@sandraagonzl

Recentemente, a Pfizer anunciou um novo tratamento oral contra a Ómicron. Os estudos sugeriram que este tem ” potencial de manter concentrações de plasma muito superiores à quantidade necessária para evitar que a Ómicron se replique nas células“.

Chama-se Paxlovid e já obteve uma autorização de emergência em alguns países, incluindo os EUA, para adultos infetados sem necessidade de receber oxigénio e que possam estar mais suuscetíveis a desenvolver a forma grave da doença. O tratamento provou-se eficaz na redução da hospitalização ou morte em quase 90%, quando usado desde o início dos sintomas.

Desenhámos paxlovid especificamente para manter a sua atividade face aos coronavírus, bem como às variantes que atualmente causam preocupação“, terá afirmado o chefe científico da Pfizer, Mikael Dolsten.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Mais no portal