profissional deste mês foca-se nos passos necessários para evoluir pessoal e profissionalmente.

Mais no portal

Imagem de Sucesso

As regras de estilo para escolher "looks" mais frescos sem descurar a elegância

Este é o tema do novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso.

Diz Quem Sabe

Ervilha amarela: uma nova alternativa aos alimentos de origem animal?

Um artigo de opinião assinado pela nutricionista Ana Leonor Perdigão.

Diz Quem Sabe

Tudo o que precisa de saber sobre a reabilitação oncológica

Um artigo de opinião assinado pelo médico Énio Pestana, do Hospital CUF Cascais, sobre este tipo de cuidados.

Saúde

Podcast: Sandra Gomes Silva responde às nossas questões sobre vegetarianismo

Os prós e os contras de um tipo de alimentação que leva em conta preocupações éticas e ambientais. Afinal, precisamos mesmo da carne para sermos saudáveis?

Saúde

O vegetarianismo melhora a vida sexual? Eis o que diz a Ciência

Não podemos subestimar o poder de uma dieta à base de plantas.

Mulheres Inspiradoras

Tem mesmo de conhecer estas ambientalistas portuguesas

Aqui ficam alguns exemplos de mulheres que renovam diariamente o compromisso de conservação e preservação ambiental.

Beleza

Conheça as grandes vantagens dos champôs sólidos

Preparámos também uma lista de produtos que pode incluir na sua rotina de cuidados capilares.

Nas Bancas

Como salvar as suas plantas

Na ACTIVA Verde, já em banca, os conselhos para escolher e cuidar das suas plantas.

Nas Bancas

Este casal mostra-nos como é viver "fora da rede"

Uma casa de madeira foi o início da mudança.

Nas Bancas

Receitas (de chef): desperdício zero

Sabia que está a deitar fora uma das melhores partes dos seus legumes?

Comportamento

A sustentabilidade chegou ao sexo

Conheça quatro formas de ajudar a salvar o planeta entre quatro paredes.