vegetais5.jpg

AFP/Getty Images

Os nossos pais sempre nos disseram para comermos os vegetais todos e muitos de nós ficaram de castigo à mesa, até terminarmos aqueles brócolos ‘suculentos’ que a nossa mãe fazia com tanto amor. Mas pelos vistos, essas situações já não são tão comuns como antigamente.

A  Associação Portuguesa de Dietistas (APD) realizou, durante o passado mês de agosto, um estudo que integrou mais de 200 mães portuguesas provenientes das zonas de Lisboa e Porto, com crianças entre os 4 a 10 anos, para comprovar quais os seus conhecimentos acerca dos benefícios dos vegetais para a saúde.

A pesquisa demostrou que muitas não estão bem informadas sobre os benefícios nutricionais destes alimentos e que,  em muitos casos, estes não são incluídos regularmente na sua alimentação e na alimentação das famílias.

O estudo revela ainda alguns resultados alarmantes, concluindo-se que ainda há muito para fazer especialmente em relação à variedade da alimentação à mesa.

Se, em média, 34% das pessoas que fizeram parte da pesquisa almoça em casa 2 vezes por semana, ou seja, somente ao fim-de-semana ou nos dias de folga, apenas 37% almoça em casa todos os dias e 74% janta em casa todos os dias. Por isso, é necessário garantir refeições completas e nutritivas. Apesar de o estudo demonstrar também que os vegetais estão presentes nas alimentações de, pelo menos, 50% por inquiridos, mostra também que apenas 8% faz refeições com leguminosas.

Apurou-se ainda que, apesar de muitas das mães insistirem para os filhos comerem os vegetais, quando há uma birra, umas acabam por desistir e outras tentam substitui-los por outro tipo de alimento. Muitas mães consideraram que fazer com que as crianças consumam regularmente vegetais é “uma batalha perdida”.

O estudo indicou que muitos dos consumidores de vegetais não compra, por norma, estes alimentos congelados, preferindo vegetais frescos por considerarem que têm mais nutrientes. Apenas 27% consome vegetais congelados. Contudo a presidente da associação, Zélia Santos, garante que isto não passa de um mito. “Este é um factor que tem por base uma série de mitos relacionados com os congelados. A maioria associa artificialidade ao alimento congelado, quando no fundo este acaba por conservar maior quantidade de nutrientes quando congelado poucas horas após a colheita”.

Vegetais e leguminosas são alimentos ricos em vitaminas e nutrientes essenciais que o nosso organismo não consegue produzir, mas das quais necessita para diversos processos metabólicos. Como não há nenhum alimento que contenha todas as vitaminas na quantidade adequada, torna-se essencial ter uma alimentação variada, rica em fruta e legumes.

Palavras-chave

Relacionados

Saúde

Quivi: um superalimento para melhorar o sono?

Uma experiência científica concluiu que comer dois quivis antes de ir para a cama pode ajudar a aumentar a qualidade e quantidade do tempo que passamos a dormir.

Beleza

15 Ideas para proteger o corpo - e o espírito - no Inverno

Aqueça-se, alegre-se, encha-se de energia e aproveite o inverno para se sentir melhor: sim, é possível

Beleza

10 regras de ouro da Dieta Mediterrânica

Considerada Património Imaterial da Humanidade, lembramos-lhe quais os pilares que fazem deste regime alimentar um dos mais saudáveis do mundo. Comer como os seus avós pode salvar a sua vida.

Beleza

Vilões de 'O Hobbit' e 'O Senhor dos Anéis' sofriam de falta de vitamina D

Um curioso estudo revela que o bem triunfa sobre o mal, na literatura fantástica dos livros de Tolkien, porque os vilões tinham uma dieta pobre e falta de vitamina D. Com alguns cuidados básicos é possível prevenir-se de doenças provocadas por esta carência, como osteoporose e artrite

Mais no portal

Mulheres Inspiradoras

Carmo Sousa Lara: "Às vezes, estamos muito agarradas ao reforço negativo"

A nossa primeira Conversa Inspiradora chega no dia 8 de março e é sobre o corpo. O corpo da mulher real. O corpo que ainda é poucas vezes capa de revista.

Imagem de Sucesso

Saiba como escolher os modelos de óculos de sol que mais valorizam o seu rosto

No novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso partilho algumas dicas para que escolher eyewear nunca mais seja uma dor de cabeça.

Moda

Os 8 tipos de cuecas que todas as mulheres devem ter

De modelos estilo biquíni as tangas clássicas, estas são as peças nas quais deve investir.

Comportamento

Mais de metade dos portugueses não se veem a viver sem carro

Seis em cada 10 portugueses consideram o automóvel insubstituível, mas em 2017 eram 8 em 10. A descida deve-se à crise pandémica.

Moda

Estas peças elegantes são ótimos investimentos para a primavera

Veja as sugestões que encontrámos nas lojas online da Zara, Mango e H&M.

Mulheres Inspiradoras

Guerra aos filtros: estas influencers mostram a beleza de peles reais

Depois do positivismo corporal, o movimento do "skin positivity" começa a ganhar cada vez mais força nas redes sociais.

Beleza

É suposto deixarmos passar algum tempo entre a aplicação dos produtos de skincare?

Trinta segundos? Sessenta segundos? Zero? Saiba o que dizem os especialistas.

Moda

Irina Shayk mostra como usar a tendência das calças de pele com visual rock 'n roll

A peça de eleição da modelo é de uma marca que as portuguesas conhecem bem.

Saúde

Estudo sugere que grávidas podem transmitir anticorpos contra a COVID-19 aos bebés

Uma investigação publicada recentemente pode ajudar (e muito!) na estratégia de vacinação das grávidas em todo o mundo.

Beleza

O erro que comete sempre que aplica o seu hidratante de rosto favorito

Existe uma forma muito simples de potencializar a eficácia dos produtos de skincare.

Beleza

Qual é o melhor contorno para o seu tipo de rosto?

Esclarecemos todas as dúvidas sobre como adaptar a técnica de maquilhagem aos seus traços.

Moda

Estas malas aparentam ser bem mais dispendiosas do que realmente são

Saiba o que procurar nas lojas para investir em artigos que são facilmente confundidos com peças de alta-costura.