mulher

mulher

Thinkstock

1- Procure mimos… Você Merece!

Inês Mestre, 25 anos, acha que a solução para espantar um dia de cão passa por sossego, amor e carinho. “Tento passar um serão descansado, com uma caneca de chá e um bom filme. Também gosto de me aninhar no colo do meu namorado, quando chego a casa, a queixar-me o dia que tive, ele a fazer-me festinhas e a dizer que está já passou.”

Filomena Leiras, uma contabilista recém-casada de 33 anos, têm a sua receita de pequenos prazeres caseiros ao fim de um dia alucinante. “Existe uma diferença entre aquilo que faço ao fim de um dia stressante e aquilo que me apetece fazer. O gosto de fazer depois de um desses dias (e nem sempre posso) é tomar um banho relaxante, seguido de um jantar apetitoso e deitar-me a ver um filme.”

2- Inspire… Expire… conte até 10.

Lembram-se da personagem que Lima Duarte representava na telenovela brasileira ‘O Bem Amado’, o cangaceiro Zeca Diabo, que contava até 10 em voz alta até lhe passar a fúria? Pois bem, o hábito resulta em momentos de stress puro. Cristina Pacheco, 37 anos, recorre a algo semelhante nessas alturas. “Conto até 10 e respiro fundo muitas vezes.” Sofia Silva, de 30, tenta desligar do mundo totalmente, nem que seja por alguns segundos. “Fecho os olhos durante uns segundo, várias vezes ao dia, e faço sessões repetidas de inspirações lentas e profundas.” O resultado prático traduz-se no abrandamento respiratório e dos batimentos cardíacos. O corpo desacelera um pouco… e a mente também.

3- Aprenda técnicas para relaxar o corpo

Marina Lopes, 28 anos, não era uma madrugadora nata mas quando descobriu o ioga, converteu-se logo às aulas das 7.30h da manhã. “A princípio custava um bocado, mas depois, quando percebi que começava o dia com uma leveza e uma calma enormes, já era um prazer. Se não tivesse o ioga, sei que perdia muito mais energia a chatear-me com os pequenos incidentes do dia.”

Mas não é preciso ter um curso de ioga ou de qualquer outra técnica oriental para aprender a relaxar o corpo. Uma boa sessão de alongamentos faz maravilhas pela tensão e cansaço muscular. Cristina Pacheco, mesmo não conhecendo os movimentos certos para alongamentos, tem uma receita própria que a ajuda. “Quando me vou deitar e não consigo dormir por causa do stress, começo por mexer os dedos do pé e senti-los. Depois concentro o foco nas pernas; vou senti-las apenas a elas. Vou progredindo, subindo pelas outras partes do corpo… até que acabo por adormecer.”

Mas também se aprende a controlar e relaxar a mente. Há alguns anos atrás, Isabel Proença, hoje com 46 anos, aprendeu técnicas de meditação transcendental que a ajudaram numa fase especialmente intensa da sua vida profissional. “É uma das melhores coisas para combater o stress. Fiz regularmente durante os anos e ajudava-me imenso. É fantástico porque não nos tira a energia, ao contrário de outras técnicas.”

4- Faça uma lista de prioridades

Ok… pode não ajudar a libertar de imediato o stress, mas pelo menos ajuda-a a organizar-se. Carolina Mendes tem 29 anos e trabalha na área da comunicação. Descobriu que fazer a lista das tarefas para esse dia e pô-las por ordem prioritária, ajudava a tirar-lhe metade da ansiedade. “Não é que seja muito organizada. Mas se calhar, por não ser assim normalmente, é que me acalma fazer isto. Depois, à medida que as vou concretizando, marco um sinal de ‘certo’ por cima e isso dá-me uma sensação reconfortante, do género ‘Já fiz cinco coisas… só faltam duas.

5- Não sofra por antecipação

Catarina Magalhães, 32 anos, percebeu isso quando fazia os preparativos para o seu casamento. “Lembro-me que comecei a ficar stressada duas semanas antes. Não por causa dos preparativos, porque tive a sorte de poder delegar isso na minha mãe e na minha sogra, mas porque estava a ficar preocupada com o dia propriamente dito. Coisas de noiva ansiosa. Pensei: ‘tudo bem, é normal stressarmos, mas recuso-me a começar a pensar nisto com tanto tempo de antecedência’. E combinei comigo própria que só me ia deixar levar por este sentimento o dia antes.” A dica resulta até para questões profissionais, adianta-nos. É tudo uma questão de controlo da mente. “Se estou preocupada como uma reunião na segunda-feira, só me permito pensar no assunto no Domingo à noite. E se pensarmos que não podemos fugir às nossas responsabilidades, o melhor é passar pela experiência com a maior serenidade possível. Afinal, muito do stresse começa na nossa cabeça.”

6- Mude de ares

Às vezes, o melhor é cortar com a rotina longe dos locais e das situações que lhe causam stress. Filomena Leiras é dessa opinião. “Há uma coisa que gostaria de fazer mais vezes, nestas alturas: ir até à praia e ficar sentada no areal a olhar para o oceano.” Sofia Silva segue-lhe o exemplo. “Pego nos meus cães e vou passear com eles.” Carolina, que nunca foi grande desportista, confessa que percebeu, recentemente, que as caminhadas a ajudavam. “Aproveito a minha hora de almoço para caminhar 5km num sítio bastante agradável, junto ao rio, ao pé do sítio onde trabalho. Sinto o corpo cansado, quando chego, mas muito mais calma. Faz-me bem mudar de ares, nem que seja só por uma hora. Ganha-se energia e força, mesmo para uma tarde cheia.”

7- Procure os amigos quando as coisas ficam feias

Os estudos parecem provar que mulheres e homens têm maneiras diferentes de reagir ao stress: elas procuram a comunicação e a sua rede de amigos e conhecidos; eles lutam ou contornam a questão. “Quando estou mesmo muito stressada, preciso de sair, estar com os amigos e conversar. É uma das coisas que mais me relaxa, especialmente com aqueles amigos que me fazem rir. Rir muito é o melhor”, diz Paula Gonçalves, 38 anos. Ana Couto, 27 anos, também gosta de convocar o seu clã para espantar as nuvens negras. “Gosto de reunir todos os amigos em casa e servir um grande jantar; dá um prazer enorme. Gosto de cozinhar para desanuviar o stress e esmero-me para que tudo saia bem. Dizem sempre que sou louca porque acabo por fazer grandes ‘tachadas’ e servir verdadeiros manjares. Esmero-me ao ponto de decorar as mesas com velas e tudo a condizer e criar o ambiente certo.”

8- Faça sexo

‘Pois… o que mais apetece depois de um dia demoníaco, em que temos a cabeça a mil à hora e um humor de cão, é correr as posições todas do Kamasutra!’ Pode até ser desta opinião mas pensa duas vezes antes de rejeitar esta hipótese. O sexo é uma das melhores rotinas anti-stress: levanta a auto-estima, ajuda a dormir melhor, liberta as tensões acumuladas e a química cerebral certa, que dá ao corpo uma sensação de bem-estar físico e o sentimento de união com o parceiro.

9- Seja optimista e visualize situações agradáveis.

Carolina aprendeu a pensar positivo, recorrendo a memórias agradáveis. “Tenho uma espécie de sala de projecções, na minha cabeça e, quando estou numa fase de stress, procuro relembrar pormenores das melhores viagens que já fiz. Tento ver-me lá outra vez lá: numa praia do Brasil, em boa companhia, ou numa noite estrelada africana. Dá saudades mas, de repente, parece que ganho alento novo. Mentalizo-me que, se tudo correr bem, os dias complicados vão passar, mais tarde ou mais cedo e vou ter mais momentos assim no futuro.”

Sofia faz das tripas coração mas também sabe que é preciso pensar que tudo vai correr bem quando stress aperta. “Tento sempre manter o bom humor em qualquer situação, por mais adversa que seja. Ter uma atitude positiva perante a vida ajuda sempre.”

10- Entregue-se ao seu hobbie preferido

Cristina Pacheco gosta de fazer tricô acha este passatempo relaxanta. “Sento-me na sala, de televisão apagada, a tricotar”. A vocação que Ana Couto sente para os trabalhos manuais e para a fotografia também resultam quando a missão é desanuviar nos dias difíceis. “Aprendi a fazer tricô com a ajuda da minha mãe e da minha sogra e agora faço pregadeiras. Para além de me dar um enorme gozo criar, sinto que estimula a minha criatividade.” A música, diz, é a sua melhor forma de escape. “Por causa disso, já pensei em inscrever-me em aulas de dança.”

Paula Gonçalves procura a música em alturas de stress. “Sempre gostei de pôr uns headphones com música alta, cantarolar (sem ninguém me ouvir…) e dançar bastante.”

Se tudo isto falhar, sempre lhe resta a solução de recurso de Catarina. “Comprei um saco de boxe para dar uns murros lá em casa.” Parece que resulta…

Outros remédios infalíveis

Reduza ou elimine a cafeína: ela aumenta os nossos níveis de cortisol, a hormona do stress, e de adrenalina, afecta o sono e pensa-se que, por aumentar o cortisol, também faz subir o nosso desejo de comer hidratos de carbono e comidas gordas.

Durma bastante: não abdique das suas oito ou mais horas de sono. Ele é reparador para as funções cerebrais e ajuda a consolidar a memória, melhoras a concentração, o estado de alerta e a capacidade de decisão.

Faça exercício: é óptimo para espantar frustrações e emoções negativas como a raiva. As artes marciais ou exercícios com pesos resultam bem.

Arranje tempo para relações: Família e amigos, as pessoas realmente importantes na sua vida não podem ficar para trás na sua agenda. As relações humanas, o diálogo, os momentos de divertimento e lazer são importantes

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba mais 6 meses grátis. Garanta uma boa leitura durante as suas férias e relaxe. Conheça todas as opções e não perca esta oportunidade. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Exame Informática TV 778: Especial de Verão (parte 2)

Exame Informática TV 778: Especial de Verão (parte 2)

Vendedores de garrafas de gás corrigem preços depois de fiscalização

Vendedores de garrafas de gás corrigem preços depois de fiscalização

Vestido rosa

Vestido rosa

Catarina Furtado dá nas vistas com top de 'glitter' e calças brancas

Catarina Furtado dá nas vistas com top de 'glitter' e calças brancas

A história do Ballett Gulbenkian

A história do Ballett Gulbenkian

De malas feitas

De malas feitas

Espanha: proibido regular o ar condicionado para menos de 27 graus

Espanha: proibido regular o ar condicionado para menos de 27 graus

Fã de cor-de-rosa, Bárbara Bandeira irreverente na final de

Fã de cor-de-rosa, Bárbara Bandeira irreverente na final de "The Voice"

Pilot Technology: a condução autónoma da Xiaomi já tem nome e está a evoluir a bom ritmo

Pilot Technology: a condução autónoma da Xiaomi já tem nome e está a evoluir a bom ritmo

Se acha que esta crise é igual às outras, não está a prestar atenção

Se acha que esta crise é igual às outras, não está a prestar atenção

Revelado nome carinhoso pelo qual os príncipes George, Charlotte e Louis tratam o avô, o príncipe Carlos

Revelado nome carinhoso pelo qual os príncipes George, Charlotte e Louis tratam o avô, o príncipe Carlos

Porque não gostamos do lucro (dos outros)?

Porque não gostamos do lucro (dos outros)?

Isto não são críticas de vinho!

Isto não são críticas de vinho!

A lenta agonia de Putin

A lenta agonia de Putin

Catarina Furtado brilha com o visual escolhido para a final de

Catarina Furtado brilha com o visual escolhido para a final de "The Voice Gerações"

Entrevista a Fernando Mendes, apresentador de 'O Preço Certo'

Entrevista a Fernando Mendes, apresentador de 'O Preço Certo'

A diversidade importa

A diversidade importa

O visual inesperado de Letizia em Palma de Maiorca

O visual inesperado de Letizia em Palma de Maiorca

Marta Melro sobre a filha, Aurora:

Marta Melro sobre a filha, Aurora: "Ela é o mais belo de mim"

DGS recomenda medidas de proteção adicionais contra o calor

DGS recomenda medidas de proteção adicionais contra o calor

Era uma vez uma maravilhosa preta da Guiné

Era uma vez uma maravilhosa preta da Guiné

A felicidade de Carla Baía e Rahim Samcher no dia do seu casamento

A felicidade de Carla Baía e Rahim Samcher no dia do seu casamento

"Pistol": Memórias do punk rock no Disney+

Solar Car Charging Palm, estações de carregamento alimentadas a energia solar

Solar Car Charging Palm, estações de carregamento alimentadas a energia solar

Tratar a depressão para além da medicação

Tratar a depressão para além da medicação

Mais de 20 praias já estiveram interditas ou com banho desaconselhado nesta época balnear

Mais de 20 praias já estiveram interditas ou com banho desaconselhado nesta época balnear

RPT-02 SOL, os auscultadores que carregam por luz natural ou artificial da… Adidas

RPT-02 SOL, os auscultadores que carregam por luz natural ou artificial da… Adidas

Oito novidades a não perder na Foz do Porto

Oito novidades a não perder na Foz do Porto

IC2 cortado entre Quebradas (Azambuja) e Asseiceira (Rio Maior) devido a incêndio

IC2 cortado entre Quebradas (Azambuja) e Asseiceira (Rio Maior) devido a incêndio

JL 1349

JL 1349

Cata Vassalo e Rita Patrocínio juntas em coleção de joalharia sobre a amizade

Cata Vassalo e Rita Patrocínio juntas em coleção de joalharia sobre a amizade

Tatiana Valério sobre o segundo filho:

Tatiana Valério sobre o segundo filho: "É muito desejado"

Entrevista a Mingyur Rinpoche,

Entrevista a Mingyur Rinpoche, "o homem mais feliz na Terra"

Agenda para pais e filhos: agosto é tempo de diversão

Agenda para pais e filhos: agosto é tempo de diversão

A VISÃO Se7e desta semana – edição 1537

A VISÃO Se7e desta semana – edição 1537

Treze distritos em aviso amarelo até final da semana por causa do calor

Treze distritos em aviso amarelo até final da semana por causa do calor

Estrela Geopark lança cartão para ajudar a reflorestar a serra

Estrela Geopark lança cartão para ajudar a reflorestar a serra

JL 1350

JL 1350

Livros-jogos para as férias

Livros-jogos para as férias

Ikea: novidades de outono

Ikea: novidades de outono

Gémeos digitais: Uma bola de cristal

Gémeos digitais: Uma bola de cristal

Infantas Leonor e Sofia destacam-se com vestidos de estilos diferentes

Infantas Leonor e Sofia destacam-se com vestidos de estilos diferentes