@hannaschonberg

Perdemos tempo a pensar em possibilidades… Perdemos tempo em comparações. Perdemos tempo a desejar ser, ter ou fazer algo, e depois nada acontece. Ou melhor, acontece. Tomamos a decisão de nada fazer rumo a uma realidade profissional mais feliz.

Tomamos a decisão de continuar a sofrer do “vitimismo” fácil, do autoflagelo confortável, daquilo a que também gosto de chamar de “coitadismo”. Não seria fantástico se a nossa atitude perante a realidade mudasse? Seria. Pessoas felizes geram melhores resultados. Com certeza que este princípio não é estranho para si.

A questão é que, na maioria das vezes, permitimos que a nossa felicidade dependa de outras pessoas – e das suas decisões. Assumimos um lugar passivo na equação que é a nossa vida. Essa passividade leva-nos ao desenvolvimento do já referido coitadismo. Todos são responsáveis pela nossa vida menos nós mesmos. Que enorme desgraça!

Remeter estes princípios para a realidade profissional é de uma enorme importância. Até que ponto estou a desenvolver um posicionamento de valor ao mercado e acima de tudo para mim mesma? Provavelmente nunca refletiu sobre isto, porque a verdade pode doer.

Assim, e apresentando desde já uma crónica um pouco diferente do normal, atrevo-me a perguntar:

  1. Não seria fantástico se conseguíssemos ser totalmente felizes e realizadas/os no âmbito profissional?
    Resposta: Sim, e só depende de si e das suas decisões.

  2. Não seria fantástico se tivéssemos mais tempo para nós?
    Resposta: Seria fantástico! E só não o é porque estamos a tomar as decisões erradas…

  3. Como seria a nossa vida se tivéssemos mais coragem? Não seria fantástico?
    Resposta: Sim, e só desta forma conseguiríamos resultados diferentes.

  4. Não seria igualmente fantástico se nos deixássemos de comparar com as outras pessoas?
    Resposta: Comparar diminui. Queremos ser pequeninas/os aos olhos do mundo e do mercado de trabalho? Não. Então, deixemos as comparações.
  5. O que acontecerá quando tomarmos essa decisão? Será igualmente fantástico, aqui tem a sua resposta. E sim, esta mudança está à distância de uma tomada de decisão

Ver o mundo com os nossos olhos, e acima de tudo tomando a decisão de mostrar a esse mundo o nosso melhor.

Seria e pode ser, se assim o quisermos e acima de tudo, se trabalharmos para isso. Não basta sonhar e desejar muito alguma coisa. Se queremos, devemos entrar em acção. E sim, será fantástico quando isso acontecer. Só depende de si. Obrigada pela confiança.

Próximos eventos e formações:

  • RISE UP Lisboa, evento de Networking, dia 3 de Junho, Hotel Hilton Double Tree.
  • Programa Intensivo de Liderança Feminina, 24 de Setembro.
  • Certificação em Coaching, Inovação e Criatividade, de 29 de Outubro a 3 de Novembro, Lisboa.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Mais no portal