No passado dia 7 de abril, o Centers for Disease Control and Prevention (CDC) forceneu dados específicos acerca da população afetada pelo novo coronavírus. O estudo realizado provou que a maioria dos hospitalizados pela doença sofrem de outros problemas de saúde.

Os mais comuns, dizem, são hipertensão (49.7%), obesidade (48.3%), doença crónica do pulmão (34.6%), diabetes (28.3%) e doenças cardiovasculares (27.8%). O estudo utilizou dados de 1482 pacientes admitidos nos hospitais entre 1 e 30 de março, em 14 estados diferentes dos EUA: California, Colorado, Connecticut, Georgia, Iowa, Maryland, Michigan, Minnesota, New Mexico, New York, Ohio, Oregon, Tennessee, e Utah.

Além das condições de saúde subjacentes, a idade dos doentes foi outro fator importante. O estudo descobriu que 74,5% dos hospitalizados por complicações da COVID-19 tinham 50 ou mais anos de idade, com a maioria a registar idade acima dos 65 anos.

Os homens foram os mais afetados, já que 54,4% dos hospitalizados eram do sexo masculino, bem como os afro-americanos, que representam 33% das hospitalizações. O estudo aponta ainda para o facto de a maioria das condições subjacentes verificadas serem semelhantes àquelas de que sofrem doentes hospitalizados devido ao vírus da gripe A, embora a COVID-19 tenha vindo a obrigar a mais hospitalizações.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Mais no portal