@endlesslyloveclub

Todos sabemos que a vitamina D é essencial para ter ossos, dentes e músculos saudáveis, entre outros benefícios. Contudo, quem segue uma dieta vegan rigorosa, evita e exposição ao sol ou tem pele escura, pode sofrer de deficiência desta hormona – algo que, de acordo com os especialistas, é mais comum do que pensamos.

Na verdade, um estudo recente descobriu uma correlação entre a carência de vitamina D e um maior risco de COVID-19. Para este trabalho, publicado na revista científica “Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism“, os investigadores analisaram 216 pacientes num hospital em Espanha e compararam-nos a controlos de outro conjunto de dados. De todos os doentes, 82,2% tinha falta de vitamina D. Para além disso, os cientistas perceberam que os homens tinham níveis de vitamina D muito mais baixos desta substância lipossolúvel do que as mulheres.

O problema da vitamina D é que o corpo não consegue criá-la sozinho: a principal fonte vem da luz solar direta sobre a pele. E tendo em conta que a maioria de nós não está a ter tanta exposição ao sol quanto precisa, muitos estão a esgotar as suas reservas, especialmente com as recomendações de isolamento social e confinamento (tão importantes na proteção contra o contágio pelo novo coronavírus).

No Reino Unido, por exemplo, o Public Health England, uma agência executiva do Departamento de Saúde e Cuidados Sociais do país, divulgou novas diretrizes, apelando a que os cidadãos façam uma suplementação diária com vitamina D durante o “lockdown”. Assim sendo, toda a gente é aconselhada a tomar 10 microgramas (μg) – e não apenas aqueles com risco de inadequação -, incluindo crianças, mulheres grávidas ou que estejam a amamentar, e idosos.

Porque é que a vitamina D é tão importante para a saúde?

A vitamina D é, também, uma hormona e desempenha papéis importantes em manter o sistema imunitário saudável e proteger-nos contra doenças. Além disso, aumenta a absorção de cálcio e é crucial para manter os ossos saudáveis.

A deficiência de vitamina D já foi associada a infeções, doenças cardiovasculares e doenças autoimunes e inflamatórias, incluindo a esclerose múltipla. Após o aumento de ensaios clínicos e investigações científicas sobre o coronavírus, a vitamina D demonstrou ajudar na luta contra infeções respiratórias, apoiar o sistema imunitário e até mesmo tratar sintomas leves da COVID-19.

Qual é a dose recomendada?

Segundo o estudo “Prevalence of Vitamin D deficiency and its predictors in the Portuguese population: a nationwide population-based study”, mais de 2/3 da população portuguesa apresenta níveis insuficientes de vitamina D.

“As doses recomendadas existentes relativamente à toma de vitamina D não estão ajustadas à população portuguesa, sendo orientações internacionais, que não estão ajustadas ao peso e são controversas. Durante a fase de COVID-19, tem sido recomendada a dose diária de 20 microgramas”, explica o site da rede de unidades de saúde CUF.

Quais são as principais fontes de vitamina D?

Embora seja a exposição solar a principal fonte de vitamina D, também é possível obtê-la através da ingestão de alguns alimentos, tais como peixes gordos (como salmão, sardinhas, arenque e cavala), carne vermelha, fígado de vaca, gema de ovo, alimentos fortificados, como leite, queijo e cogumelos.

Devo tomar suplementos?

A suplementação com vitamina D é uma estratégia segura e económica para prevenir a carência deste nutriente. O site da CUF sublinha que a sua margem de segurança é muito grande, uma vez que seria necessária a toma de uma dose muito acima da recomendada para que ocorressem riscos para a saúde. Assim sendo, o suplemento alimentar poderá estar recomendado para pessoas que passam pouco tempo no exterior, vivem em instituições, como os lares, vestem roupa que tapa o corpo todo quando se encontram no exterior, têm pele escura e têm excesso de peso ou obesidade.

Contudo, antes de começar a tomar este suplemento alimentar deve sempre informar-se junto de um profissional de saúde.

Palavras-chave

Assine uma destas revistas e escolha um presente grátis. Estadas em hotéis, produtos de beleza e muitos outros. Aproveite. Assine aqui

Relacionados

Saúde

Covid-19: elixir oral promete mesmo acabar com o vírus?

Confira o que os especialistas têm a dizer.

Saúde

Grávidas com COVID-19 têm risco acrescido de desenvolverem pré-eclâmpsia

Quando não tratada, esta complicação da gravidez pode levar à morte da mãe e do bebé.

Comportamento

COVID-19. Quase 20% dos sobreviventes são diagnosticados com um transtorno mental

Um estudo da Universidade de Oxford chegou a esta conclusão, tendo como base milhões de registos médicos nos Estados Unidos.

Mais no portal

Comportamento

O tamanho não importa, mas há uma coisa que as mulheres valorizam bastante

De acordo com diferentes estudos sobre o assunto.

Mulheres Inspiradoras

Prémios Mulheres Inspiradoras: estas são as nomeadas na categoria Negócios

Em 2021 foram muitas as mulheres que se distinguiram em Artes, Ciência. Desporto, Negócios, Solidariedade e Sustentabilidade. Não foi fácil escolher, mas aqui ficam as nomeadas a mais um Prémio ACTIVA Mulheres Inspiradoras. Em breve poderá conhecer as vencedoras em cada uma das categorias.

Mulheres Inspiradoras

Prémios Mulheres Inspiradoras: estas são as nomeadas na categoria Desporto

Em 2021 foram muitas as mulheres que se distinguiram em Artes, Ciência. Desporto, Negócios, Solidariedade e Sustentabilidade. Não foi fácil escolher, mas aqui ficam as nomeadas a mais um Prémio ACTIVA Mulheres Inspiradoras. Em breve poderá conhecer as vencedoras em cada uma das categorias.

Moda

Sim, os mocassins ficam bem com qualquer visual — e aqui está a prova

Saias, leggings, vestidos.. não há como falhar ao combinar diferentes peças com estes sapatos.

Mulheres Inspiradoras

Prémios Mulheres Inspiradoras: estas são as nomeadas na categoria Ciência

Em 2021 foram muitas as mulheres que se distinguiram em Artes, Ciência. Desporto, Negócios, Solidariedade e Sustentabilidade. Não foi fácil escolher, mas aqui ficam as nomeadas a mais um Prémio ACTIVA Mulheres Inspiradoras. Em breve poderá conhecer as vencedoras em cada uma das categorias.

Mulheres Inspiradoras

Prémios Mulheres Inspiradoras: estas são as nomeadas na categoria Artes

Em 2021 foram muitas as mulheres que se distinguiram em Artes, Ciência. Desporto, Negócios, Solidariedade e Sustentabilidade. Não foi fácil escolher, mas aqui ficam as nomeadas a mais um Prémio ACTIVA Mulheres Inspiradoras. Em breve poderá conhecer as vencedoras em cada uma das categorias.

Mulheres Inspiradoras

Prémios Mulheres Inspiradoras: estas são as nomeadas na categoria Solidariedade

A vencedora será revelada em breve.

Beleza

8 verdades sobre cabelos brancos que não podemos ignorar

Mais cedo ou mais tarde, todas as mulheres passam pela experiência de ter cabelos brancos.

Mulheres Inspiradoras

Prémios Mulheres Inspiradoras: estas são as nomeadas na categoria de Sustentabilidade

São quatro as nomeadas nesta categoria, que conta com ao apoio da Endesa.

Lifestyle

Afinal, a loiça deve ser passada por água antes de ir para a máquina ou não?

A resposta pode surpreendê-la.

Saúde

A regra que ajuda a aumentar o consumo diário de fruta e vegetais

Consumir mais frutas, verduras e legumes está associado a vários benefícios para a saúde.

Moda

Eis como fazer com que as leggings passem de casuais a elegantes

Inspire-se nestes visuais que provam que as leggings não têm de ser básicas.