Máscara caseira

A pandemia tem-nos confrontado com um cenário atipicamente complexo e exigente a vários níveis: isolamento e distanciamento social, teletrabalho, uso de máscaras e luvas na rua. Consequentemente, tivemos de adaptar-nos a um conjunto de procedimentos que mudaram as nossas rotinas profissionais e familiares.

Estamos agora a iniciar uma nova fase, o “levantamento” do estado de emergência, com muitas incertezas e dúvidas sobre como será a nova normalidade. Porém, também com a consciência, enquanto cidadão, da importância de mantermos algumas recomendações, como a lavagem das mãos, a etiqueta respiratória, a manutenção da distância social, e a utilização de barreiras físicas. Estas medidas de prevenção e proteção são indispensáveis para minimizar o risco de transmissão comunitária.

Numa altura em que os equipamentos de proteção pessoal ainda levantam muitas questões, falámos com três especialistas: Maria do Carmo Cordeiro, enfermeira, Cátia Rodrigues e Eva Miriam Rasteiro, técnicas de saúde ambiental, da Unidade de Saúde Pública (USP) Loures-Odivelas. Em conjunto, esclareceram as principais dúvidas sobre o que distingue as máscaras comunitárias das cirúrgicas, bem como quem deve usar cada uma delas, como e em que situações.

O que é uma máscara cirúrgica?

Este tipo de máscara é considerado um dispositivo médico, de uso clínico, que previne a transmissão de agentes infeciosos das pessoas que utilizam a máscara para as restantes.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda especificamente o seu uso a todos os profissionais de saúde, pessoas com sintomas respiratórios e pessoas que entrem/circulem em instituições de saúde.

A autoridade de saúde do governo português recomenda ainda que as pessoas mais vulneráveis, nomeadamente idosos (mais de 65 anos de idade), com doenças crónicas e estados de imunossupressão, devem usar máscaras cirúrgicas sempre que saiam de casa.

E a máscara comunitária?

As máscaras comunitárias (ou de uso social) não são dispositivos médicos, mas sim dispositivos de diferentes materiais têxteis, que podem ser de uso único ou reutilizáveis, destinados à população geral: todos os indivíduos que permaneçam em espaços interiores fechados com múltiplas pessoas como, por exemplo, farmácias, transportes públicos, lojas, hipermercados e estabelecimentos comerciais.

Têm por função a promoção da proteção de grupo, portanto servir como uma “barreira” complementar às medidas de prevenção e regras de distanciamento social, e nunca substituir ou sobrepor-se às medidas de confinamento, à higiene das mãos, à organização e procedimentos a serem adotados, nomeadamente em escolas e entidades empregadoras que possibilitem melhorar a proteção dos funcionários.

Estas máscaras não se destinam nem a profissionais de saúde, nem a doentes. Contudo, os fabricantes devem cumprir critérios e requisitos em termos de conceção, desempenho e usabilidade, nomeadamente no que diz respeito à filtração, respirabilidade, dimensionamento e resistência. Nesse sentido, as máscaras comunitárias devem ser acompanhadas das especificações técnicas: a quem se destina a sua utilização, materiais usados, indicações de lavagem e secagem, número possível de reutilização. 

É fundamental assegurar por parte do seu utilizador, que sabe colocar e remover corretamente a máscara, cumprindo todas as etapas de forma segura.

Os 3 passos para colocar a máscara comunitária corretamente

Imagens: JAMA Network® | ©2020 American Medical Association

As regras de ouro durante a utilização

Imagens: ©JenniferMaker

Como retirar a máscara?

Imagens: JAMA Network® | ©2020 American Medical Association

Em resumo e face à informação existente até à data, as máscaras comunitárias são destinadas à promoção da proteção de grupo, nomeadamente, utilização por indivíduos no contexto da sua atividade profissional, utilização por indivíduos que contactam com outros indivíduos portadores de qualquer tipo de máscara e utilização nas saídas autorizadas em contexto de confinamento, nomeadamente, em espaços interiores com múltiplas pessoas. O uso destas máscaras não implica qualquer alteração às medidas de confinamento, à higiene das mãos e etiqueta respiratória e à organização e procedimentos a serem adotados, nomeadamente, por escolas e entidades empregadoras que possibilitem melhorar a proteção dos funcionários, como já referido.

Palavras-chave

Na ACTIVA apresentamos-lhe mulheres e ideias inspiradoras nas mais diversas áreas. Acompanhe-nos, deixe-se inspirar e leia já esta revista. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Estas são as dores mais comuns na depressão

Estas são as dores mais comuns na depressão

Tecnologia Renault para os carros do futuro

Tecnologia Renault para os carros do futuro

Lisboa depois dos turistas

Lisboa depois dos turistas

PRIMA ECO. Quatro mulheres empenhadas na causa sustentável

PRIMA ECO. Quatro mulheres empenhadas na causa sustentável

Motos elétricas Silence chegam (oficialmente) a Portugal

Motos elétricas Silence chegam (oficialmente) a Portugal

Laura Figueiredo lança coleção de óculos de sol

Laura Figueiredo lança coleção de óculos de sol

Governo dos Açores compromete-se com 30% do espaço marítimo protegido até 2023

Governo dos Açores compromete-se com 30% do espaço marítimo protegido até 2023

Casa Dentro: uma viagem pela Arquitetura de Interiores com Cristina Santos e Silva

Casa Dentro: uma viagem pela Arquitetura de Interiores com Cristina Santos e Silva

Covid-19: De quanto em quanto tempo podemos ser reinfetados? A resposta já a seguir

Covid-19: De quanto em quanto tempo podemos ser reinfetados? A resposta já a seguir

Margarida Corceiro sobre papel em

Margarida Corceiro sobre papel em "Quero É Viver": "Maior desafio até agora"

Dez vestidos em malha que vai querer comprar nos saldos

Dez vestidos em malha que vai querer comprar nos saldos

EDP antecipa para 2040 a redução em mais de 90% de emissões na cadeia de valor

EDP antecipa para 2040 a redução em mais de 90% de emissões na cadeia de valor

Teste em vídeo ao DS 9 E-Tense

Teste em vídeo ao DS 9 E-Tense

Fotossíntese artificial: plantas conseguem crescer mesmo na completa escuridão

Fotossíntese artificial: plantas conseguem crescer mesmo na completa escuridão

Daniel Blaufuks na série PH

Daniel Blaufuks na série PH

Oceanos: Austrália destina 1,1 mil milhões de euros para preservação da Grande Barreira de Coral

Oceanos: Austrália destina 1,1 mil milhões de euros para preservação da Grande Barreira de Coral

Famosos divertem-se no segundo fim de semana de Rock in Rio

Famosos divertem-se no segundo fim de semana de Rock in Rio

CARAS Decoração de junho: retiros naturais

CARAS Decoração de junho: retiros naturais

Os Cadernos da Minha Vida: mergulhar no processo criativo de Joana Vasconcelos

Os Cadernos da Minha Vida: mergulhar no processo criativo de Joana Vasconcelos

Oeiras EcoRally em imagens

Oeiras EcoRally em imagens

JL 1348

JL 1348

Este truque pode aumentar a eficácia da sua máscara hidratante para o cabelo

Este truque pode aumentar a eficácia da sua máscara hidratante para o cabelo

Anda a sentir falhas acentuadas de memória? António Damásio explica porquê

Anda a sentir falhas acentuadas de memória? António Damásio explica porquê

10 perfumes de verão e porque precisa de (pelo menos) um para melhorar os seus dias

10 perfumes de verão e porque precisa de (pelo menos) um para melhorar os seus dias

Homem embriagado perde pen com dados de todos os habitantes de uma cidade japonesa

Homem embriagado perde pen com dados de todos os habitantes de uma cidade japonesa

Letizia recupera vestido de couro para presidir a entrega de prémios de sustentabilidade

Letizia recupera vestido de couro para presidir a entrega de prémios de sustentabilidade

Glamour no Baile da Flor

Glamour no Baile da Flor

O visual que Catarina Gouveia usou no casamento do irmão

O visual que Catarina Gouveia usou no casamento do irmão

A PRIMA gosta das cores de verão da Parfois, dos sabores frescos da Brigadeirando e da nova coleção da Joana Mota Capitão

A PRIMA gosta das cores de verão da Parfois, dos sabores frescos da Brigadeirando e da nova coleção da Joana Mota Capitão

Ana Garcia Martins defende Anitta depois de críticas:

Ana Garcia Martins defende Anitta depois de críticas: "Foi a única data a esgotar esta edição do RiR"

O que se sabe, até agora, sobre o caso de Jéssica, a menina de 3 anos que morreu em Setúbal vítima de maus-tratos

O que se sabe, até agora, sobre o caso de Jéssica, a menina de 3 anos que morreu em Setúbal vítima de maus-tratos

Famosos encerram Rock in Rio Lisboa com muito estilo

Famosos encerram Rock in Rio Lisboa com muito estilo

H.amo: uma nova forma de decoração da sua mesa inspirada nos padrões portugueses

H.amo: uma nova forma de decoração da sua mesa inspirada nos padrões portugueses