memoria.JPG

O constante uso de motores de busca na Internet, como auxílio de pesquisa, pode afectar a nossa capacidade de reter informação, concluiu um estudo recente da Universidade de Harvard.

A constante dependência da Internet está alterar os nossos hábitos de memorização de factos e datas, já que podemos facilmente sabe-los através de uma busca rápida online. Uma equipa de cientistas de Harvard concluiu que plataformas como o Google, Bing ou Yahoo são agora vistas como uma extensão da inteligência humana, em vez de serem encarados como meras ferramentas.

O fenómeno já foi alcunhado de ‘efeito Google’. Os psicólogos da Universidade de Harvard, Daniel Wegner e Adrian Ward, explicam que, nos testes conduzidos, os indivíduos que não viam a necessidade de decorar factos e datas por acreditarem que estes estariam seguramente armazenados na Internet, demonstravam mais dificuldades de memorização. Por outro lado, se acreditassem que essa informação poderia ser apagada, tinham uma maior tendência para recordá-la.

“O nosso trabalho sugere que agora tratamos a internet como uma pessoa com quem partilhamos detalhes e informação. Nós despejamos informação e memórias como faríamos com um membro da nossa família, amigo ou namorado”, escreveram os psicólogos num artigo publicado pelo jornal Scientific American.

Num outro conjunto de testes, os investigadores pediram aos participantes para responderem a perguntas de cultura geral. Um dos grupos usava motores de busca e o outro não. Aqueles que recorreram ao Google e outras ferramentas de pesquisa online, mostravam uma maior confiança e auto-estima em relação aos seus conhecimentos do que aqueles que apenas recorreram à sua memória, apesar das respostas estarem igualmente certas.

“Os resultados mostram que usar o Google dá às pessoas a sensação de que a Internet faz parte das suas próprias faculdades cognitivas. Factos e datas retiradas de uma página da Web são vistos como um produto da própria memória dos participantes no estudo, permitindo-lhes ficar com o crédito de saberem coisas que são produzidas por algoritmos de pesquisa do Google.”

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Relacionados

Beleza

Desfaça 4 mitos da saúde oral

Os dentes são muitas vezes os ‘parentes pobres’ da nossa saúde. Mas sabe como tratá-los bem?

Beleza

Consumo regular de refrigerantes pode danificar o cérebro

Estudo conclui que as modificações cerebrais, causadas pelo consumo excessivo destas bebidas, são semelhantes às observadas em doenças como Alzheimer e o cancro.

Beleza

'Música no Coração' para combater o Alzheimer? Sim, ajuda

Cantar pode melhorar o desempenho mental de pessoas com esta doença, de acordo com uma nova pesquisa.

Mais no portal

Lifestyle

Sem gordura ou lactose e com 25g de proteína: eis as novidades Mimosa

A marca renovou a gama Proteína. Conheça as novidades!

Beleza

5 dicas para prevenir o acne na idade adulta

Não deixe que as borbulhas se tornem um problema.

Celebridades

Quatro meses após ser pai, Jason Derulo separa-se da namorada

O artista estaria numa relação com Jena Frumes desde março de 2020.

Saúde

Estes alimentos são ricos em vitamina C

Inclua-os na sua dieta.

Saúde

Covid-19: o que muda a partir de 1 de outubro?

Conheça as novas medidas.

Moda

Natura lança coleção de outono/ inverno

Fique a par das novidades.

Comportamento

Homens têm 16% mais tendência que as mulheres a achar a traição aceitável

Revela um estudo da BBC.

Lifestyle

Quando a paixão pela cozinha e pela preservação do meio ambiente se unem... isto é o que acontece

Conheça a história por detrás da IBAU!

Moda

As 12 peças de vestuário Parfois que vai querer usar este outono

Desde coletes a casacos.

Saúde

7 sinais físicos que indicam que está mais stressado do que pensa

Esteja atento ao que o seu corpo lhe diz.

Moda

Carolina Patrocínio mostra as peças da nova Puma Studio Collection

Peças pensadas para total liberdade de movimentos e que podem ser conjugadas entre si.

Moda

Ponchos em burel: tradição e design de mãos dadas para este outono

Os ponchos (165€) reavivam padrões clássicos com cores esbatidas, tons terra e outros mais coloridos para animar os dias mais cinzentos.