@alice.grigoriadi

Quanto tempo é demasiado tempo sem tomar banho? Por mais surpreendente que seja, ao que tudo indica, devemos lavar o corpo pelo menos a cada dois ou três dias… ou com mais frequência, dependendo do seu estilo de vida. 

“Se é uma pessoa que transpira muito, tem um historial de infeções bacterianas, treina diariamente ou trabalha num ambiente de alto risco [como um professor ou profissional de saúde], é melhor tomar banho todos os dias, de modo a evitar infeções e que elas se propaguem”, afirma a Dra Janette Nesheiwat, especialista em Medicina Geral e Familiar, em conversa com o site Bustle.

Em geral, não há problema em saltar um duche aqui e ali, até porque há quem tenha de fazê-lo por recomendação médica. E, claro, existem situações excecionais como, por exemplo, viagens para destinos remotos. Cabe a cada um perceber o que é o mais indicado para si e manter essa rotina. Mas não passe demasiado tempo (quatro ou mais dias) sem entrar no polibã ou na banheira –  a sua pele agradece.

Aqui ficam 4 coisas que acontecem quando não tomamos banho:

1. O suor e as bactérias misturam-se 

Embora o suor em si não tenha um odor, ele pode misturar-se com as bactérias naturais na pele e começar a causar odores corporais.  Adicione o fato de existirem dois tipos diferentes de glândulas sudoríparas, e vários aromas podem ocorrer. De acordo com o portal Mayo Clinic, elas incluem as glândulas sudoríparas, que estão por todo o corpo e abrem diretamente na superfície da pele, e as glândulas apócrinas, localizadas em áreas próximas dos folículos capilares, como as axilas e as virilhas.

As glândulas sudoríparas expelem o suor, o que nos ajuda a arrefecer, e as glândulas apócrinas expelem um fluido quando estamos sob stress. Assim que qualquer um deles entra em contacto com as bactérias da pele, pode surgir um odor corporal.

2. Pode levar ao aparecimento de acne

Embora existam muitas causas diferentes para a acne, algumas pessoas podem notar uma diferença quando não tomam banho. Isto verifica-se particularmente quando alguém adormece sem limpar a pele, dormindo toda a noite com a sujidade, a oleosidade e a maquilhagem que se acumulam na pele ao longo do dia. Isto pode resultar em poros dilatados e obstruídos, o que leva ao aparecimento de pontos negros, acne e irritação da pele. 

Por outro lado, é importante sublinhar que  outras pessoas notam que a pele do rosto melhora quando tomam banho com menos frequência. Tudo depende do tipo de pele, bem como da causa da acne. 

3. As condições de pele podem piorar

A dermatite atópica, mais conhecida como eczema, é uma condição que pode fazer com que a pele fique vermelha e com comichão. Segundo o portal Mayo Clinic, é causada pela genética, sendo que algumas pessoas simplesmente têm uma pele suscetível a alérgenos. Esta doença inflamatória também pode afetar a barreira da pele, aumentando o risco de irritação adicional.

Como a maioria das pessoas com eczema têm pele seca, uma das melhores maneiras de encontrar alívio é reintroduzir a humidade através de técnicas adequadas de banho e cuidados com a pele, afirma a National Eczema Association. Na verdade, tomar banho pode ajudar a evitar que a pele fique ressecada, especialmente se a hidratar imediatamente depois.

4. Há um risco maior de infeções fúngicas

Tomar um duche não só sabe bem e é refrescante, como também é necessário para nos mantermos saudáveis. A pele é a nossa defesa contra as toxinas ambientais e os detritos que encontramos no dia a dia. Se não tomarmos bem conta dela, através da higienização, aumentamos o risco de infeções fúngicas e bacterianas. Os insetos, bactérias e parasitas gostam de se esconder sob as unhas, nas virilhas, atrás das orelhas e nas axilas, portanto é importante lavar essas áreas com frequência.

Palavras-chave

Relacionados

Saúde

É melhor para a nossa saúde tomar banho de manhã ou à noite?

Preferências à parte, eis as descobertas científicas.

Saúde

Este hábito após o duche pode causar candidíase

A pressa é, de facto, inimiga da perfeição.

Beleza

6 erros que está a cometer no duche

E como corrigi-los.

Mais no portal

Moda

Estas saias prometem fazer furor nas estações quentes

Apresentamos-lhe seis modelos que são ótimos investimentos tanto para a primavera como para o verão de 2021.

Lifestyle

Vamos falar sobre os deliciosos tacos japoneses do FishFish Sushi?

Às quartas-feiras, na compra de três tacos, o restaurante oferece um quarto. Uma oferta literalmente irresistível!

Body Shaper

O derradeiro plano para declarar guerra à celulite e à retenção de líquidos

O novo episódio da rubrica Body Shaper traz-lhe um plano de ataque, sublinhe-se, só com dicas caseiras.

Diz Quem Sabe

Questões a ponderar antes de avançar com uma mudança na vida profissional

A coach Lúcia Palma deixa alguns pontos a ter em conta antes de efetuar qualquer mudança neste campo.

Saúde

Os reajustes necessários para perder peso depois dos 40

Aconselhados por uma especialista.

Beleza

Base demasiado clara? Este truque do TikTok ajuda a resolver o problema

É bastante simples e económico.

Moda

Duvidamos que haja um vestido mais prático do que este

É só vestir e sair porta fora, sem pensar muito no styling.

Comportamento

Os 10 pilares de relacionamentos saudáveis

De acordo com um perito em relações amorosas, existem 10 alicerces de uma parceria que tendem a ser subestimados.

Celebridades

Ex-mulher de Travis Barker alega que o músico teve um caso com Kim Kardashian

Barker é o novo namorado de Kourtney Kardashian.

Diz Quem Sabe

O guia para criar uma selva urbana em casa

Um artigo de opinião assinado por José Luís Velasco, product manager da Gardenia, sobre os novos hábitos que se cultivaram e enraizaram em tempos de confinamento.

Comportamento

Como ser mais vulnerável num relacionamento (mesmo que isso a assuste)

O medo da rejeição faz-nos levantar a guarda e, por conseguinte, perdemos coisas boas como a intimidade e a conexão.

Diz Quem Sabe

O couro cabeludo também precisa de proteção solar

O Dr. Carlos Portinha, coordenador Clínico do Grupo Inspary, explica que o cancro da pele pode ser uma das consequências da exposição do couro cabeludo aos raios solares.