Bebé dormir.jpg

Tinha algumas dúvidas sobre o conceito de depressão pós-parto e sentia que estava a passar por uma situação semelhante. Falámos durante algum tempo, e pedi-lhe autorização para copiar para o blog este excerto da nossa conversa, pois já não é a primeira vez que ‘ouço’ alguém constatar este tipo de afirmação.

Falo-vos do medo de assumir a possibilidade de uma depressão pós-parto. No medo de assumir que algo não está bem, por medo de se ser confrontado com a opinião ‘dos outros’ face ao que se sente. Por medo de se ser considerada má mãe por não se viver a maternidade de forma tão feliz como as outras mães. Por medo de se ser julgada quanto ao que se sente no momento. Por medo de se ser mal interpretada. Por medo de se achar que uma mulher que poderá estar a desenvolver uma depressão pós-parto “está com manias e que depressão pós-parto é coisa de gente fraca”.

Ora, em 1547, o Dr. João Rodrigues de Castelo Branco exemplificou este tipo de perturbação num dos seus registos clínicos na época, referindo-se a “uma mulher que ao dar à luz se tornava melancólica e louca“. Contudo, esse tipo de caracterização rapidamente se começou a verificar ultrapassada, pois como o povo diz (e bem, no meu ponto de vista) – de médicos e loucos, todos nós temos um pouco. Assim sendo, caros leitores, chamo a vossa atenção para a afirmação que farei de seguida e que nada mais é do que a constatação da mais pura realidade neste contexto: A “Depressão” , no sentido profundo e lato da palavra, é pura e ‘simplesmente’, uma doença. Não é loucura. Não é mania. Não é coisa de gente fraca.

E tendo em conta esta afirmação, recordei-me de imediato de uma imagem que uma vez partilhei no facebook do blog e que anexo neste post, para reforçar ainda mais a última afirmação. Foi uma das capas de uma revista de psicologia.

Seja uma Depressão Pós-Parto, ou não, à qual a respetiva leitora se referia, a verdade é que muitas são as mulheres e homens que passam por este tipo de realidade, e se confrontam com o medo e com a vergonha de assumirem o seu problema perante os próprios e perante terceiros. Isto, leva a que qualquer tipo de apoio que seja necessário – desde o diagnóstico até à reabilitação – chegue, muitas vezes, tardiamente.

Já o Prof. Dr. António Macedo e a Dra. Ana Telma Pereira, no seu livro referem que “As mulheres também podem adiar o pedido de ajuda para tentarem conformar-se ao mito ocidental da felicidade na maternidade. Isto é, na gravidez e pós-parto qualquer mulher deve sentir-se feliz. As mulheres que não sentem essa suposta felicidade podem desenvolver sentimentos de vergonha, culpa, fracasso ou medo de serem estigmatizadas ou que lhes sejam retirados os filhos por receio de serem vistas como más mães” (p. 11).

E a realidade, à qual também vou tendo acesso com o trabalho que vou realizando através do blog, é que muitas são as mulheres que passam por uma experiência deste género, menos feliz no pós-parto, e dessas, muitas são as que referem este tipo de receio.

Também sei perfeitamente que este tipo de estigmatização continuará a existir, enquanto por detrás de um qualquer ser humano estiver uma sociedade pouco informada e nulamente sensibilizada para questões deste género. No entanto, é também para isso que espaços como estes servem.

Uma das formas que aqui se encontrou para combater o estigma sentido por muitas mulheres que passam por este tipo de realidade foi o Movimento Depressão Pós-Parto. Não deixem de lhe dar uma expressão: a vossa.

Ao aderirem, contribuem também para fazer face ao estigma que muitas destas pessoas sentem, por não terem iniciado o percurso da maternidade de forma tão feliz como sentiam que seria expectável.

Qualquer dúvida, questão ou sugestão, não hesitem!

blog@mulherfilhamae.pt

Palavras-chave

Relacionados

Beleza

Infertilidade: quando ter um filho é um sonho adiado (mas não impossível)

Falámos com dois especialistas da área da infertilidade, da AVA Clinic, e desmistificámos algumas das questões sobre este tema.

Beleza

Estudo: 1 em cada 6 casais portugueses sofre de infertilidade

A Sociedade Portuguesa de Medicina de Reprodução (SPMR) decidiu fazer um estudo sobre a Fertilidade dos Portugueses

Beleza

Filipa Fonseca Silva: O lado menos cor-de-rosa da maternidade

É publicitária, mãe de Tiago e Carlota, blogger (Crónicas de uma Fashion Victim) e publicou um livro, ‘Coisas que uma mãe descobre (e ninguém fala)’, no qual desabafa, na primeira pessoa e com muito humor, sobre o mundo da gravidez e a da maternidade, nas partes menos ‘cor-de-rosa’ que descobriu à sua custa.

Beleza

Grávidas têm agora uma app gratuita com tudo o que precisam

A marca promete revolucionar o acompanhamento da maternidade

Saúde

Vamos falar sobre Depressão Pós-Parto?

O que sabe sobre um tema que afecta tantas mulheres?

Saúde

Baby blues e Depressão Pós-parto: Duas realidades (muito) diferentes.

A verdade é que ter um bebé é por si só stressante! Não interessa o quanto se desejou este momento ou o quanto se ama esse filho.

Mais no portal

Imagem de Sucesso

Estas dicas vão facilitar a escolha das suas próximas calças de ganga

Do corte às lavagens, saiba que modelos mais favorecem as mulheres.

Beleza

Descubra qual é o melhor Gua sha para si

Uma ferramenta de beleza que se tornou indispensável na rotina de beleza de muitas mulheres.

Saúde

Ter plantas em casa aumenta a felicidade e a esperança de vida

Estes são apenas dois dos muitos benefícios comprovados pela ciência de apostar na botânica de interiores.

Moda

Que sapatos usar com calças de ganga flare? Temos a resposta

Inspire-se nestes 12 "looks" de influencers internacionais.

Beleza

Este truque deixa as sobrancelhas no lugar de uma vez por todas

É simples, prático e surpreendentemente acessível. A melhor parte? Só vai precisar de duas coisas para ter sobrancelhas de sonho.

Comportamento

As mulheres usam quatro técnicas específicas para aumentar o prazer durante o sexo

Um estudo recente pretende disponibilizar uma linguagem clara e que empodere as mulheres para tornarem o ato sexual mais satisfatório.

Saúde

A pandemia trouxe maus hábitos que sugam a energia do corpo

Saiba como corrigi-los e ganhar qualidade de vida.

Beleza

Estas fotografias provam que o lob é tão versátil quanto elegante

Por isso mesmo, é um dos cortes preferidos das influencers neste momento.

Comportamento

O que acontece quando uma mulher tem um orgasmo?

O cérebro, mais especificamente o lobo frontal, fica a todo o vapor!

Beleza

Os motivos para ser uma boa ideia investir numa bruma facial

Um produto de beleza bastante útil nos dias quentes, cujos benefícios vão muito além da hidratação.