iStock-521491535.jpg

Morgan_studio

Se é certo que a nossa mente tem sempre a “palavra final”, a verdade é que também é muito difícil termos controlo sobre ela. Cada vez mais ouvimos falar na meditação e no mindfulness (atenção plena) – práticas que exigem uma grande concentração e trabalho diário -, de modo a conseguirmos ter um maior equilíbrio na nossa vida diária. E o mesmo se aplica à hora da refeição.

Tão ou mais importante quanto aquilo que coloca no prato, é a forma como come. Sobretudo se o seu objetivo é perder peso. Se não tiver a mínima atenção ao que está a fazer, na altura de ingerir os alimentos, esta poder tornar-se uma tarefa bastante mais difícil. Isto porque comer de forma distraída ou “emocional” pode levar a que ignore os sinais que o corpo lhe dá de que está satisfeito.

E o nutricionista Chris Mohr tem algumas estratégias, destinadas a todos os que procuram ver os números da balança diminuir. Confira-as:

1 – Quando tenciona comer, estabeleça um período de tempo de 20 minutos para terminar a refeição. Nesses momentos, foque-se em cada dentada, para que não tenha tendência a comer demasiado rápido. Demore os 20 minutos.

2 – Tente comer com a mão que menos usa. Ao não ser natural, este gesto fará com que coma mais devagar e tenha maior consciência daquilo que ingere.

3 – Coma silenciosamente durante cinco minutos, e pense no processo todo que resultou no prato que tem à frente – desde a produção dos alimentos, à venda de todos os ingredientes e, por fim, ao momento de os cozinhar.

4 – Dê dentadas pequenas e certifique-se de que mastigou tudo bem antes de voltar a levar o garfo à boca.

5 – Antes de abrir o armário ou o frigorífico, pergunte-se: “estou verdadeiramente com fome?”. Aproveite para beber um copo de água, dar um passeio ou ler até conseguir responder à pergunta.

Palavras-chave

Mais no portal

Beauty Spot

As melhores técnicas e produtos para fazer sardas falsas

A rubrica Beauty Spot desta semana é dedicada a esta tendência divertida, que combina na perfeição com visuais mais naturais de maquilhagem.

É só uma sugestão

Falar de Livros: "D.A.D. - Desempregado, Artista, Dona de Casa" é um retrato humorista da vida de um pai

Um livro de Alexandre Esgaio publicado pela Suma de Letras.

Moda

Olivia Wilde elege sobretudo acessível para se proteger do frio em Londres

Não sabíamos que precisávamos de um sobretudo azul... até vermos um dos visuais mais recentes da atriz.

Comportamento

3 formas de manter a conta bancária emocional do seu relacionamento com saldo positivo

Este conceito está diretamente relacionado com a forma como os casais gerem discussões de conflito.

#ActivaEmCasa

Braços e pernas: cinco exercícios para maior definição muscular

Aqui fica mais um circuito de treino completamente gratuito, preparado e exemplificado por Susana Carromeu, coach do CrossFit Cais.

Beleza

Cabelo: Os produtos que temos de experimentar

Conhece as novidades mais recentes? Para fortalecer, dar brilhou ou obter o styling perfeito.

Moda

Inspire-se no que há de novo nestas marcas de moda populares

A nova estação traz muitas novidades e estas marcas dão o mote para o que vamos querer usar nos dias quentes.

Exclusivo
Beleza

Bárbara Corby: "Considero que a beleza vem de dentro"

A influencer é o novo rosto da Vichy em Portugal, depois de ter sido embaixadora digita da marca durante algum tempo. Em conversa com a ACTIVA falou sobre o novo papel e a a relação que tem com o mundo da beleza.

Imagem de Sucesso

Como usar o cinto para modernizar looks e valorizar a silhueta

Quer seja fino, grosso, de metal ou de couro, o cinto pode ser um grande aliado para no que toca ao styling.

Mulheres Inspiradoras

Joana Pessoa: um novo fado

É fadista desde os 15 anos, mas isso está longe de resumir a sua vida. Estivemos à conversa sobre escolhas, caminhos, filhos, divórcio, destino, amor, velhice, para voltarmos ao fado e fecharmos o círculo. Levei-lhe quase quatro horas de vida. É o que dá conversar com uma das mulheres mais interessantes que já entrevistei.

Comportamento

Existem quatro tipos de vinculação num relacionamento - saiba qual é o seu

Este tipo de apego é construído na infância e pode acabar por ter repercussões na vida adulta.