@intimina

Juntar as palavras “sexo” e “menstruação” na mesma frase não devia ser um bicho-de-sete-cabeças. Afinal de contas, as relações sexuais envolvem a troca de diferentes fluidos corporais. Mas, por algum motivo, há um certo estigma associado ao sangue.

Embora esteja comprovado que fazer sexo durante o período pode ajudar a aliviar as cãibras e melhora o humor, o tabu persiste. Ninguém devia sentir vergonha ou ‘remar contra a maré’ em momentos de intimidade com um parceiro, porém, se simplesmente não se sente confortável com a ideia, talvez deva considerar usar um copo menstrual.

Esta é uma alternativa mais amiga do ambiente aos tampões e pensos higiénicos, e ajuda muitas mulheres a conhecerem melhor a própria anatomia. Eu fiz a troca este ano e não podia estar mais satisfeita com a minha decisão. Dito isto, quando tive a oportunidade de experimentar o novo Ziggy Cup, da marca INTIMINA, já não era propriamente uma estreante nestas lides. 

Em termos de design, este coletor é bastante diferente da versão clássica. Suave e flexível, com uma delicada camada de silicone rosa-choque, lembra uma pequena e fofa casca de noz — ao contrário da forma mais imponente de lâmpada com a qual eu estava familiarizada. De resto, é feito de silicone médico e livre de ingredientes nocivos como, por exemplo, pesticidas, fragrâncias, algodão branqueado e dioxina.

O Ziggy Cup evita derramamentos ao criar um vácuo relativamente intenso, sendo que pode causar alguma estranheza inicial (mas nunca dor). Uma vez inserido, fica plano sobre o colo do útero, como aconteceria com um diafragma, e coleta o fluxo menstrual por até oito horas. É tão leve e flexível que não se sente. Ah, e por falar em diafragmas, este produto foi concebido especialmente para o sexo com penetração. É o primeiro e o único do género. No entanto, é importante sublinhar que não se trata de um dispositivo anticoncecional e não protege de doenças sexualmente transmissíveis. 

O processo de remoção é tão simples quanto o de inserção. Pode lavá-lo em água a ferver e reutilizá-lo, ou arrumá-lo na caixa em silicone que vem no kit — e ocupa pouquíssimo espaço na mala, diga-se de passagem. Uma opção conveniente, simples e acessível (custa 40,80€ na Wells e tem uma durabilidade aproximada de dois anos) que chegou para nos facilitar a vida: traz todos os benefícios já conhecidos do copo menstrual, mais a possibilidade de ter relações sexuais zero messy naquela altura do mês.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

Comportamento

3 motivos para o sexo (por vezes) causar apego emocional

Eis a explicação de uma especialista, mestre em Sexologia.

Saúde

Os testes de ovulação valem mesmo a pena quando se tenta engravidar?

Esta é uma das formas de identificar o período fértil.

Beleza

O que há de novo na maquilhagem que vale a pena descobrir

Para os olhos, lábios e uma pele imaculada.

Celebridades

Ryan Reynolds afasta-se dos ecrãs

O ator anunciou uma pausa na carreira.

Beleza

Saiba como combater e prevenir a queda de cabelo sazonal

Um problema que é muito comum nesta altura do ano.

Beleza

7 passos para cuidar da pele antes de dormir

Uma rotina tão importante quanto a matinal.

Moda

4 peças em cabedal que são must-haves para o outono

E como usá-las.

Saúde

iMM-Laço Hub nasce como uma nova esperança na luta contra o cancro da mama

Com um laboratório focado na investigação em cancro da mama metastático e uma equipa especializada.

Moda

The Bra Stories: uma campanha pela luta contra o cancro da mama

Assinada pela C&A.

Moda

Andreia Dinis lança marca de roupa

Sugar n’Spice Concept é o novo projeto online da ariz.

Lifestyle

Neste hotel, a reserva de duas noites equivale à oferta da terceira

Aproveite uns dias relaxantes no campo.

Moda

À conversa com Diego Sebastian, criador da campanha 'Family Portraits' da Mango

Uma campanha não são apenas fotos bonitas dos produtos de uma marca. A mensagem é muito mais importante porque a forma como nos relacionamos com o mundo é essencialmente emocional. Daí ser curioso conversar com o homem que se esconde por detrás de uma das mais bem sucedidas campanhas da marca espanhola.