A COVID-19 tem sido em 2020 o “inimigo” número um da humanidade, não só ao nível da saúde como também a nível social e económico. A sociedade teve de se adaptar, e as empresas da área da saúde também. O setor público uniu-se ao privado, e laboratórios privados, como a SYNLAB, tiveram de se reajustar e abrir, de um dia para o outro, unidades físicas e móveis, em parceria com as Câmaras Municipais e com os Centros de Saúde locais, para realização de testes COVID-19 para ajudar a diagnosticar esta infeção e evitar, ao máximo, a propagação do vírus. Tem sido verdadeiramente um esforço de equipa que nos tem levado a superar desafios dificilmente imaginados antes da pandemia.

E, quase um ano depois, chegou o momento ansiado por muitos, com os telejornais a abrirem com a notícia: “Foi lançada a vacina contra a COVID-19” e, nas redes sociais, o tema a passar a ser rei. Depois de muitos ensaios clínicos, de várias tentativas falhadas, eis que foi aprovada a primeira vacina contra a COVID-19.

O mecanismo envolvido na conceção das vacinas tradicionais passa pela utilização do próprio vírus ou bactéria, numa versão desativada ou atenuada, para que o organismo reaja e responda à infeção. A tecnologia utilizada nesta nova vacina nunca tinha sido testada em humanos, contribuindo para muita discussão à volta deste tema. Nas vacinas fabricadas pelas Pfizer e Moderna, utilizando o mRNA, não é o agente do vírus que é introduzido através da vacina, mas sim parte do seu genoma que produzirá uma determinada parte do micro-organismo (naturalmente, uma parte fundamental para a propagação do vírus) e assim, estimulará a produção de defesas contra essa parte específica do agente infecioso.  Ou seja, esta vacina vai imitar o que o vírus faz, com a diferença que não gera uma infeção completa, apenas obriga a célula do hospedeiro humano a produzir uma parte da constituição do vírus, a tal parte fundamental do mesmo.

A polémica existente frisa que esta vacina poderá modificar o ADN humano, entrando no cromossoma e modificando o genoma humano. Tal não acontece, uma vez que o vírus não permanece nas células e não tem capacidade para se integrar no cromossoma. É uma vacina eficaz (>90%) e é das mais seguras que pode haver, e como o provam centenas de milhares de pessoas em que não houve qualquer efeito adverso grave. A juntar a isto, temos ainda outras vantagens, das quais se destacam: a facilidade de produção e, caso o vírus sofra uma mutação que diminua a eficácia da vacina, a facilidade de se corrigir rapidamente e fabricar uma nova vacina. São estes os principais motivos pelos quais estas vacinas estão na linha da frente.

Assim, podemos dizer que a vacina é eficaz e segura. Mas, é importante que fique realçado que a sua administração poderá produzir alguns efeitos passageiros nas primeiras 24 horas, após a sua administração, dos quais se destacam o mal-estar ou a febre baixa. Mas embora incómodos, não são sinais negativos, pelo contrário. Se sentir esse tipo de efeitos, é sinal que o sistema imunitário está a reagir de forma positiva ao vírus. Quanto ao relato recente de algumas reações alérgicas, podemos dizer que não é um fenómeno inesperado, que parece ser raro mas que merece certamente acompanhamento. Aliás, na linha do processo natural de fabricação e consequente administração de qualquer medicamento, vai haver a necessidade de um acompanhamento médico em larga escala dos vacinados, para que se perceba se existem ou não efeitos secundários não conhecidos e não detetados durante o período dos ensaios clínicos.

Estima-se que seja necessário vacinar apenas 70 por cento da população para atingir a imunidade de grupo, mas deve ser referido que quanto maior for a taxa de vacinação, melhor controlo da infeção haverá. Com a vacina do sarampo, para dar outro exemplo, é necessário vacinar 95 por cento da população, uma vez que a taxa de transmissão do vírus é elevadíssima, superior à da COVID-19.

As vantagens destas vacinas estão à vista, mas ainda faltam passos importantes a percorrer: a aprovação da mesma pelas entidades reguladoras europeias e a nível logístico, uma rápida e eficaz distribuição uma vez que a vacina é embalada a -70ºC, com embalagens de gelo seco, tendo um tempo de armazenamento relativamente curto. Mas com uma boa logística, este problema consegue ultrapassar-se!

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Mais Notícias

Raphael Navot, eleito Designer do Ano pela Maison & Objet

Raphael Navot, eleito Designer do Ano pela Maison & Objet

Homem do Leme: Anna

Homem do Leme: Anna

Liga estima prejuízo de 23 milhões de euros para transporte de doentes feito pelos bombeiros

Liga estima prejuízo de 23 milhões de euros para transporte de doentes feito pelos bombeiros

A economia portuguesa na encruzilhada da incerteza global

A economia portuguesa na encruzilhada da incerteza global

VISÃO Se7e: Guia para os Oscars – Onde ver os filmes nomeados nas principais categorias

VISÃO Se7e: Guia para os Oscars – Onde ver os filmes nomeados nas principais categorias

Em “Sangue Oculto”: Mário descobre que Maria é sua prima e declara-se

Em “Sangue Oculto”: Mário descobre que Maria é sua prima e declara-se

Uma vénia ao ovo

Uma vénia ao ovo

TVI cede ao pedido dos espectadores: Fanny volta ao “Somos Portugal”

TVI cede ao pedido dos espectadores: Fanny volta ao “Somos Portugal”

Ano Novo chinês: vêm aí o Coelho!

Ano Novo chinês: vêm aí o Coelho!

Microsoft Surface Pro 9 em teste: Descubra as diferenças

Microsoft Surface Pro 9 em teste: Descubra as diferenças

Um robô do exército americano foi treinado para detetar fuzileiros. Foi derrotado com uma simples caixa de cartão

Um robô do exército americano foi treinado para detetar fuzileiros. Foi derrotado com uma simples caixa de cartão

Quando a arte desaparece

Quando a arte desaparece

Reuniões remotas facilitadas com a Koibox-100W

Reuniões remotas facilitadas com a Koibox-100W

Bruxelas instaura processo contra Portugal por falhar transposição de diretiva sobre impacto ambiental

Bruxelas instaura processo contra Portugal por falhar transposição de diretiva sobre impacto ambiental

Aethos Ericeira: mar à vista

Aethos Ericeira: mar à vista

Schiaparelli leva

Schiaparelli leva "O Inferno" de Dante à Semana da Alta Costura de Paris

Portugueses culpam as alterações climáticas pelo aumento do preço dos alimentos

Portugueses culpam as alterações climáticas pelo aumento do preço dos alimentos

“Somos Portugal” com novos apresentadores: “Volta Santiago, Ben e Fanny”, reagem os internautas

“Somos Portugal” com novos apresentadores: “Volta Santiago, Ben e Fanny”, reagem os internautas

Passatempo: ganha o livro 'Sami, o Rapaz que Sobreviveu a Auschwitz'

Passatempo: ganha o livro 'Sami, o Rapaz que Sobreviveu a Auschwitz'

Oscars: Onde ver os filmes nomeados nas principais categorias

Oscars: Onde ver os filmes nomeados nas principais categorias

Veja as melhores imagens da Conferência dedicada às 1000 Maiores PME

Veja as melhores imagens da Conferência dedicada às 1000 Maiores PME

Dezenas de empresas nacionais marcam presença na feira Ambiente em Frankfurt

Dezenas de empresas nacionais marcam presença na feira Ambiente em Frankfurt

Maior avião elétrico e a hidrogénio voa durante dez minutos no Reino Unido

Maior avião elétrico e a hidrogénio voa durante dez minutos no Reino Unido

Mostramos tudo com estas 20 peças transparentes

Mostramos tudo com estas 20 peças transparentes

O elegante body da Princesa de Gales

O elegante body da Princesa de Gales

VISÃO Se7e: Os melhores filmes e séries para ver em 2023

VISÃO Se7e: Os melhores filmes e séries para ver em 2023

Amazon pede aos funcionários para terem cuidado com o ChatGPT

Amazon pede aos funcionários para terem cuidado com o ChatGPT

Rainha Camilla recorda drama pelo qual a sua família passou

Rainha Camilla recorda drama pelo qual a sua família passou

Custo da nova dívida do Estado triplicou em 2022 e preveem-se mais subidas nos juros

Custo da nova dívida do Estado triplicou em 2022 e preveem-se mais subidas nos juros

A coleção vibrante primavera-verão 2023 de Alexis Mabille desfila em Paris

A coleção vibrante primavera-verão 2023 de Alexis Mabille desfila em Paris

Usando máscara de proteção facial, príncipe Alberto do Mónaco junta-se à família na varanda do Palácio

Usando máscara de proteção facial, príncipe Alberto do Mónaco junta-se à família na varanda do Palácio

VOLT Live: o efeito da descida dos preços dos Tesla

VOLT Live: o efeito da descida dos preços dos Tesla

Três floristas para encher a casa de alegria e bons cheiros

Três floristas para encher a casa de alegria e bons cheiros

Shell compra operador de carregamentos elétricos Volta

Shell compra operador de carregamentos elétricos Volta

Amazon pede aos funcionários para terem cuidado com o ChatGPT

Amazon pede aos funcionários para terem cuidado com o ChatGPT

Expansão do metro de Lisboa evita 29 mil toneladas de dióxido carbono -- Duarte Cordeiro

Expansão do metro de Lisboa evita 29 mil toneladas de dióxido carbono -- Duarte Cordeiro

Solução formigueiro

Solução formigueiro

"Eu vi a minha mãe cair... e vi o sangue na neve". Um relato na primeira pessoa no Dia em Memória do Holocausto

Visuais monocromáticos e tons escuros marcam o desfile da Dior na Semana da Alta Costura de Paris

Visuais monocromáticos e tons escuros marcam o desfile da Dior na Semana da Alta Costura de Paris

Não contem comigo!

Não contem comigo!

OE2022: Pandemia custou ao Estado 4.135 ME no ano passado

OE2022: Pandemia custou ao Estado 4.135 ME no ano passado

Associação quer obrigatoriedade de médicos em permanência nos lares

Associação quer obrigatoriedade de médicos em permanência nos lares