@sarashakeel

Com o avanço da pandemia, começamos a conhecer melhor o inimigo invisível que é a COVID-19.

De acordo com o jornal britânico The Sun, a pele, as unhas e os lábios podem dar sinais de que ocorreu a infeção pelo SARS-CoV-2. Se notar alterações de cor (para cinzento ou azul) ou palidez em qualquer uma dessas partes do corpo, é possível que os seus níveis de oxigénio no sangue estejam baixos, o que pode ser um indicador de uma complicação em casos graves da doença. 

A alteração é considerada um “sinal de alerta de emergência” pelos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês). Caso tenha algum desses sintomas, juntamente com dificuldades em respirar, dor ou pressão persistente no peito, incapacidade de ficar acordada ou confusão mental, a agência sugere procurar ajuda médica o mais rápido possível.

O acompanhamento profissional aliado à monitorização dos sinais e ao isolamento é essencial para lidar com qualquer diagnóstico positivo de COVID-19. De sublinhar que, mesmo com as campanhas de vacinação em curso, é importante continuar a respeitar as medidas de prevenção.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Mais no portal