vegetais5.jpg

AFP/Getty Images

Os nossos pais sempre nos disseram para comermos os vegetais todos e muitos de nós ficaram de castigo à mesa, até terminarmos aqueles brócolos ‘suculentos’ que a nossa mãe fazia com tanto amor. Mas pelos vistos, essas situações já não são tão comuns como antigamente.

A  Associação Portuguesa de Dietistas (APD) realizou, durante o passado mês de agosto, um estudo que integrou mais de 200 mães portuguesas provenientes das zonas de Lisboa e Porto, com crianças entre os 4 a 10 anos, para comprovar quais os seus conhecimentos acerca dos benefícios dos vegetais para a saúde.

A pesquisa demostrou que muitas não estão bem informadas sobre os benefícios nutricionais destes alimentos e que,  em muitos casos, estes não são incluídos regularmente na sua alimentação e na alimentação das famílias.

O estudo revela ainda alguns resultados alarmantes, concluindo-se que ainda há muito para fazer especialmente em relação à variedade da alimentação à mesa.

Se, em média, 34% das pessoas que fizeram parte da pesquisa almoça em casa 2 vezes por semana, ou seja, somente ao fim-de-semana ou nos dias de folga, apenas 37% almoça em casa todos os dias e 74% janta em casa todos os dias. Por isso, é necessário garantir refeições completas e nutritivas. Apesar de o estudo demonstrar também que os vegetais estão presentes nas alimentações de, pelo menos, 50% por inquiridos, mostra também que apenas 8% faz refeições com leguminosas.

Apurou-se ainda que, apesar de muitas das mães insistirem para os filhos comerem os vegetais, quando há uma birra, umas acabam por desistir e outras tentam substitui-los por outro tipo de alimento. Muitas mães consideraram que fazer com que as crianças consumam regularmente vegetais é “uma batalha perdida”.

O estudo indicou que muitos dos consumidores de vegetais não compra, por norma, estes alimentos congelados, preferindo vegetais frescos por considerarem que têm mais nutrientes. Apenas 27% consome vegetais congelados. Contudo a presidente da associação, Zélia Santos, garante que isto não passa de um mito. “Este é um factor que tem por base uma série de mitos relacionados com os congelados. A maioria associa artificialidade ao alimento congelado, quando no fundo este acaba por conservar maior quantidade de nutrientes quando congelado poucas horas após a colheita”.

Vegetais e leguminosas são alimentos ricos em vitaminas e nutrientes essenciais que o nosso organismo não consegue produzir, mas das quais necessita para diversos processos metabólicos. Como não há nenhum alimento que contenha todas as vitaminas na quantidade adequada, torna-se essencial ter uma alimentação variada, rica em fruta e legumes.

Palavras-chave

A campanha BLACK FRIDAY já começou

Até 28 de novembro, usufrua de descontos fantásticos nas suas revistas favoritas. Aproveite já esta promoção com descontos até 67%. ASSINAR

Relacionados

Saúde

Quivi: um superalimento para melhorar o sono?

Uma experiência científica concluiu que comer dois quivis antes de ir para a cama pode ajudar a aumentar a qualidade e quantidade do tempo que passamos a dormir.

Beleza

15 Ideas para proteger o corpo - e o espírito - no Inverno

Aqueça-se, alegre-se, encha-se de energia e aproveite o inverno para se sentir melhor: sim, é possível

Beleza

10 regras de ouro da Dieta Mediterrânica

Considerada Património Imaterial da Humanidade, lembramos-lhe quais os pilares que fazem deste regime alimentar um dos mais saudáveis do mundo. Comer como os seus avós pode salvar a sua vida.

Beleza

Vilões de 'O Hobbit' e 'O Senhor dos Anéis' sofriam de falta de vitamina D

Um curioso estudo revela que o bem triunfa sobre o mal, na literatura fantástica dos livros de Tolkien, porque os vilões tinham uma dieta pobre e falta de vitamina D. Com alguns cuidados básicos é possível prevenir-se de doenças provocadas por esta carência, como osteoporose e artrite

Mais no portal

Beleza

8 tendências de beleza simples para quem detesta maquilhar-se no inverno

Sejamos sinceras: as temperaturas baixas dão uma certa preguiça.

É só uma sugestão

12 filmes que são (quase) imperdíveis no Natal

O advento começa no dia 28. Significa isto que já podemos entrar oficialmente no espírito natalício, certo? Para o fazer, recomendo 12 dos filmes que mais gosto de rever nesta altura do ano.

Saúde

O que acontece no corpo após um mês sem álcool?

Eis o que aconteceria se aceitasse o desafio de passar 30 dias sem ingerir nenhum tipo de bebida alcoólica.

Comportamento

5 coisas que os julgamentos que fazemos dos outros dizem sobre nós

De acordo com uma psicóloga.

BeYoga

BeYoga: "Surya Namaskar", a Saudação Ao Sol

A Saudação ao Sol é um ritual, uma oração que fazemos com o corpo para saudar ao Sol. Não só ao Sol físico, que gera a vida no nosso planeta, mas também ao nosso Sol interior, a nossa Luz.

Moda

Eis a inspiração de que precisa para apostar em visuais monocromáticos no inverno

Usar peças separadas da mesma cor forma looks inegavelmente elegantes — e aqui está a prova.

Comportamento

As mulheres usam estas técnicas específicas para terem mais prazer durante o sexo

Um estudo recente pretende disponibilizar uma linguagem clara e que empodere as mulheres para tornarem o ato sexual mais satisfatório.

Comportamento

O maior preditor da felicidade numa relação pode não ser o que pensa

Estudo teve resultados inesperados - e bastante esclarecedores.

Moda

Black Friday: 10 artigos Bershka que vale a pena aproveitar

Desde vestidos a sapatilhas.

Moda

A Zara aderiu à Black Friday com descontos generosos — eis o nosso top 10

A marca está a oferecer menos 40% em artigos selecionados.

Moda

Mango e H&M: compras que valem a pena nesta Black Friday

Em dias como este, em que há inúmeras promoções, é importante não comprar por impulso e pensar naquilo de que realmente precisa.