@yana.potter.art

Provavelmente já ouviu dizer que os primeiros segundos têm um enorme impacto quando nos damos a conhecer a alguém, e o oposto também acontece. O facto é que nos esquecemos deste “pequeno” pormenor na maioria das vezes, e escrevo esta crónica com o principal objetivo de reforçar esta ideia e a importância destes tão preciosos primeiros segundos.

A verdade é que, ao criarmos uma primeira impressão sobre alguém, revela-se muito desafiante mudarmos de ideias num curto prazo. Isso pode ser bom (se a primeira impressão for positiva), mas também pode ser negativo (se o primeiro contacto não correr assim tão bem…). Ora, há que trazer à consciência esta importância, para que consigamos melhorar a nossa performance em contextos (maioritariamente) profissionais como, por exemplo, entrevistas de emprego, eventos e situação de networking, ou até em reuniões com pessoas desconhecidas.

A forma como comunicamos marcará a diferença e, neste âmbito, quando me refiro à “comunicação”, incluo duas vertentes: verbal e não verbal. A verdade é que a comunicação não verbal tem muito mais peso nestes primeiros segundos em que nos damos a conhecer a alguém. Refiro-me, por exemplo, ao tom de voz, à postura corporal, à direção do olhar e até à forma de vestir. Tudo é comunicação, inclusive a forma como nos sentamos, bem como os gestos que praticamos à medida que vamos suportando aquilo que a comunicação verbal vai transmitindo.

É também importante (principalmente no âmbito profissional, sublinho), termos o nosso “discurso de elevador” preparado e sempre na “ponta da língua”, caso seja necessário apresentarmo-nos num reduzido (mas importante) espaço de tempo.

Mas o que é, afinal, o “discurso de elevador”? É algo que se trabalha muito no âmbito das formações em marca pessoal e profissional. O “elevator pitch” (ou discurso de elevador), é um breve parágrafo que nos ajude a posicionar as nossas capacidades, pontos fortes e o nosso fator de diferenciação perante novas pessoas que estejamos a conhecer.

Imagine que entra no elevador e que encontra a pessoa que mais admira neste mundo (e que não conheça, obviamente). Essa pessoa, muito simpaticamente, pergunta-lhe quem é. O que é que você diz? De que forma se vai apresentar naqueles reduzidos segundos até chegarem ao vosso destino? Uma coisa é certa: deverá dizer algo que prenda a atenção dessa pessoa, e que a faça querer saber mais sobre si.  Ter o seu “discurso de elevador” preparado pode (e vai!) salvá-lo(a) em várias situações, permitindo assim que os primeiros segundos relativos a um novo contacto sejam bem aproveitados.

Algumas dicas? Aqui vão elas:

  1. Tenha consciência de quais são os seus pontos fortes como profissional. Escreva-os. Recorde a pessoa fantástica que é, bem como as suas conquistas até ao momento. Isso reforçará a sua confiança e a sua autoestima;
  2. Da mesma forma, saiba quais os seus valores inquestionáveis. Dizer o que nos move e o que nos inspira na vida é sempre uma mais-valia neste tipo de situações;
  3. Escreva o seu discurso e leia-o muitas vezes, até estar bem interiorizado;
  4. Treine também a sua linguagem não verbal, e aqui incluímos a gestão da sua imagem.

A preparação é um dos fatores de maior importância para que consigamos os resultados que pretendemos. Por isso, aqui fica o conselho: prepare bem o seu elevator pitch! Nunca se sabe quem vai conhecer já hoje ou nos tempos mais próximos… Estou por aqui, obrigada pela confiança!

Próximas acções de formação:

  • Programa Intensivo de Liderança Feminina, 17.09.2021, Alcobaça, presencial
  • Certificação em Coaching, presencial ou online, com previsão para Novembro de 2021.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

Saúde

A aparência das palmas das mãos pode indicar se tem cancro

Esteja atenta.

Beleza

15 manicures para experimentar no outono

Confira estas sugestões!

Celebridades

Médico legista afirma que Gabby Petito foi assassinada

As autoridades já confirmaram que o corpo encontrado pertence à blogger.

Lifestyle

Quer passar umas férias na casa de Winnie the Pooh?

Uma casa inspirada no Winnie the Pooh, da Disney, no Bosque dos Cem Acres, disponível no Airbnb

Moda

10 casacos para usar na próxima estação

Conheça estas sugestões de diferentes estilos.

Saúde

Os bebés devem ou não usar sapatos?

Veja a explicação de um ortopedista.

Celebridades

Morreu o ator que deu vida a Stanford Blatch, em "O Sexo e a Cidade"

Willie Garson tinha 57 anos.

Comportamento

Diferenças comuns que podem colocar a sua relação em perigo

De acordo com uma psicóloga.

Lifestyle

“Y: O Último Homem” estreia hoje no Disney+

Um drama de 10 episódios baseado na banda desenhada da DC Comics.

Beleza

O que há de novo na beleza: pele acneica, menopausa, antimanchas e muito mais

Os produtos que os ajudam a cuidar melhor da saúde do nosso rosto.

Beleza

Conhece os diferentes tipos de eyeliner?

Saiba como os usar.