@bellamichlo

Durante ‘aqueles dias do mês’, a última coisa que passa pela cabeça de muitas mulheres é fazer exercício físico. Contudo, podem estar a perder uma boa oportunidade de atingir os seus objetivos de fitness.

Durante o ciclo menstrual, o corpo muda por causa das várias hormonas e essas oscilações podem afetar o quão bem este tolera (ou não) a intensidade e resistência. Saiba como maximizar a sua performance ao personalizar os treinos consoante as necessidades do corpo durante as três fases do ciclo: folicular, ovulação e lútea.

Fase folicular

De acordo com o Dr. Michael Cackovic, Médico Ginecologista e Obstetra do The Ohio State University Wexner Medical Center, a fase folicular começa no primeiro dia de período e termina no dia antes da ovulação. “Como os níveis de estrogéneo e até mesmo de testosterona aumentam, pode sentir um impulso de energia, melhor humor e até mesmo pensar com mais clareza”, explica ao site Popsugar. “Pode sentir-se mais assertiva e disposta a correr riscos, bem como mais extrovertida e sensual”.

O melhor exercício: Qualquer tipo é bem-vindo mas se quiser sair da sua zona de conforto nesta fase, aumente a intensidade e tente exceder os seus limites. “No primeiro dia do seu ciclo, o seu nível de energia é elevado (apesar de, tecnicamente, poder sentir-se esgotada) e esta fase é uma boa altura para focar-se em treinos cardiovasculares mais longos”, diz Laura Arndt, especialista certificada em resistência e condicionamento, à mesma plataforma, destacando atividades como corridas longas, andar de bicicleta e fazer uma aula aeróbica de dança. “E com níveis mais elevados de estrogéneo, pode queimar gordura com mais facilidade, portanto também é uma ótima altura para focar-se em levantar pesos, se gostar de treinos de força, e combiná-los bem com o cardio”.

Acima de tudo, dê ouvidos ao seu corpo – se se sentir tonta, extremamente fatigada, ou com muitas dores, descanse e cuide do corpo de formais mais gentis.

Ovulação

Durante a ovulação, dá-se a libertação do óvulo do ovário, e isto acontece por volta do 14º dia do ciclo, explica o Dr. Cackovic. Pode sentir letargia, dores pélvicas e abdominais, e cãibras. O impulso de confiança da fase anterior começa a desaparecer.

O melhor exercício: Um com uma intensidade mais baixa, recomenda Arndt. “Durante esta fase, algumas mulheres sentem dores ou cãibras e, se for este o caso, talvez seja boa ideia ficar-se pelo jogging, caminhadas ou natação”. Isto também pode ter um efeito positivo no seu humor e energia nesta fase, o que pode torná-la menos penosa.

Fase Lútea

Durante o resto do ciclo, acontece um aumento da temperatura corporal, bem como do estrogéneo e da progesterona. O corpo também pode sentir-se mais fatigado, diz o Médico Ginecologista e Obstetra. “Devido ao impacto da progesterona, pode sentir-me um pouco em baixo. Esta pode ser uma altura difícil para as mulheres, que podem ter sintomas de síndrome de tensão pré-menstrual [TPM] como, por exemplo, desejos de comidas ricas em hidratos de carbono, inchaço, dores de cabeça, ansiedade e oscilações de humor”.

O melhor exercício: É uma boa ideia refrear a intensidade. “Enquanto treinadora, durante esta fase foco-me em treinos de cardio HIT [High-intensity training] mais curtos, para queimar calorias, e de força com o peso do próprio corpo, para a resistência muscular e energia”, revela Arndt, sublinhando que manter as sessões de cardio curtas é essencial, porque há menos resistência. “Mas não deixe de se mexer – o Ioga e o Pilates podem ser opções viáveis para o final do ciclo menstrual”.

Palavras-chave

Relacionados

Saúde

Como a menstruação muda entre a casa dos 20 e a dos 40

Conforme a idade avança, o ciclo passa por transformações naturais.

Saúde

Rapariga de 25 anos chorou sangue drante a menstruação

Um fenómeno raro mas que tem explicação médica.

Saúde

Menstruação: há mulheres mais intolerantes às dores ou com dores mais fortes?

Compreender o tema faz perceber melhor o que cada uma passa durante esta altura do mês.

Mais no portal

Beauty Spot

As melhores técnicas e produtos para fazer sardas falsas

A rubrica Beauty Spot desta semana é dedicada a esta tendência divertida, que combina na perfeição com visuais mais naturais de maquilhagem.

É só uma sugestão

Falar de Livros: "D.A.D. - Desempregado, Artista, Dona de Casa" é um retrato humorista da vida de um pai

Um livro de Alexandre Esgaio publicado pela Suma de Letras.

Moda

Olivia Wilde elege sobretudo acessível para se proteger do frio em Londres

Não sabíamos que precisávamos de um sobretudo azul... até vermos um dos visuais mais recentes da atriz.

Comportamento

3 formas de manter a conta bancária emocional do seu relacionamento com saldo positivo

Este conceito está diretamente relacionado com a forma como os casais gerem discussões de conflito.

#ActivaEmCasa

Braços e pernas: cinco exercícios para maior definição muscular

Aqui fica mais um circuito de treino completamente gratuito, preparado e exemplificado por Susana Carromeu, coach do CrossFit Cais.

Beleza

Cabelo: Os produtos que temos de experimentar

Conhece as novidades mais recentes? Para fortalecer, dar brilhou ou obter o styling perfeito.

Moda

Inspire-se no que há de novo nestas marcas de moda populares

A nova estação traz muitas novidades e estas marcas dão o mote para o que vamos querer usar nos dias quentes.

Exclusivo
Beleza

Bárbara Corby: "Considero que a beleza vem de dentro"

A influencer é o novo rosto da Vichy em Portugal, depois de ter sido embaixadora digita da marca durante algum tempo. Em conversa com a ACTIVA falou sobre o novo papel e a a relação que tem com o mundo da beleza.

Imagem de Sucesso

Como usar o cinto para modernizar looks e valorizar a silhueta

Quer seja fino, grosso, de metal ou de couro, o cinto pode ser um grande aliado para no que toca ao styling.

Mulheres Inspiradoras

Joana Pessoa: um novo fado

É fadista desde os 15 anos, mas isso está longe de resumir a sua vida. Estivemos à conversa sobre escolhas, caminhos, filhos, divórcio, destino, amor, velhice, para voltarmos ao fado e fecharmos o círculo. Levei-lhe quase quatro horas de vida. É o que dá conversar com uma das mulheres mais interessantes que já entrevistei.

Comportamento

Existem quatro tipos de vinculação num relacionamento - saiba qual é o seu

Este tipo de apego é construído na infância e pode acabar por ter repercussões na vida adulta.