@brittanyxavier

As festas que marcam o final de dezembro são momentos de grande comemoração. Afinal de contas, é nesta altura que nos sentimos gratos pelas lições que aprendemos e pelas pessoas que tivemos à nossa volta, e, claro, preparamo-nos para o ano que está por vir.

Durante a quadra natalícia, as bebidas alcoólicas como, por exemplo, os vinhos, as cervejas e os espumantes, acabam por estar sempre presentes. Contudo, é (sempre) preciso beber com moderação. Isto porque o álcool pode causar uma série de danos a curto e longo prazo no organismo. Por isso mesmo, reunimos sete motivos pelos quais deve reduzir, ou até mesmo evitar completamente, o consumo de bebidas alcoólicas nas festas. Confira, abaixo:

Desidratação da pele

A perda de água causada pelo álcool afeta a saúde da pele. De acordo com a dermatologista Paola Pomerantzeff, em declarações à revista “L’Officiel Brasil”, a pele também é um dos tecidos periféricos de onde o organismo retira água para metabolizar o álcool. Como resultado, o tecido cutâneo pode sofrer desidratação, descamação e até mesmo perda de brilho. Para além disso, o consumo de bebidas alcoólicas favorece um processo inflamatório na pele que, a longo prazo, pode causar envelhecimento precoce, com o surgimento de rugas, flacidez e linhas de expressão. Dito isto, não há como errar com a ingestão de muita água.

Surgimento de doenças orais

Outra estrutura afetada pela perda de água causada pelo álcool é a boca e os dentes. “O processo de desidratação causado pelo álcool provoca a diminuição na produção de saliva. Como resultado, ficamos mais suscetíveis ao desenvolvimento de doenças como cáries, gengivites e erosão dentária, visto que uma das principais funções da saliva é justamente proteger os dentes e as mucosas orais”, afirma o cirurgião-dentista Dr. Hugo Lewgoy à mesma publicação.

Tendo isto em conta, além de ingerir bastante água, o especialista aconselha que tenha sempre um kit portátil consigo, sendo que este deve ser composto por uma escova de dentes, pasta dentífrica e fio dentário. Assim, poderá fazer a higienização oral durante as festas.

Ressecamento da região íntima

O aumento exagerado de bebidas alcoólicas durante o período de festas pode ainda afetar a saúde íntima feminina. “Entre outros problemas, o álcool causa desidratação, porque o organismo precisa de uma grande quantidade de água para metabolizá-lo. Logo, se não houver água suficiente, o organismo vai buscá-la a órgãos periféricos, diminuindo a lubrificação íntima e contribuindo para o ressecamento”, afirma a Dra. Eloisa Pinho, ginecologista e obstetra.

Aumento da predisposição a problemas circulatórios

Por favorecer a desidratação, o álcool, além de aumentar a incidência de cãibras e dores musculares, também pode fazer com que o organismo retenha mais líquidos. “Como resultado, ficamos mais inchados e a pressão sobre as veias e artérias aumenta, o que pode contribuir para o surgimento de problemas vasculares como varizes e trombose”, sublinha a cirurgiã vascular Dra. Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, à “L’Officiel Brasil”.

Desaceleração  do metabolismo

O fígado é o responsável por digerir as bebidas alcoólicas e também é o responsável pelo metabolismo da gordura. “O fígado trabalha diariamente, quebrando as gorduras da alimentação e eliminando as toxinas. Quando bebe álcool, acaba por adicionar mais uma tarefa às funções deste órgão. Desta forma, ele não consegue processar a gordura de maneira tão rápida e eficientemente, pois estará, também, a trabalhar para expelir o álcool. Como consequência, ocorre a desaceleração do metabolismo, levando, inclusive, ao acúmulo de gordura”, explica a Dra. Marcella Garcez, nutrologista e diretora da Associação Brasileira de Nutrologia. 

Palavras-chave

Relacionados

Lifestyle

Serão as bebidas alcoólicas realmente inimigas da balança?

A resposta não é assim tão linear.

Saúde

Eis um truque de emagrecimento que não implica a privação de bebidas alcoólicas (pelo contrário)

Atentem, apreciadores de vinho!

Saúde

Estas bebidas são quase tão prejudiciais para a nossa saúde como os refrigerantes

Ouvimos falar dos 'malefícios dos refrigerantes para a nossa saúde, mas muitas vezes passa-nos ao lado que há outras bebidas, aparentemente mais inofensivas, que não são igualmente benéficas para nós., Veja o vídeo e descubra quais são.

Mais no portal

Imagem de Sucesso

Estas dicas vão facilitar a escolha das suas próximas calças de ganga

Do corte às lavagens, saiba que modelos mais favorecem as mulheres.

Beleza

Descubra qual é o melhor Gua sha para si

Uma ferramenta de beleza que se tornou indispensável na rotina de beleza de muitas mulheres.

Saúde

Ter plantas em casa aumenta a felicidade e a esperança de vida

Estes são apenas dois dos muitos benefícios comprovados pela ciência de apostar na botânica de interiores.

Moda

Que sapatos usar com calças de ganga flare? Temos a resposta

Inspire-se nestes 12 "looks" de influencers internacionais.

Beleza

Este truque deixa as sobrancelhas no lugar de uma vez por todas

É simples, prático e surpreendentemente acessível. A melhor parte? Só vai precisar de duas coisas para ter sobrancelhas de sonho.

Comportamento

As mulheres usam quatro técnicas específicas para aumentar o prazer durante o sexo

Um estudo recente pretende disponibilizar uma linguagem clara e que empodere as mulheres para tornarem o ato sexual mais satisfatório.

Saúde

A pandemia trouxe maus hábitos que sugam a energia do corpo

Saiba como corrigi-los e ganhar qualidade de vida.

Beleza

Estas fotografias provam que o lob é tão versátil quanto elegante

Por isso mesmo, é um dos cortes preferidos das influencers neste momento.

Comportamento

O que acontece quando uma mulher tem um orgasmo?

O cérebro, mais especificamente o lobo frontal, fica a todo o vapor!

Beleza

Os motivos para ser uma boa ideia investir numa bruma facial

Um produto de beleza bastante útil nos dias quentes, cujos benefícios vão muito além da hidratação.